Ana Gomes apontada à Presidência. “Costa jamais permitirá”

Tiago Petinga / Lusa

A embaixadora e ex-MPE, Ana Gomes

O antigo eurodeputado socialista Francisco Assis lançou o nome da também antiga eurodeputada do PS Ana Gomes como possível candidata à Presidência da República, manifestando desde logo o seu apoio a uma eventual candidatura.

“Acho que não há personalidade em melhores condições do que Ana Gomes para ser candidata à Presidência da República. E também acho que era bom que a esquerda democrática tivesse um candidato”, disse o socialista, em declarações à Rádio Renascença.

“Se [Ana Gomes] se candidatar, seguramente vou apoiá-la”, reiterou, dizendo que no seu entender “neste momento não há no espaço da esquerda democrática melhor candidato a Presidente da República do que Ana Gomes”.

Também o jornal i faz capa com o assunto esta quinta-feira, dizendo que cresce no PS uma onda de fundo para convencer a antiga eurodeputada a enfrentar o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. “Não há melhor candidata”, “faz falta ao país” ou o estilo de “Marcelo está esgotado” são algumas das frases de militantes como Francisco Assis, Ricardo Gonçalves ou Daniel Adrião citadas pelo jornal.

Apesar do apoio de alguns militantes, Ana Gomes disse que não equaciona uma candidatura a Belém. “Não estou disponível para me coarctar da liberdade que é hoje essencial para a minha capacidade de intervenção cívica“, justificou, em entrevista à RTP.

“Acho mais importante ter hoje liberdade de dizer o que digo de forma sustentada”.

Questionada sobre se mudaria a sua posição caso o PS considerasse o seu nome na corrida à Presidência da República, Ana Gomes foi clara: “Não se incomode com isso porque o primeiro-ministro, António Costa, jamais o permitirá”, respondeu.

Ainda sobre as eleições presidenciais, que vão decorrer em 2021, a antiga eurodeputada disse não ter “dúvida nenhuma” de que Marcelo se vai recandidatar e ser eleito, considerando, contudo, que o PS deve apresentar um candidato para “federar as esquerdas”, considerou na mesma entrevista ao canal público.

Quanto às consequências do caso Luanda Leaks, Ana Gomes pediu a demissão do antigo ministro das Finanças Teixeira dos Santos, da presidência do EuroBic.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Força Ana Gomes! Da forma como isto anda é mesmo preciso partir a louça toda. É só ladrões e vigaristas!
    Se se candidatar votarei nela e farei campanha por ela. Uma peixeira em Belém não pode piorar o estado do Estado!

  2. Onde está Costa, ponham Vieira! Verdadeiro erro pensar que o Costa manda algo!
    O Costa só manda naquilo que o Viera deixar que ele mande!!
    Prefiro a Ana Gomes “fora” dessa promiscuidade do governo.
    Aproveito o ensejo para me curvar respeitosamente por alguém que é verdadeiramente uma mais valia neste
    país- sim, com letra minuscula! – de trapaceiros, corruptos, bajuladores e afins:
    Obrigado Drª Ana Gomes por ter coluna vertebral!

    • Matumbo é assim, nunca percebe o que lhe passou ao lado.
      Eram anos de muita mama e o Sampaio foi o melhor que se podia arranjar.
      Agora a Ana já disse tudo, o Costa tem os amigos do peito(tacho) como prioritários.

  3. São os mesmos que mamaram no Sampaio que querem agora mamar na Ana independentemente de serem ou não anos propícios. O Matumbo devo ser eu!

RESPONDER

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …