Americanos devolvem ao governo grego moedas de prata da Grécia Antiga

Xuan Che / Flickr

-

As autoridades de Nova Iorque devolveram hoje ao governo grego cinco moedas de prata, consideradas de “valor incalculável”, que tinham sido recuperadas em 2012 pela polícia dos Estados Unidos.

As moedas estariam na posse do coleccionador Arnold-Peter Weiss, um conhecido cirurgião plástico de Rhode Island, nordeste dos Estados Unidos, que foi detido quando tentava vendê-las ilegalmente a um agente à paisana da polícia norte-americana, durante um leilão no hotel Waldorf Astoria, em Nova Iorque.

O procurador-geral de Manhattan, Cyrus R. Vance Jr., afirmou que “como representantes da democracia mais antiga do mundo, as moedas têm um valor incalculável”.

As peças são de prata e estima-se que tenham sido cunhadas entre os séculos V e III antes de Cristo, em Eubeia, Tebas, Dicas e Lócrida, na Grécia Antiga.

A cerimónia de devolução das moedas ao país de origem foi presidida por Cyrus Vance, pelo embaixador grego nos Estados Unidos, Christos Panagopoulos, e pelo cônsul grego em Nova Iorque, Manos Koubarakis.

Os cinco pedaços da história grega serão agora expostos no Museu Numismático de Atenas.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Oposição israelita pedirá dissolução do parlamento e novas eleições

O líder da oposição israelita, Yair Lapid, anunciou na segunda-feira que apresentará na próxima semana uma iniciativa para dissolver o Knesset (parlamento) e convocar eleições, num contexto de tensão na coligação governamental, noticiou a agência …

PSD de Castelo Branco pede demissão da deputada do PS Hortense Martins

O PSD de Castelo Branco pediu esta segunda-feira a demissão da deputada socialista Hortense Martins, alegando que não tem condições para representar o distrito, depois de condenada a pagar o arquivamento de um processo onde …

Bruxelas anuncia sexto contrato para vacinas, desta vez com a Moderna

A presidente da Comissão Europeia anunciou, esta terça-feira, um novo contrato para assegurar vacinas contra a covid-19, desta feita com a norte-americana Moderna, que fornecerá até 160 milhões de doses. "Estou feliz por anunciar que aprovámos …

Shinzo Abe investigado por alegado uso ilegal de fundos para financiar eventos privados

Procuradores no Japão estão a investigar o gabinete pessoal do antigo primeiro-ministro Shinzo Abe pela alegada utilização ilegal de fundos para financiar eventos privados, para os quais foram convidados apoiantes do líder japonês entre 2013 …

Rússia anuncia eficácia de 95% da vacina Sputnik V

A Rússia anunciou, esta terça-feira, que sua vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, tem uma eficácia de 95%, segundo resultados preliminares. Em comunicado no site oficial da vacina russa, o Centro …

Emigrantes querem votar por correio nas presidenciais

O movimento de emigrantes "Também somos portugueses" pede a alteração urgente das leis eleitorais para que possam votar por correio, no mesmo dia em que Marcelo Rebelo de Sousa, atual Presidente da República, anuncia a …

"Um objectivo histórico". Efacec leva luz a todo o Ruanda

A Efacec instalou três sub-estações de alta tensão no Ruanda, contribuindo atingir "um objetivo histórico da República do Ruanda" com "a electrificação total do país em 2023". O projecto da empresa portuguesa está orçado em …

Portugal com mais 85 mortes e 3919 casos de covid-19. Número de internados nunca foi tão alto

Portugal regista, esta terça-feira, mais 85 mortes e 3919 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3919 novos casos, 2284 …

Vésperas de feriado sem confinamento obrigatório

Nos dias 30 de novembro e 07 de dezembro, que antecedem os dois feriados, não serão aplicadas as restrições de circulação definidas para os fins de semana e feriados, embora as escolas interrompam a atividade …

Eduardo Catroga: Foi o PS quem ultrapassou as "linhas vermelhas" após aceitar apoio do PCP e do BE

Eduardo Catroga, antigo ministro das Finanças de Cavaco Silva, defende que foi o PS quem ultrapassou as "linhas vermelhas" após aceitar o apoio do PCP e do Bloco de Esquerda, partidos "anti-tudo". O ex-ministro das Finanças …