O mais antigo pássaro selvagem do mundo vai ser mãe aos 67 anos

Um albatroz-de-laysan está, claramente, a desafiar as normas da sua espécie. Wisdom, o mais antigo pássaro selvagem do mundo, voltou ao ninho de origem para pôr um ovo à magnífica idade de 67 anos.

A albatroz Wisdom é um pássaro fora do comum, que não só venceu, como superou todos os obstáculos da vida. Aos 67 anos, a mais velha ave selvagem conhecida do mundo pôs um ovo, no Atol Midway, localizado no norte do Oceano Pacífico, a noroeste do Havai, pertencente aos EUA.

Esse ovo é mais um da sua lista de sucessos: na sua já longa vida, Wisdom já deu à luz a cerca de 30 a 35 crias. Dado que a sua espécie está quase ameaçada de extinção, esta “supermãe” é uma conquista da natureza.

Todos os anos, Wisdom e o seu atual companheiro, Akeakamai, voltam ao Monumento Nacional Marinho Papahānaumokuākea para fazer um ninho e criar uma única cria.

No último 13 de dezembro, o Serviço para Peixes e Vida Selvagem dos Estados Unidos (USFWS, na sigla em inglês) confirmou que o par estava a incubar um novo ovo.

Wisdom já sobreviveu a vários companheiros. Além disso, a ave também é notável por ter registado cerca entre dois a três milhões de quilómetros desde 1956 – o equivalente a quatro a seis viagens de ida e volta para a lua.

“Nunca conhecemos um pássaro que sabemos que tem 67 anos e que ainda está em reprodução”, disse Kate Toniolo, vice-superintendente do Monumento Nacional Marinho.

A história de Wisdom remonta a 10 de dezembro de 1956, quando o biólogo Chandler Robbins, do USFWS, colocou um rastreador num albatroz-de-laysan qualquer. Durante 46 anos o pássaro deixou de ser visto, até voltar a aparecer em 2002, quando Robbins analisou novamente o pássaro. A sua aparente idade avançada e boa saúde renderam-lhe o nome de Wisdom (inglês para “sabedoria”).

A ave é interessante porque conseguiu evitar muitos riscos para a sua espécie por muito tempo, como ingerir plástico oceânico ou ser apanhada acidentalmente por um pescador.

“Estamos a falar de um pássaro que estende o nosso entendimento porque é tão diferente da nossa história de vida e 99% dos animais com os quais interagimos diariamente”, explicou Charles Eldermire, que estuda aves na Universidade Cornell, nos EUA.

A maioria dos pássaros selvagens luta para continuar a viver, encontrar um companheiro e criar filhotes. Fazer isso todos os anos durante seis décadas é realmente fora da curva.

Não só isso, mas Wisdom dominou o estilo de vida desafiador do albatroz, enfrentando um clima extremo e encontrando um pedaço de terra remota para criar os seus filhotes. “É um pássaro incrivelmente sortudo e incrivelmente esperto”, afirmou Eldermire.

E cada cria que Wisdom choca é mais um triunfo para a sua espécie, que a União Internacional para a Conservação da Natureza lista como “quase ameaçada“.

Quase 70% dos albatrozes-de-laysan aninham no Atol Midway, pelo que um tsunami como o de 2011 no Japão poderia acabar com muitos dos pássaros de uma só vez. Isso mostra quão importante é cada ave para garantir a sobrevivência da espécie.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Atrizes de "Smallville" envolvidas em seita de tráfico sexual. "Chloe" detida

Allison Mack, conhecida pelo seu papel na série televisiva "Smallville", foi detida e acusada de tráfico sexual pela sua alegada ligação à seita Nxivm. Allison Mack, de 35 anos, atriz da série "Smallville", deverá comparecer em …

Naturopata tratou criança de 4 anos com saliva de cão raivoso

Uma naturopata canadiana tratou um criança hiperativa de 4 anos com saliva de um cão raivoso. O anúncio surpreendeu a comunidade médica internacional, que reagiu de forma negativa. Uma naturopata canadiana assumiu no seu blogue pessoal …

Ilha troca de país a cada seis meses

No meio do rio Bidasoa, entre França e Espanha, há uma ilha que vai alternando de nacionalidade de seis em seis meses. A ilha mede apenas 38 metros de largura e 215 de comprimento, medidas que lhe …

Cientistas criam implante vaginal que promete proteger as mulheres do VIH

O novo dispositivo desenvolvido por cientistas na Universidade de Waterloo, no Canadá, faz com que o número de células do VIH que se fixam no trato genital feminino diminua. Já há um implante que protege as …

Mais de 20 mortos em protestos na Nicarágua

Mais de duas de dezenas de pessoas, entre as quais um jornalista, morreram durante os protestos na Nicarágua contra a reforma da segurança social do Governo de Daniel Ortega. A Associated Press (AP) relata que num …

Não há evidências que provem que os animais conseguem prever terremotos

Uma nova revisão estatística conclui que a evidência de que os animais conseguem prever terramotos é bastante insubstancial. Se acha que os animais presentem quando um terramoto está a chegar, desengane-se: está amplamente implícito que os …

Falsa BBC anuncia guerra nuclear e deixa o mundo alarmado

Uma conta de YouTube publicou um vídeo em que o suposto jornalista da BBC anunciava uma guerra nuclear entre a Rússia e a NATO. Nos últimos dias, foi publicado um vídeo no YouTube que simulava o …

Morreu Verne Troyer, o “Mini Me” de Austin Powers

O ator norte-americano Verne Troyer, conhecido por ter interpretado "Mini Me" nos filmes da série "Austin Powers", morreu este sábado, aos 49 anos. Verne Troyer, conhecido sobretudo pelo papel de "Mini Me" em Austin Powers, morreu …

NASA vai enviar à Lua nave espacial construída com peças impressas em 3D

A NASA vai dar mais um "pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a humanidade" ao enviar um foguetão construído apenas com peças 3D à Lua. No próximo ano, a NASA vai dar …

Além de ser o mais venenoso do mundo, este peixe também tem canivetes nos olhos

Os peixes-pedra já eram uma espécie de meter medo no mundo aquático, agora a situação piorou: além de serem o tipo mais venenoso de peixe que conhecemos, têm vários espinhos afiados nos olhos. Os cientistas descobriram …