O analgésico mais popular do mundo está a causar cada vez mais intoxicações

Mohamed Hossam / EPA

As intoxicações não intencionais por paracetamol, também conhecido como acetaminofeno, têm vindo a aumentar nas últimas décadas em vários países, concluiu um novo estudo conduzido pelo ETH de Zurique, na Suíça.

Este analgésico é um dos populares do mundo, podendo ser comprado com ou sem prescrição médica, dependendo das dosagens em causa.

Por exemplo, na Suíça, onde o estudo foi levado a cabo, o fármaco pode ser comprado sem receita em comprimido de 500 miligramas, mas também em dose dupla, em comprimidos de 1.000 miligramas (1 grama), com prescrição médica.



A Suíça vende dosagens mais fortes deste fármaco desde 2003.

Partindo desta data, os cientistas conduziram um novo estudo tentando perceber se existe uma relação entre a disponibilidade de dosagens mais altas e o aumento de intoxicações por paracetamol, tal como refere o portal Science Daily.

De acordo com o novo estudo, cujos resultados foram recentemente publicados na revista científica JAMA Network Open, há uma relação entre os dois fatores.

É um medicamento muito seguro, mas apenas para o alívio da dor em curto prazo e desde que a dosagem diária não ultrapasse a faixa recomendada”, disse Andrea Burden, professora de farmacoepidemiologia da ETH Zurich.

Para adultos, a dosagem diária máxima recomendada é de 4.000 miligramas (4 gramas), o equivalente a um máximo de quatro dos comprimidos de alta dosagem.

Quando há uma situação de sobredosagem, o paracetamol pode causar intoxicações graves, podendo levar a situações de insuficiência hepática com consequências fatais ou na necessidade de um transplante de fígado.

Por isso, Burden, deixa um conselho: se o fármaco não estiver a surtir efeito, o paciente deve procurar um médico e não aumentar a dosagem – esse é que é o grande problema.

“O problema com o paracetamol é que [este fármaco] não é eficaz para todos os pacientes ou contra todas as formas de dor (…) Se o medicamento não ajudar a aliviar os sintomas de alguém, estas pessoas podem ficar tentadas a aumentar a dosagem sem consultar um profissional médico. Esse é que é o verdadeiro problema”, explicou.

“E é aqui que o tamanho das carteiras de medicamentos entra em jogo. É muito fácil exceder a dosem diária tomando apenas um pouco mais da dose com comprimidos de 1.000 miligramas (…) Com os comprimidos de 500 miligramas, os de dosagem mais baixa, o risco de overdose acidental não é tão elevado”.

Segundo a especialista, os pacientes devem, em caso de dúvida, procurar um médico.

“Reconhecemos que o controlo da dor é desafiador e outros medicamentos podem ter efeitos adversos graves. Mas, se o paracetamol não tiver o efeito desejado, é importante não tomar simplesmente mais comprimidos. Em vez disso, as pessoas devem procurar aconselhamento médico profissional para encontrar a melhor opção terapêutica“.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …

A lava do vulcão de Las Palmas já destruiu mais de 200 casas, mas uma permanece intacta na devastação

Como se protegida por um manto de invencibilidade, a construção escapou à força da lava que a serpenteou para felicidade dos seus proprietários, um casal de reformados dinamarquês que escolheu fixar-se naquele território precisamente pela …