A Antártida está em perigo. “Glaciar do juízo final” está a derreter a um ritmo alarmante

Jeremy Harbeck / Nasa

Novas estudos deixam um alerta: A Antártica está a correr sérios perigos de desaparecer. Os cientistas já apelidaram o Thwaites – um glaciar do tamanho da Grã-Bretanha localizado no oeste do continente –  de “glaciar do juízo final”, devido à rapidez com que está a derreter.

O Thwaites, está a derreter a um ritmo alarmante: está a recuar cerca 800 metros por ano. Os cientistas acreditam que o glaciar deverá perder todo o seu gelo nos próximos 200 a 600 anos. Quando isso acontecer, haverá um inevitável aumento do nível do mar em cerca de 0,5 metros. Contudo, o aumento do nível do mar não é a única consequência do derretimento de gelo na Antártida – revela o Science Alert.

O colapso do Thwaites pode trazer com ele carradas de gelo que estão presentes no oeste da Antártica. Sendo assim o aumento do nível do mar não aumentaria apenas 0,5 metros, mas sim 3 metros, o que acabaria por colocar grandes cidades submersas, como é o caso de Nova York, Miami e Holanda – regiões costeiras.

David Holland, professor de ciência atmosférica na Universidade de Nova York diz que este fenómeno pode implicar “uma grande mudança”.

Dois novos estudos acrescentaram ainda mais detalhes a este quadro que já é alarmante. Uma pesquisa publicada na semana passada no jornal Cryosphere, descobriu que as correntes oceânicas quentes podem estar a corroer os extremos do glaciar Thwaites.

Entretanto, um estudo publicado no Proceedings of the National Academy of Sciences na segunda-feira, usou imagens de satélite para mostrar o Thwaites e o seu vizinho, o glaciar Pine Island. Os dois estão a fragmentar-se mais rapidamente do que se pensava e já contribuíram com cerca de 5% para o aumento global do nível do mar.

A má notícia é que não é só o Thwaites que está a desmoronar, pois a camada de gelo da Antártica está a derreter seis vezes mais rápido do que na década de 1980, perdendo assim 252 mil milhões de toneladas por ano da sua composição, contra os 40 mil milhões de toneladas por ano que perdia há 40 anos.

O novo estudo PNAS descobriu que as margens de cisalhamento nos glaciares Pine Island e no Thwaites estão a enfraquecer, e por isso estão mais vulneráveis o que faz com que se partam –  o que pode estar a causar o fluxo de gelo para o oceano.

Quando as camadas de gelo derretem por baixo, podem perder a sua estrutura, fazendo com que derretam ainda mais rápido e se desintegrem no oceano, como está a acontecer com o glaciar Thwaites.

A fusão do glaciar Thwaites é tão preocupante que os EUA, e o Reino Unido criaram uma agência internacional para estudar o fenómeno, a Colaboração Internacional do Glaciar Thwaites.

Os investigadores calcularam que o glaciar de Pine Island perdeu uma área equivalente ao tamanho de 10 cidades de Lisboa, nos últimos seis anos. “São os primeiros sinais que temos de que a plataforma de gelo de Pine Island está mesmo a desaparecer“, disse Stef Lhermitte, especialista em satélites e principal autor do estudo PNAS.

De acordo com um relatório de 2018, o aumento do nível do mar pode afetar até 800 milhões de pessoas até 2050.

O relatório, da rede climática C40 Cities, descobriu que o aumento do nível do mar pode ameaçar o fornecimento de energia a 470 milhões de pessoas,e regularmente expor 1,6 mil milhões de pessoas a temperaturas extremamente altas.

Num cenário mais trágico, se todo o de gelo da Antártica derretesse, os cientistas estimam que o nível do mar aumentaria 60 metros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bebés alimentados por biberões ingerem milhões de micro plásticos por dia, sugere estudo

Um novo estudo vem agora alertar para os perigos da puericultura moderna. De acordo com a pesquisa, os bebés que são alimentados com biberões engolem milhões de partículas de micro plástico por dia. Normalmente os biberões …

Cortaram a água nas instalações da Tesla na Alemanha. Havia contas por pagar

A empresa pública alemã WSE cortou (e já restabeleceu) o fornecimento de água nas instalações da Tesla em Grünheide, onde nascerá a primeira gigafactory europeia da empresa, devido à falta de pagamento das contas. Na semana …

Trabalhadores remotos estão a encher pequenas cidades (que agora têm os problemas das grandes)

A pandemia de covid-19 está a levar a um novo fenómeno: a migração para "comunidades de passagem" - pequenas cidades próximas a grandes terras e estações de esqui - à medida que mais pessoas começam …

EUA vão retirar Sudão da "lista negra" de países apoiantes do terrorismo

O Sudão vai ser retirado da lista de países apoiantes do terrorismo, anunciou na segunda-feira o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, numa medida que permitirá ao país africano voltar a ter acesso a …

Trump testou positivo à covid-19 e Fauci não ficou nada surpreendido

Anthony Fauci, o principal especialista norte-americano em doenças infeciosas, revelou esta semana que não ficou nada surpreendido com o facto de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter testado positivo à covid-19.  Em entrevista ao …

Benfica castigado com um jogo de interdição da Luz

O Benfica foi punido com um jogo de interdição do Estádio da Luz e uma multa de 10.200 euros pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), por apoio a claques não …

Homem muda a matrícula do carro para ficar "invisível", mas acaba com multas pendentes de 12 mil dólares

Um especialista em segurança cibernética norte-americano, conhecido como Droogie, trocou a matrícula do seu carro e pôs em prática um plano para tentar tornar o veículo indetetável nos leitores de matrículas e sistemas de bilhetes. …

Fenprof diz que já são mais de 330 as escolas com casos positivos

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou que já são mais de 330 as escolas em que confirmou existirem casos de covid-19 e acusou o Ministério da Educação de “esconder informação” solicitada a este propósito. Os …

Boeing 737 Max novamente seguro para voar, diz regulador europeu

O 737 Max da Boeing, avião suspenso desde março de 2019 devido a dois acidentes que resultaram na morte de 346 pessoas, é novamente seguro para voar, afirmou o diretor executivo da Agência Europeia para …

Nenhum deputado quis fazer o parecer sobre lei da Stayaway Covid

A comissão de Assuntos Constitucionais viveu esta terça-feira momentos de boa disposição quando nenhum deputado se voluntariou para fazer um parecer sobre a proposta de lei do Governo para tornar obrigatória a aplicação Stayaway Covid. Apesar …