Descoberto anticorpo capaz de regenerar dentes. Mas há um problema

De acordo com um novo estudo, há uma possibilidade de os dentes falsos poderem ficar no passado, graças à descoberta de um anticorpo que desencadeia a regeneração dos dentes perdidos. Contudo, há pontos negativos.

O novo estudo, publicado no jornal Science Advances a 12 de fevereiro, indica que ao inibir a ação de um gene chamado USAG-1, o anticorpo aumenta a disponibilidade de certos fatores de crescimento e pode ser usado para ajudar as pessoas a ter um novo sorriso.

Durante a experiência, a equipa modificou ratos geneticamente para que estes sofressem de agenesia dentária – doença em que alguns dentes não se desenvolvem.

Apenas uma injeção com o anticorpo USAG-1 resultou no desenvolvimento dos dentes em ratos com a doença. Por outro lado, uma única dose causou o crescimento de um novo dente em ratos normais.

Os investigadores decidiram ter como alvo o gene USAG-1, pois este é conhecido por inibir duas moléculas de sinalização conhecidas como BMP e Wnt, ambas envolvidas no desenvolvimento dentário.

No entanto, como esses compostos também controlam o crescimento de uma ampla gama de outros órgãos, interferir neles pode produzir uma série de efeitos colaterais graves.

Nas experiências, a equipa testou vários anticorpos monoclonais diferentes que alteram a capacidade do USAG-1 de interagir com o BMP e o Wnt, embora vários deles tenham produzido defeitos congénitos graves. No final, encontraram um anticorpo específico que impediu o gene de se ligar ao BMP, mas não teve impacto no Wnt.

Os autores concluem que a USAG-1 impede, assim, o crescimento dos dentes ao ligar-se ao BMP, reduzindo assim a sua atividade.

Em comunicado, o autor do estudo Katsu Takahashi explicou que os investigadores sabiam que “suprimir o USAG-1 beneficia o crescimento dos dentes”. “O que não sabíamos era se isso seria suficiente”, disse.

No entanto, os resultados da pesquisa indicam que a inibição da atividade do gene permite um aumento suficiente na BMP para o crescimento de novos dentes.

Embora essa técnica não esteja perto de ser aplicada em humanos, os especialistas testaram o anticorpo em furões. Estes animais têm padrões dentários semelhantes aos dos humanos, com uma dentição de leite que mais tarde também é substituída por dentes definitivos.

Os resultados indicaram que o tratamento é igualmente eficaz em furões, com uma única dose do anticorpo a desencadear a regeneração de um dente inteiro. Isso sugere que a técnica também pode funcionar em humanos, apesar de existirem uma série de questões de segurança que devam ser esclarecidas antes.

Por enquanto, os investigadores pretendem repetir a experiência em outros mamíferos, como é o caso de porcos e cães, escreve o IFL Science.

  Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Até mesmo as células cancerosas podem criar dentes e outras partes do corpo, mas de forma aleatória no que diz respeito ao sitio, portanto pode ser no lugar dos cornos

RESPONDER

Em sessão acesa, primeiro-ministro polaco diz ao Parlamento Europeu que o país não cederá a chantagens

Guerra de palavras entre representantes do governo polaco e as instituições europeias tem vindo a escalar ao longo das últimas semanas, depois de o Tribunal Constitucional do país ter determinado que a lei nacional se …

China nega lançamento de míssil hipersónico - mas Estados Unidos estão “muito preocupados”

Em agosto, a China terá lançado um míssil com capacidade nuclear. Os Estados Unidos mostram-se muito preocupados com este tipo de atividade. Segundo noticia o Financial Times, o míssil terá sido lançado pelos militares chineses num …

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Trump luta para manter sob sigilo documentos sobre ataque ao Capitólio (e avança para tribunal)

Donald Trump processou a comissão do Congresso responsável pela investigação do ataque ao Capitólio, alegando que fez um pedido ilegal dos seus registos da Casa Branca. O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump entrou com uma …

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, o governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, e o presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio

Rio defendeu, Rangel atirou, Balsemão marcou e Montenegro fez o relato. A luta interna do PSD fez-se nas entrelinhas da posse de Moedas

Podia ter sido um jogo de futebol, mas foi só a tomada de posse de Carlos Moedas. Na Praça do Município, em Lisboa, Rio defendeu ao não ter notado a presença de um dos protagonistas …

Proposta Coba Consultores para nova ponte sobre o Douro

Nova ponte do Porto já tem desenho conhecido. Vai servir para metro, ciclovia e peões

A Metro do Porto recebeu 28 propostas para o concurso público de elaboração de projeto e execução da nova ponte sobre o rio Douro. Já foram selecionadas as três melhores. Esta segunda-feira, foram apresentados os três …

AC Milan não esconde: jogos com o FC Porto serão decisivos

Italianos recordam que vão defrontar uma equipa que está quase sempre presente na Liga dos Campeões. "Os nossos dois jogos contra o FC Porto vão ser decisivos para a classificação final do grupo". O treinador do …

Aristides de Sousa Mendes no Panteão Nacional. "Aqui permanecerá até ao fim dos tempos, se os tempos tiverem fim"

O antigo cônsul português Aristides de Sousa Mendes, que salvou milhares de judeus do regime nazi, recebe hoje honras de Panteão Nacional, em Lisboa, através de um túmulo sem corpo. Esta cerimónia acontece 67 anos após …

Besiktas avisa os adeptos: "Contra o Sporting...não se sentem nas escadas!"

Turcos e portugueses chegam à terceira jornada na Liga dos Campeões com zero pontos. "Isto não é um caminho fácil", admite o treinador Sergen Yalçın. Um dos primeiros jogos da terceira jornada da Liga dos Campeões …

Real Madrid está disposto a oferecer Hazard por Salah

Mohamed Salah, uma das estrelas do plantel do Liverpool, está a ser adorado pelo Real Madrid. Os merengues estão a pensar apresentar uma proposta que envolve Eden Hazard. Mohamed Salah termina contrato com o Liverpool em …

Rangel: Maioria absoluta é possível, crise política improvável e acordos com o Chega para descartar

Candidato à liderança do PSD diz não ter "estados de alma" sobre os próximos passos de Rio. É da opinião que os portugueses não compreenderiam uma crise política no contexto atual, mas também considera que …