Ana Gomes promete encorajar Pedro Nuno Santos a avançar para liderança do PS

José Sena Goulão / Lusa

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes, durante o anúncio da sua candidatura à Presidência da República

A candidata presidencial Ana Gomes prometeu encorajar Pedro Nuno Santos, que na sexta-feira se junta à sua campanha, a avançar para a liderança do PS, quando a questão da sucessão de António Costa se colocar no futuro.

À margem de uma iniciativa de campanha, a ex-eurodeputada do PS foi esta quinta-feira questionada se era importante contar com o apoio do ministro das Infraestruturas – numa conversa online – começou por destacar a sua condição de governante.

“Eu penso que esse debate com um membro deste Governo que tem visão e ambição para Portugal pode ser extremamente interessante e precursora da minha atuação na Presidência da República”, afirmou a candidata, que tem prometido uma cooperação “franca e leal, mas vigilante” com o Governo.

Instada a comentar se não será também importante ter apoio de Pedro Nuno Santos como potencial sucessor de António Costa na liderança do PS, Ana Gomes respondeu afirmativamente. “É muito importante e naturalmente que serei uma das pessoas que encorajarei Pedro Nuno Santos, quando um dia se abrir a liderança no PS, a avançar. Penso que precisamos de gente jovem, corajosa, com visão, conhecimento do tecido económico e social do país e com dinamismo”, afirmou.

O antigo líder da JS Pedro Nuno Santos, atual ministro das Infraestruturas e da Habitação, participa na sexta-feira na campanha da candidata presidencial Ana Gomes, como um dos oradores da conversa digital diária. Pedro Nuno Santos intervirá na iniciativa “Portugal é consigo, Portugal é connosco”, na qual Ana Gomes conversa diariamente com especialistas nas áreas dos 21 compromissos com que se apresenta na corrida Belém.

Pedro Nuno Santos anunciou o seu apoio à candidatura presidencial de Ana Gomes na reunião da Comissão Nacional do partido de 7 de novembro, durante a qual criticou o mandato de atual Presidente da República e recandidato e a forma como a direção do PS atuou em matéria de eleições presidenciais, não dando indicação de voto.

Nessa reunião, o antigo líder da JS e da Federação Distrital de Aveiro – e apontado como potencial candidato à sucessão de António Costa no PS – demarcou-se do ponto de vista ideológico do atual Presidente da República e criticou a “centralidade” de Marcelo Rebelo de Sousa no plano político, considerando tratar-se de um fator de “instabilidade”.

Grupo de 22 socialistas apoia Marcelo, incluindo três ex-ministros

Um grupo de 22 socialistas anunciou esta quarta-feira o seu apoio à recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa às presidenciais, incluindo autarcas, três ex-ministros, Correia de Campos, Vieira da Silva e Paulo Marques, e o líder regional açoriano Vasco Cordeiro.

No texto, com o título “Votar para mobilizar Portugal”, a que a Lusa teve acesso, é elogiado o primeiro mandato de Marcelo Rebelo de Sousa, pelo “respeito e valorização do quadro constitucional”, pela “estabilidade política e do diálogo político e social”, pela “defesa dos interesses nacionais”.

“Essa é a principal razão que nos leva a confiar que as continuadas afirmações do candidato Marcelo Rebelo de Sousa de assumir idêntica atitude num eventual segundo mandato lhe dão particular capacidade para merecer o voto popular”, afirma-se no texto subscrito por 22 personalidades do PS.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O vulcão em erupção na Islândia está agora à venda

O vulcão no sudoeste da Islândia, na Península de Reykjanes, que entrou em erupção no final de março, está agora à venda (e já há várias propostas em cima da mesa). De acordo com o jornal …

Após críticas, Cravinho garante que cartões de Antigo Combatente já estão a ser enviados

O Ministro da Defesa garantiu hoje que os cartões de Antigo Combatente já estão a ser produzidos e alguns já foram distribuídos aos beneficiários, assegurando que o processo vai continuar. João Gomes Cravinho abordou o tema …

Palácio onde Churchill nasceu muda nome do "Quarto Indiano" (para afastar polémica sobre ligações coloniais)

O Palácio de Blenheim mudou o nome da sua “Sala Indiana” para evitar polémica sobre ligações coloniais numa nova exposição sobre Winston Churchill. Uma exposição intitulada "O Grande Britânico" no local de nascimento do líder do …

militares a cantar hino do Sporting na parada

Exército investiga vídeo de militares a cantar hino do Sporting na parada

O vídeo que mostra recrutas de um quartel do Funchal, na Madeira, a entoar cânticos de apoio ao Sporting durante uma parada militar está a ser investigado pelo Exército. O episódio terá acontecido depois de …

Autoridade Marítima diz que multas nas praias ainda não podem ser aplicadas

A Autoridade Marítima Nacional explicou hoje que a fiscalização das praias se vai pautar pela sensibilização para o cumprimento das medidas de prevenção da covid-19, indicando que as coimas por incumprimento só podem ser aplicadas …

Trabalhadores das cantinas e refeitórios em greve na 2.ª feira por aumentos salariais

Os trabalhadores das cantinas, refeitórios, fábricas de refeições e bares concessionados vão estar em greve na segunda-feira, por aumentos salariais, segundo a Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT). Além …

469 novos casos, 7 mortes e 386 recuperados em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal registou, nas últimas 24 horas, sete mortes atribuídas à covid-19 e 469 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, segundo o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde. O número de internamentos continua a descer. …

Limpeza, segurança e discrição. O Monte de Saint Michael procura um "rei" para o seu castelo

O Monte de Saint Michael, uma fortificação histórica na Cornualha, está a procura de um "rei". O trabalho inclui a responsabilidade pela segurança e proteção do castelo.  Abriram as inscrições para um "oficial do castelo" residente …

China cancela subidas ao Evereste por receio de casos vindos do Nepal

A China cancelou as permissões de escalar o Monte Evereste do seu lado do pico mais alto do mundo devido ao receio de importar casos de covid-19 do vizinho Nepal, noticiou a imprensa estatal. O encerramento …

Marcelo e Ferro repudiam identificação “inaceitável” de deputada em notícia da Lusa

O Presidente da República e o presidente da Assembleia da República condenaram a “lamentável notícia” da Lusa na qual se identificava a deputada do PS, Romualda Fernandes, de modo “a todos os títulos inaceitável”. A …