American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir 32.000 funcionários

As companhias aéreas norte-americanas American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir, no total, 32.000 funcionários, situação que admitem travar se os apoios do Governo forem prorrogados. 

A American Airlines anunciou que começará a despedir 19.000 funcionários a partir desta quinta-feira, uma vez que os políticos norte-americanos não chegaram a acordo sobre uma extensão da ajuda ao setor aéreo, em crise devido à pandemia.

O presidente executivo da empresa, Doug Parker, deixou, no entanto, uma porta aberta: “Vamos cancelar” estes despedimentos “e chamar os membros da equipa afetada” se os Democratas e Republicanos chegarem a um compromisso nos próximos dias, disse, numa mensagem dirigida aos seus funcionários.

Entretanto, o pacote de ajuda do Governo expira dentro de poucas horas, que servia para ajudar as companhias a pagar os salários dos seus pilotos, comissários de bordo e mecânicos. A American Airlines, que como as outras grandes companhias aéreas se tinham comprometido na Primavera a não despedir ninguém até 30 de setembro, advertiu no final de agosto que teria de despedir 19.000 pessoas se não fosse adotada uma prorrogação.

Mas as discussões entre Democratas e Republicanos sobre um novo plano de apoio, que foi retomado na quarta-feira em Washington, ainda não foram concluídas.

Os membros do Congresso estão também a tentar fazer aprovar legislação que apenas alargaria o programa de subsídios à indústria aérea. “Infelizmente, não há garantias de que todos estes esforços sejam bem-sucedidos”, disse Parker. Juntamente com os patrões das outras grandes empresas e representantes sindicais, Parker tem vindo a argumentar há várias semanas em Washington a favor da continuação desta ajuda.

Também a United Airlines admite despedir 13.00 funcionários casos os apoios do Governo não sejam prorrogados. À semelhança da American Airlines, admite também rever esta situação se os políticos chegarem a um consenso sobre os apoios.

O tráfego aéreo, que estava em queda livre no início da pandemia de covid-19, está longe de voltar ao normal. Muitos passageiros continuam relutantes em voar em espaço confinado, os voos internacionais continuam sujeitos a restrições rigorosas e as viagens de negócios estão a meio gás. O número de clientes que passam pela segurança nos aeroportos americanos é ainda cerca de 60% a 70% inferior ao do mesmo período em 2019, de acordo com números governamentais.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Médicos de família admitem que recuperados podem passar a grupo de risco

A área das sequelas da infeção pelo vírus SARS-CoV-2 "é uma zona muito cinzenta", sobre a qual Portugal “não tem ainda orientações totalmente definidas”. Nuno Jacinto, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), …

Muito mais do que só um divórcio milionário. "Perseguições a mulheres" e má fama ameaçam legado de Bill Gates

O mediático e multimilionário divórcio de Bill Gates é muito mais do que apenas a separação de um casal ao cabo de 27 anos de vida em comum. A ruptura com Melinda está a colocar …

Marcelo na Guiné Bissau

Banho de multidão e "pedras" do PAIGC e de Ana Gomes. Marcelo em visita histórica à Guiné Bissau

Marcelo Rebelo de Sousa está na Guiné-Bissau na primeira visita de um chefe de Estado português ao país em mais de 30 anos. A população recebeu Marcelo em delírio, mas a visita está a causar …

Reservas nos voos da TAP entre Portugal e Reino Unido "mais do que duplicam"

As reservas de passageiros nos voos da TAP entre Portugal e Reino Unido "mais do que duplicaram" desde que Portugal entrou na lista verde de destinos de Inglaterra, adiantou a transportadora em comunicado. "De 7 a …

Diego Costa outra vez na rota do Benfica

O avançado brasileiro, naturalizado espanhol, estará outra vez na rota dos encarnados, segundo avança a imprensa brasileira. Segundo o portal brasileiro Yahoo Esportes, o Atlético Mineiro terá abordado Diego Costa, que está livre para assinar por …

"A perceção da opinião pública é que a decisão da Operação Marquês colocou em causa o prestígio do sistema judicial"

A ex-procuradora-geral da República (PGR) deu uma entrevista, publicada esta segunda-feira, na qual abordou temas como a Operação Marquês e as novas propostas anti-corrupção. Na entrevista ao jornal online Observador, Joana Marques Vidal considerou que a …

United e City preparam guerra de licitações por Nuno Mendes

Manchester United e Manchester City estão interessados na contratação de Nuno Mendes e preparam-se para entrar numa guerra de licitações. Está cada vez mais difícil a tarefa do Sporting de manter Nuno Mendes em Alvalade. O …

Secretário de Estado confirma: final da Taça não vai ter público

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto confirmou, esta segunda-feira, que a final da Taça de Portugal entre Sporting de Braga e Benfica, que será disputada este domingo em Coimbra, não terá público. João …

Número de funcionários públicos cresceu 3%. É o maior aumento em quase uma década

No primeiro trimestre deste ano, em comparação com o período homólogo, há mais 21 mil funcionários públicos. É o maior aumento em nove anos, atingindo um total de 725.775 trabalhadores. O número de funcionários públicos aumentou …

Rúben Dias eleito o melhor do ano da Premier League pelo The Athletic

Rúben Dias foi escolhido pelo The Athletic como o melhor jogador do ano da Premier League. O central português foi campeão ao serviço do Manchester City. A qualidade de Rúben Dias não tem passado despercebida em …