Análise de ADN revela que os verdadeiros europeus desapareceram há 14.500 anos

T.P.S. Dave

Um grupo de cientistas do Instituto Max Planck para a Ciência da Historia Humana, em Jena, na Alemanha, conseguiu recuperar o ADN de humanos que viviam na Europa há 35.000 a 7.000.

Os resultados da investigação, publicados na revista Current Biology, sugerem que a Europa sofreu importantes mudanças geográficas e climáticas durante o último período de glaciação da Terra.

Segundo o estudo, toda a população europeia terá desaparecido por razões ainda desconhecidas.

Os europeus contemporâneos terão assim chegado à placa continental da Europa bem mais tarde do que o que se pensava – ou seja, os actuais europeus não são tão antigos como se pensava. E ao que parece, nem sequer serão os europeus originais.

Os cientistas conseguiram analisar o genoma de europeus antigos, obtido a partir de DNA de mitocôndrias celulares, o que permitiu lançar a luz sobre a histórias das migrações das populações europeias da época.

Segundo Krause, há cerca de 14.500 anos, os últimos caçadores-recolectores desapareceram por completo da Europa, e foram substituídos por uma nova população, proveniente de uma onda migratória.

A equipa analisou fragmentos de DNA de 35 homo sapiens, cujos restos foram encontrados recentemente em vários sítios arqueológicos da França, Bélgica, República Checa, Roménia e Itália.

(dr) Martin Frouz

Um dos fósseis de homo sapiens, encontrados na Morávia, República Checa, analisados pela equipa de Johannes Krause

Um dos fósseis de homo sapiens, encontrados na Morávia, República Checa, analisados pela equipa de Johannes Krause

A presença do haplogrupo M nos genes dos antigos caçadores-recolectores europeus, comum nos povos da Australasia e do continente americano, mas ausente nos europeus, permitiu aos investigadores concluir que toda a Europa foi repovoada após a última glaciação do planeta.

“Nem queria acreditar. A primeira vez que olhei para os resultados, pensei que tinha que haver um engano, porque o haplogrupo M está ausente nos europeus contemporâneos, mas é muito comum nos asiáticos, australianos e americanos nativos”, contou Cosimo Posth, investigador da Tübingen University e principal autor do estudo.

“Descobrimos um novo capítulo da história da Humanidade: toda a Europa foi repovoada após a última glaciação”, diz à PHYS.org o investigador Johannes Krause, director do Instituto Max Planck para a Ciência da Historia Humana.

“Quase não tínhamos dados genéticos sobre esta era, e até agora não sabíamos nada do que se tinha passado com os primeiros habitantes da Europa”, concluiu o cientista.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Pé de guerra". Quatro ministros exigem mais verbas a Centeno

Há quatro ministros em "pé de guerra" com Mário Centeno, exigindo ao responsável pela pastas das Finanças mais verbas no Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) para os ministérios que tutelam, escreve o Correio da …

Trump formalmente acusado de abuso de poder e obstrução ao Congresso

Ao fim de vários audições, a Câmara dos Representantes decidiu formalmente acusar Donald Trump de abuso de poder e obstrução ao Congresso. O presidente norte-americano, Donald Trump, vai ser formalmente acusado de abuso de poder e …

EDP: Variar IVA em função do consumo de energia é "justo" e "lógico"

O presidente executivo da EDP, António Mexia, considerou esta terça-feira em Madrid "lógica" e "socialmente mais justa" a intenção do Governo de permitir a variação da taxa de IVA sobre a energia em função dos …

Protestos prosseguem em França na véspera da apresentação da reforma do sistema de pensões

Ao sexto dia consecutivo de greve geral em França, centenas de milhares de pessoas voltaram hoje a protestar nas ruas contra a revisão do sistema de pensões, com o Governo e os sindicatos a anunciaram …

Após o ataque a Alcochete, Bruno Fernandes ficou "mais nervoso" e com "mais ansiedade"

O futebolista disse, esta terça-feira, ter ficado "mais nervoso" e com "mais ansiedade" depois do ataque à academia do Sporting, no qual viu agressões a Rui Patrício, William Carvalho, Acuña e Bataglia. Bruno Fernandes foi ouvido, …

"Abusei da amizade". Santos Silva confessa que pediu ajuda a Sócrates num concurso público

O empresário Carlos Santos Silva confessou no primeiro dia de interrogatório com Ivo Rosa que chegou a sugerir ao antigo primeiro-ministro José Sócrates que o ajudasse num concurso público em que o Grupo Lena participou. De …

O Nepal proibiu, mas mulheres continuam a ser forçadas a dormir em "cabanas menstruais"

"Chaupadi" é uma tradição hindu, característica do Nepal, que força as mulheres a dormirem num abrigo quando estão menstruadas por serem consideradas impuras. Segundo o IFLScience, uma nova investigação mostra que 77% das raparigas que vivem …

O golo "doloroso" de Ansu Fati que fez dele o mais jovem jogador a marcar na Champions

Ansu Fati, avançado do Barcelona, tornou-se no mais jovem jogador de sempre a marcar um golo na Liga dos Campeões. Com 17 anos e 40 dias de idade, o espanhol faz mais uma vez história …

Almeida Henriques suspeito de receber avença enquanto esteve no Governo por favores a empresário

Almeida Henriques, antigo secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional do Governo de Passos Coelho, e atual presidente da Câmara de Viseu, é suspeito de ter recebido dinheiro por favores ao empresário Agostinho …

Costa responde a Ventura: Programa do Governo não muda "semana sim semana não"

Recorrendo à ironia, o primeiro-ministro, António Costa, respondeu esta terça-feira ao deputado único do Chega, afirmando que o programa do Governo não muda "semana sim, semana não" consoante as críticas. No debate quinzenal na Assembleia da …