Animais vão “encolher” 25% devido à destruição humana do planeta

(dr) Rob Cooke

A mão humana na destruição da biodiversidade pode fazer com os animais mais pequenos, que ocupam menos espaço, tenham mais probabilidade de sobreviver do que os animais maiores.

O número de seres humanos tem aumentado exponencialmente e, eventualmente, poderá chegar ao ponto em que o espaço que temos para nós seja cada vez menor e tenhamos que nos expandir para zonas anteriormente ocupadas por animais.

Nesse caso, os animais mais pequenos e que ocupam menos espaço poderão ter mais probabilidade de sobreviverem. Por outro lado, animais de grande porte terão cada vez menos espaço para si e poderá levar à sua extinção. Por isso, calcula-se que, dentro do próximo século, o tamanho médio de um animal na Terra “encolha” 25%.

Estas são as conclusões de um estudo publicado este mês na revista Nature Communications, que realça ainda que os grandes mamíferos e as aves são provavelmente os que vão sofrer mais com a influência humana.

Para perceberem como as espécies podiam ser afetadas, os cientistas da Universidade de Southampton estudaram a massa corporal, o tamanho da ninhada, o habitat, a dieta e a vida útil de mais de 15 mil mamíferos e aves. Seguidamente, cruzaram a informação com a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza.

“De longe, a maior ameaça aos pássaros e mamíferos é a humanidade – com os habitats a serem destruídos devido ao nosso impacto no planeta, como desmatamento, caça, agricultura intensiva, urbanização e os efeitos do aquecimento global”, disse o autor do estudo, Rob Cooke.

De acordo com o All That’s Interesting, as pequenas espécies que se alimentam de insetos, que têm grandes ninhadas e que aguentam vários climas, serão as mais resistentes a sobreviverem.

“O ‘encolher’ substancial de espécies que previmos poderia gerar impactos negativos adicionais para a sustentabilidade a longo prazo da ecologia e da evolução”, acrescentou Cooke.

A perda de animais como o rinoceronte ou o condor, segundo o autor do estudo, podem levar a que outras espécies sofram por tabela. “Se os perdermos, outras espécies que dependem deles também podem ser extintas”, explicou o cientista.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A longo prazo, o distanciamento social pode até ser melhor para a economia

O isolamento social durante uma pandemia, como é o caso da covid-19, que já fez mais de 48.000 vítimas mortais por tudo o mundo, pode revelar-se melhor para a economia a longo prazo, revelou uma …

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …