ANA e Governo assinam acordo que dá luz verde a ampliação da Portela

Esta terça-feira, o Governo e a ANA – Aeroportos de Portugal assinam o acordo financeiro para a expansão da capacidade aeroportuária da região de Lisboa.

O acordo entre o Governo e ANA – Aeroportos de Portugal para a construção do novo aeroporto do Montijo é assinado esta terça-feira sem que seja conhecido o resultado do estudo de impacto ambiental.

O acordo financeiro para a expansão da capacidade aeroportuária da região de Lisboa prevê que o aumento da capacidade se traduza na conversão de uma parte da base do Montijo num aeroporto civil, mas também num alargamento da capacidade da Portela, cujas obras vão arrancar em primeiro lugar, adianta o Diário de Notícias.

“A estabilização das condições técnicas e financeiras do projeto permite à concessionária desenvolver um conjunto de ações que conferem maior capacidade de resposta do aeroporto Humberto Delgado, antes da data prevista para abertura do Montijo ao tráfego [2022], e nomeadamente já em 2019 e 2020”, garante o gabinete de Pedro Marques, ministro do Planeamento e Infraestruturas.

Entre essas medidas, está “o aumento da capacidade de movimentação e de estacionamento de aeronaves, que constituem dois dos principais condicionamentos atuais” do aeroporto de Lisboa. “Este acordo também cria as condições para que a concessionária desenvolva os projetos prévios para o Montijo.”

O valor global do investimento não é ainda conhecido, mas sabe-se que se irá fixar em torno de mil milhões de euros. O Governo tem garantido que a fatura não vai recair sobre os contribuintes, ficando a cargo da concessionária.

O Estudo de Impacte Ambiental, que muita polémica tem gerado, é necessário para que a reconversão da Base do Montijo em aeroporto complementar possa arrancar. Na semana passada, Pedro Marques garantiu que “ninguém fará um aeroporto sem cumprir integralmente todas as medidas de mitigação dos impactos ambientais que vierem a resultar da declaração de impacto ambiental”.

O gabinete do governante explica ainda que “o presente acordo [assinado esta terça-feira] contempla a integração das medidas mitigadoras do impacto ambiental que venham a ser definidas”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Claro; a concessionária paga o aeroporto, mas também fica com os lucros de milhões que recebe mensalmente durante os próximos 50 anos!!
    Foi mais um crime de lesa-pátria cometido pelo governo anterior – que supostamente “salvou” o país (vendendo-o ao desbarato)!!.

RESPONDER

Portugal foi o país da Europa que mais pagou a agentes de futebol

Em 2019, Portugal foi o país da Europa que mais gastou em comissões a agentes nos processos de venda de jogadores de futebol. Os números são de um relatório FIFA, citado esta quinta-feira pelo Jornal de …

"Agregar, agregar, agregar". Se vencer, Pinto Luz conta com Rio e Montengro

O candidato à liderança do PSD Miguel Pinto Luz disse que caso vença as diretas de 11 de janeiro quer contar os seus adversários nesta corrida - o antigo líder parlamentar Luís Montenegro e o …

Açores são o único arquipélago do mundo com certificado de destino turístico sustentável

Os Açores são a primeira região do país certificada como destino turístico sustentável, distinção atribuída a apenas 13 regiões no mundo e entregue esta quinta-feira com a categoria de "prata" pela certificadora Earthcheck. "É com profundo …

Kendrick Lamar atua em data extra do Alive

O rapper norte-americano Kendrick Lamar vai atuar a 8 de julho, num dia extra do festival Alive, no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras. Esta será a terceira vez que o rapper atua em Portugal, tendo …

Hugh Grant em campanha porta a porta contra Boris Johnson e o Brexit

Hugh Grant está em campanha contra o primeiro-ministro do seu país. O ator britânico decidiu juntar-se aos trabalhistas e liberais democratas para derrotar Boris Johnson e, nos últimos dias, tem participado em ações de campanha …

Sarah previu a vitória de Trump em 2016. Agora, alerta para o perigo das redes sociais

Sarah Kendzior, que previu a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de 2016, diz que as redes sociais podem ser utilizadas como uma arma política. Quando quase todos menosprezavam a corrida eleitoral de Donald Trump …

Marcelo "afasta-se" do encontro entre Pompeo e Netanyahu

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu esta quinta-feira que o encontro, que decorre em Lisboa, entre o secretário de estado dos Estados Unidos e o primeiro ministro israelita "é uma realidade que …

Economia portuguesa cresce acima da média europeia

As economias da zona euro e da União Europeia (UE) mantiveram, no terceiro trimestre, o ritmo de crescimento do período homólogo, respetivamente 1,2% e 1,4%, com Portugal a avançar acima da média (1,9%). Segundo revelou o …

Atendimento a sem-abrigo passa a ser feito independentemente da morada

O atendimento de emergência a pessoas sem-abrigo passa a poder ser feito em qualquer centro distrital da Segurança Social, independentemente da morada em que a pessoa está registada ou da existência de um processo familiar, …

Catarina Martins presente na contra-cimeira do clima em Madrid

A coordenadora do BE integra a comitiva bloquista que, na sexta-feira, vai a Madrid para a manifestação da contra-cimeira do clima, enquanto decorre na capital espanhola a cimeira da Organização das Nações Unidas, a COP25. Em …