Angola pediu ajuda a Portugal para “apanhar” fortunas de ex-governantes

Mário Cruz / Lusa

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola solicitou à justiça portuguesa o apoio para localizar bens, investimentos e contas bancárias que ex-governantes do país têm em Portugal. Um pedido de cooperação que surge no rescaldo do caso “Luanda Leaks” que envolve Isabel dos Santos.

O pedido da PGR angolana terá sido feito no passado dia 23 de Janeiro, aquando da reunião entre o Procurador Geral de Angola, Hélder Pitta Grós, e a sua homóloga portuguesa, Lucília Gago, como apurou o Jornal Económico junto de fonte judicial.

Nesse encontro, terá estado presente também a directora do Serviço de Recuperação de Activos (SRA) da PGR de Angola, Eduarda Rodrigues, que terá levado documentos relativos a vários processos-crime que envolvem angolanos e suspeitas do desvio de fundos públicos do país.

Entre os nomes que surgem nesses processos estão figuras como o general Higino Carneiro, os ex-ministros Manuel Rabalas e Joaquim Sebastião, e o ex-director do Instituto Nacional de Estradas de Angola, entre outros políticos, militares e empresários.

O alvo da PGR de Angola são imóveis de luxo e outros investimentos imobiliários, bem como contas bancárias que alguns ex-governantes angolanos têm em Portugal.

Em Janeiro passado, quando esteve em Portugal, Pitta Grós assumiu perante os jornalistas que veio pedir ajuda para “muita coisa”, mas não fez mais esclarecimentos sobre o assunto. O encontro com Lucília Gago surgiu no rescaldo dos “Luanda Leaks” que envolvem a empresária angolana Isabel dos Santos em suspeitas de desvio de fundos públicos, nomeadamente da petrolífera estatal de Angola, a Sonangol.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Desaparecem oito mulheres por dia no Peru, mais três do que antes da pandemia

O número de mulheres desaparecidas no Peru, um fenómeno endémico no país, subiu de cinco por dia, em média, para oito, desde a quarentena decretada para travar a pandemia de covid-19, indicou o provedor de …

EUA já gastaram quase tanto com a covid-19 como com a II Guerra Mundial

Até ao momento, os Estados Unidos da América gastaram quase tanto com a pandemia de covid-19 como gastaram com a II Guerra Mundial. A Segunda Guerra Mundial travou-se entre 1939 e 1945 e deixou milhões de …

Sporting recusou proposta de 32 milhões por Joelson Fernandes

O Sporting CP rejeitou uma proposta de 32 milhões de euros do Arsenal por Joelson Fernandes. Os 'leões' pedem 45 milhões pelo jovem extremo de 17 anos. Continua o leilão pela promessa sportinguista Joelson Fernandes. Depois …

CIA tentou desenvolver um "drone-pássaro" nuclear para espiar a União Soviética na Guerra Fria

Durante a Guerra Fria, a CIA tentou desenvolver um drone nuclear do tamanho de um pássaro para espiar a União Soviética e outros países do bloco comunista. Porém, o projeto nunca foi concluído. De acordo com …

Para combater o desperdício, China acaba com os banquetes tradicionais

Conhecidos pela gastronomia e pelo bom apetite, os chineses terão de adotar a austeridade, invertendo a tradição, que exige que sejam servidos à mesa tantos pratos quantos forem os convidados e mais um. A nova regra …

Com apenas 4 dólares é possível dormir na última Blockbuster. E ainda participa na festa pijama

Já sente saudades de sair de casa para ir alugar um filme e comprar umas pipocas? A última loja da icónica Blockbuster está agora disponível no Airbnb. A antiga loja da cadeia americana pode ser …

Espanha com quase mais 3.000 novos casos. É o maior aumento desde maio

Espanha registou o maior número de infeções de covid-19 desde o final de maio, com 2.935 novos casos nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde, ressalvando que o balanço inclui dados de Madrid …

Escolas devem reabrir normalmente. Governo preparado para decisões diferentes

As escolas devem reabrir em situação de normalidade e só uma evolução negativa da pandemia levará a decisões contrárias, de maior ou menor alcance, que o Governo disse esta quinta-feira estar preparado para tomar. Na conferência …

Família de ativista saudita teme que esteja a ser torturada na prisão

Familiares de uma importante ativista dos direitos das mulheres da Arábia Saudita, detida desde maio de 2018, temem que esteja a ser torturada na prisão, uma vez que não dá notícias há vários meses. Loujain al-Hathloul, …

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …