O adeus dos campeões. Alverca provoca hecatombe “leonina” na Taça de Portugal

Tiago Petinga / Lusa

O Sporting deixou-se surpreender pelo Alverca na terceira eliminatória da Taça de Portugal. Os ribatejanos bateram os ‘leões’ por 2-0, num jogo em que Varandas admitiu ter ficado envergonhado.

A caminhada do Sporting na Taça de Portugal não podia ter corrido pior. Detentores do troféu, os ‘leões’ viajaram até Vila Franca de Xira para defrontar o Alverca, segundo classificado da Série D do Campeonato de Portugal. Em teoria, os alverquenses estavam uns furos abaixo da qualidade sportinguista, mas em prática, a realidade foi bem diferente.

O Alverca não estava para brincadeiras e, logo aos dez minutos de jogo, adiantou-se no marcador. Sem aviso prévio, Alex Apolinário armou o pé e desferiu um remate rasteiro, fora da área, que só parou no fundo da baliza. O jovem guarda-redes Luís Maximiano tentou reagir atempadamente, mas a ‘redondinha’ levava fogo.

A resposta do Sporting foi inconsequente, com os comandados de Silas a ameaçar apenas à distância. Ainda antes da primeira parte, o Alverca esteve próximo de fazer o segundo. Por pouco Erik Mendes não fez um golo de levantar o estádio, após o seu remate de pontapé de bicicleta ter sido travado por uma grande intervenção do guarda-redes sportinguista.

As equipas regressaram ao balneário com a diferença mínima no marcador, mas Silas percebeu que precisava de mexer na equipa. Bruno Fernandes rendeu Eduardo Henrique no centro do meio-campo, numa tentativa de que a estrela de Alvalade fizesse uma das suas.

A tentativa de reação dos ‘verdes e brancos’ saiu furada, já que aos 55 minutos de jogo, o Alverca voltou a marcar. Após uma saída desenquadrada de Maximiano, o central Luan Silva aproveitou para atirar para o fundo da baliza. Os ribatejanos fizeram por isso e dilataram a vantagem.

Até ao fim dos 90 minutos, o resultado não voltou a sofrer alterações. O Sporting caiu com estrondo logo na terceira eliminatória da Taça de Portugal, depois de terem vencido a edição anterior.

A vergonha e os insultos

O presidente do Sporting, Frederico Varandas, disse sentir-se envergonhado com a derrota que ditou a eliminação da equipa da competição. O líder sportinguista tem sido um dos mais visados por parte dos adeptos, recebendo várias críticas pela forma como tem gerido o clube.

“Estamos envergonhados com o que se passou aqui. Não há a mínima desculpa. Estamos envergonhados e este grupo tem de reagir, tem a obrigação de reagir”, disse Varandas, em declarações à imprensa. O presidente do Sporting recusou-se a responder se tinha condições para continuar no cargo.

O treinador sportinguista, Silas, também se mostrou descontente com a eliminação e com a exibição da sua equipa.

A eficácia foi importante, mas não foi só isso. Fizemos 22 remates e nenhum golo, isso não é muito normal. Mas há outra parte que tem a ver com o facto de alguns jogadores não terem estado connosco durante a semana e não terem trabalhado aquilo que queremos trabalhar. A segunda parte foi pior do que a primeira, porque houve alguns posicionamentos que não foram cumpridos”, disse.

“Nós não precisamos de heróis, precisamos de construir uma equipa. Uma equipa demora a construir, mas queremos resolver os problemas como equipa, e não com individualidades. Vamos conseguir implementar isso de certeza absoluta. Vai demorar, mas vamos conseguir”, acrescentou.

Silas reconheceu alguns pontos positivos da partida desta quinta-feira, nomeadamente a forma como saíram a jogar de trás. Contudo, realça que, em geral, a exibição foi insatisfatória e que os adeptos têm razões para estar desapontados.

Os adeptos estão desiludidos e com razão. Temos de aceitar a crítica quando ela é merecida e é merecida. Mas não vamos deixar influenciar-nos. Vamos alterar detalhes mais pequenos do que as pessoas pensam”, explicou.

Dezenas de adeptos esperaram a equipa na chegada a Alvalade, obrigando um forte contingente policial a mantê-los à distância. Ouviram-se vários insultos aos jogadores e, principalmente, apelos à demissão de Frederico Varandas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Não existe lugar a desculpas, andaram na primeira parte praticamente a jogar no meio campo adversário, no entanto com um jogo atrapalhado, pouco convicto e com botas de chumbo, a segunda parte não vi porque gosto pouco de ver dar pancada em mortos. Mudem o disco porque este já não serve e parece-me que o salário que recebem exige mais responsabilidade e qualidade.

RESPONDER

Trump obriga grupo chinês a vender operações do TikTok nos EUA

O Presidente norte-americano deu, na sexta-feira, 90 dias ao grupo chinês ByteDance para vender as suas operações do TikTok nos Estados Unidos, segundo um decreto presidencial assinado por Donald Trump. Trump tem acusado nos últimos meses, …

Pandemia fez com que quase metade dos portugueses poupe menos

Quase metade dos portugueses (48%) afirma poupar menos devido ao impacto da pandemia, embora mais de um terço assuma que a crise sanitária está a ter um efeito positivo nos seus gastos, segundo um estudo …

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …