Descoberto anticorpo capaz de regenerar dentes. Mas há um problema

De acordo com um novo estudo, há uma possibilidade de os dentes falsos poderem ficar no passado, graças à descoberta de um anticorpo que desencadeia a regeneração dos dentes perdidos. Contudo, há pontos negativos.

O novo estudo, publicado no jornal Science Advances a 12 de fevereiro, indica que ao inibir a ação de um gene chamado USAG-1, o anticorpo aumenta a disponibilidade de certos fatores de crescimento e pode ser usado para ajudar as pessoas a ter um novo sorriso.

Durante a experiência, a equipa modificou ratos geneticamente para que estes sofressem de agenesia dentária – doença em que alguns dentes não se desenvolvem.

Apenas uma injeção com o anticorpo USAG-1 resultou no desenvolvimento dos dentes em ratos com a doença. Por outro lado, uma única dose causou o crescimento de um novo dente em ratos normais.

Os investigadores decidiram ter como alvo o gene USAG-1, pois este é conhecido por inibir duas moléculas de sinalização conhecidas como BMP e Wnt, ambas envolvidas no desenvolvimento dentário.

No entanto, como esses compostos também controlam o crescimento de uma ampla gama de outros órgãos, interferir neles pode produzir uma série de efeitos colaterais graves.

Nas experiências, a equipa testou vários anticorpos monoclonais diferentes que alteram a capacidade do USAG-1 de interagir com o BMP e o Wnt, embora vários deles tenham produzido defeitos congénitos graves. No final, encontraram um anticorpo específico que impediu o gene de se ligar ao BMP, mas não teve impacto no Wnt.

Os autores concluem que a USAG-1 impede, assim, o crescimento dos dentes ao ligar-se ao BMP, reduzindo assim a sua atividade.

Em comunicado, o autor do estudo Katsu Takahashi explicou que os investigadores sabiam que “suprimir o USAG-1 beneficia o crescimento dos dentes”. “O que não sabíamos era se isso seria suficiente”, disse.

No entanto, os resultados da pesquisa indicam que a inibição da atividade do gene permite um aumento suficiente na BMP para o crescimento de novos dentes.

Embora essa técnica não esteja perto de ser aplicada em humanos, os especialistas testaram o anticorpo em furões. Estes animais têm padrões dentários semelhantes aos dos humanos, com uma dentição de leite que mais tarde também é substituída por dentes definitivos.

Os resultados indicaram que o tratamento é igualmente eficaz em furões, com uma única dose do anticorpo a desencadear a regeneração de um dente inteiro. Isso sugere que a técnica também pode funcionar em humanos, apesar de existirem uma série de questões de segurança que devam ser esclarecidas antes.

Por enquanto, os investigadores pretendem repetir a experiência em outros mamíferos, como é o caso de porcos e cães, escreve o IFL Science.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Até mesmo as células cancerosas podem criar dentes e outras partes do corpo, mas de forma aleatória no que diz respeito ao sitio, portanto pode ser no lugar dos cornos

RESPONDER

Muco marinho na costa da Turquia ameaça ecossistemas. E é só a ponta do icebergue

Esta semana, a Turquia lançou a maior limpeza marítima da sua história para fazer face à proliferação sem precedentes de muco marinho no Mar de Mármara, um sintoma de um problema ambiental muito maior. Debaixo das …

Fotografia da Rainha Isabel II removida da Universidade de Oxford devido à "história colonial"

Um grupo de estudantes da Universidade de Oxford removeu uma fotografia da Rainha Isabel II da sua área comum devido aos seus laços com a “história colonial”. A atitude gerou uma onda de controvérsia. A imprensa …

Espanha 0-0 Suécia | Muro amarelo trava fúria espanhola

A Espanha e a Suécia empataram hoje 0-0 em jogo da primeira jornada do Grupo E do Euro2020 de futebol, naquela que foi a primeira partida sem golos na competição até ao momento. No estádio La …

Covid-19. Variante indiana causa doença mais grave, dizem médicos chineses

A Delta está a causar doença mais grave e mais rapidamente do que durante a primeira vaga, informaram médicos na zona de Guangzhou, no sudeste da China, onde surgiu um surto recente provocado por esta …

Do café aos brinquedos. Preço do transporte de mercadorias vai atingir a nossa carteira mais cedo do que se pensava

Os preços exorbitantes do transporte de mercadorias pelo mundo poderão atingir a sua carteira mais cedo do que pensa. Mais de 80% de todo o comércio de mercadorias é transportado pela via marítima, mas o alto …

Tal é a qualidade de Portugal, que o treinador da Hungria "podia ser motorista ou roupeiro"

O selecionador da Hungria, o italiano Marco Rossi, afirmou hoje que "até podia ser o motorista ou rapaz dos equipamentos" da seleção portuguesa, tal é a qualidade dos jogadores lusos que vão disputar o Euro2020. “Estamos …

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …