Análise de ADN revela que os verdadeiros europeus desapareceram há 14.500 anos

T.P.S. Dave

Um grupo de cientistas do Instituto Max Planck para a Ciência da Historia Humana, em Jena, na Alemanha, conseguiu recuperar o ADN de humanos que viviam na Europa há 35.000 a 7.000.

Os resultados da investigação, publicados na revista Current Biology, sugerem que a Europa sofreu importantes mudanças geográficas e climáticas durante o último período de glaciação da Terra.

Segundo o estudo, toda a população europeia terá desaparecido por razões ainda desconhecidas.

Os europeus contemporâneos terão assim chegado à placa continental da Europa bem mais tarde do que o que se pensava – ou seja, os actuais europeus não são tão antigos como se pensava. E ao que parece, nem sequer serão os europeus originais.

Os cientistas conseguiram analisar o genoma de europeus antigos, obtido a partir de DNA de mitocôndrias celulares, o que permitiu lançar a luz sobre a histórias das migrações das populações europeias da época.

Segundo Krause, há cerca de 14.500 anos, os últimos caçadores-recolectores desapareceram por completo da Europa, e foram substituídos por uma nova população, proveniente de uma onda migratória.

A equipa analisou fragmentos de DNA de 35 homo sapiens, cujos restos foram encontrados recentemente em vários sítios arqueológicos da França, Bélgica, República Checa, Roménia e Itália.

(dr) Martin Frouz

Um dos fósseis de homo sapiens, encontrados na Morávia, República Checa, analisados pela equipa de Johannes Krause

Um dos fósseis de homo sapiens, encontrados na Morávia, República Checa, analisados pela equipa de Johannes Krause

A presença do haplogrupo M nos genes dos antigos caçadores-recolectores europeus, comum nos povos da Australasia e do continente americano, mas ausente nos europeus, permitiu aos investigadores concluir que toda a Europa foi repovoada após a última glaciação do planeta.

“Nem queria acreditar. A primeira vez que olhei para os resultados, pensei que tinha que haver um engano, porque o haplogrupo M está ausente nos europeus contemporâneos, mas é muito comum nos asiáticos, australianos e americanos nativos”, contou Cosimo Posth, investigador da Tübingen University e principal autor do estudo.

“Descobrimos um novo capítulo da história da Humanidade: toda a Europa foi repovoada após a última glaciação”, diz à PHYS.org o investigador Johannes Krause, director do Instituto Max Planck para a Ciência da Historia Humana.

“Quase não tínhamos dados genéticos sobre esta era, e até agora não sabíamos nada do que se tinha passado com os primeiros habitantes da Europa”, concluiu o cientista.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Ministério Público investiga ajustes diretos da Câmara do Porto a sociedade de advogados

A Câmara Municipal do Porto (CMP) diz que o valor dos contratos com a sociedade de advogados é de apenas 218 mil euros, e não meio milhão de euros como foi noticiado esta semana. O Ministério …

Lista de grande devedores. Deputados de mãos atadas pelo sigilo bancário

Depois de um esforço hercúleo para conseguir acesso à lista dos grandes devedores da banca, os deputados veem-se agora incapacitados devido ao sigilo bancário e ao fim da legislatura. A lista dos grandes devedores em incumprimento …

Costa promete baixar impostos à classe média (e prefere que Centeno não vá para o FMI)

Mais deduções e mais escalões de IRS para baixar os impostos para as famílias com os filhos e a classe média. Eis o que António Costa promete na antecâmara das eleições legislativas, numa entrevista onde …

Contadores de luz inteligentes acabam com leitura por estimativa

A EDP quer generalizar a instalação de contadores de eletricidade inteligentes. Esta tecnologia vai pôr fim à leitura por estimativa, que era razão de queixa de vários clientes. Os contadores inteligentes vão permitir pôr um fim …

Contas do Metro de Lisboa podem ter “buraco” de três mil milhões, alerta auditoria

As contas do Metropolitano de Lisboa (ML) referentes a 2018, enviadas esta quinta-feira pela empresa pública à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), podem evidenciar um eventual "buraco" de quase três mil milhões de …

Rackete fica em liberdade e apela em tribunal para a ação da UE

A capitã do navio humanitário Sea Watch 3 Carola Rackete, suspeita em Itália de ajuda à imigração ilegal, regressou esta quinta-feira a um tribunal na Sicília para ser ouvida pela justiça italiana. Carola Rackete, a capitã …

“Ganhou um Nobel porquê?”, perguntou Trump a Nadia Murad

Na sala Oval, na Casa Branca, cheia de sobreviventes de perseguição religiosa, o presidente dos EUA falou com cada um, ouviu vários pedidos de ajuda.  Quando chegou a vez Nadia Murad, que ganhou em conjunto com …

Sismo de magnitude 5 atinge Atenas. Há partes da cidade sem eletricidade

Um sismo de magnitude 5,1 na escala de Richter foi esta sexta-feira sentido em Atenas, informou o Centro Sismológico Euro-mediterrânico, existindo relatos de que muitas pessoas saíram a correr para as ruas da capital grega. O …

Jerónimo acusa PS de se encostar à direita para impor “malfeitorias” aos trabalhadores

O secretário-geral do PCP afirmou esta quinta-feira que o país continua a ter uma distribuição de rendimentos injusta apesar dos avanços dos últimos quatro anos e acusou o PS de voltar a encostar-se à direita …

Inspetores da PJ entregam pré-aviso de greve (e fazem ultimato a Costa)

A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal dá uma semana ao Governo para alterar estatuto profissional dos polícias, caso contrário, não desmarca a greve. A Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal (ASFIC) da Polícia …