Alunos da Universidade do Minho usam cruz suástica em praxe e causam revolta

Hugo Delgado / Lusa

Uma braçadeira com uma cruz suástica, usada por um estudante da Universidade do Minho (UM) durante uma praxe, está a indignar a comunidade académica bracarense.

A praxe, realizada por um grupo de alunos do curso de Biologia Aplicada, foi protagonizada há dias e tem gerado polémica depois de terem sido divulgadas fotografias nas redes sociais, conta hoje o Jornal de Notícias.

“Ontem antes de ir dormir dei de caras com esta fotografia. Nela podemos ver um grupo de estudantes de biologia aplicada da universidade do Minho faz uma praxe. Até aí nada de novo. O que me deu a volta ao estômago completamente foi reparar que um dos praxados ostentava uma braçadeira do partido nazi!”, lê-se numa publicação no Facebook de Ricardo Sant’Anna, um judeu que vive em Braga.

“No passado dia 27 de Janeiro celebrou-se a nível mundial o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, e ontem, dia 9 de Fevereiro, os alunos da prestigiada Universidade do Minho andavam a brincar“, adiantou.

De acordo com o JN, Ricardo Sant’Anna é um dos contestatários desta praxe que envolveu símbolos nazis e pretende “dar conhecimento deste ato à comunidade judaica de Lisboa”.´

A ação, que se realizou há poucos dias, já foi condenada pelo presidente da Associação Académica e pelo reitor.

“Tenho pena que haja alunos que usem braçadeira nazis, mas garanto que a praxe não se realizou no interior das instalações da universidade”, afirmou ao JN António Cunha, reitor da Universidade do Minho.

O presidente da Associação Académica da UM, Bruno Alcaide, também lamenta o incidente e refere que pretende reunir com os representantes do curso para discutir o que dizem ter sido uma “sátira irrefletida”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Caro zap,
    claramente – e à falta de fonte original desta peça – esta notícia é de vossa autoria (leia-se escrita).
    Se estivesse no vosso lugar eu alteraria o título desta notícia (“Universidade do Minho usa cruz suástica em praxe e causa revolta”), com o intuito de evitar repercussões legais.
    A instituição não usou a braçadeira e legalmente apenas os representantes designados para o efeito podem efectivamente representar uma instituição. Um aluno não é um representante da instituição e como tal o vosso título não é correcto, quiçá ético (de todo) em usar…
    Parece-me, a título pessoal, que o “clickbait” começa a ser prática comum por aí…

    Cumprimentos.

    • Caro Filipe Silva
      Obrigado pelo seu reparo, na sequência do qual entendemos adequado alterar o título original.
      Permita-nos apenas salientar que a peça indica na realidade e com clareza a fonte em que se baseou (no caso, o Jornal de Notícias)

  2. Pergunto-me os nazis nao têm o mesmo direito que os catolicos? É uma relegiao, tao simples quanto isso… nao sei o pq de tanta revolta, todos têm direito ha relegiao que quiserem, simples…. se forem julgar nazis pelo holocausto, entao devem julgar os cristaos pela inquiziçao, e por ai adiante em quase todas as relegioes que mataram em nome de algo maior

      • Entao nao é? Uma relegiao é quando tens fé numa certa coisa/pessoa… neste caso foi Hitler, eles podem e têm o direito a considerar Hitler como deus, nao é muito difrente do cristianismo e muitas outras relegioes

  3. Está notícia para além de mal elaborada está a induzir os leitores em erro. Peço que não cometam o mesmo erro que o JN e demais jornais e informem como foi as circunstâncias do uso do símbolo em causa.
    Obrigada

RESPONDER

Taiwan vende vacinas da AstraZeneca a 17 euros para evitar que expirem

Com lotes da vacina da AstraZeneca em risco de expirarem, devido a resistência à sua toma entre grupos prioritários, Taiwan começou esta segunda-feira a administrá-las a qualquer pessoa, por 17 euros. Horas depois de o sistema …

Mourinho: "Não preciso de fazer uma pausa, estou sempre no futebol"

O treinador português disse, esta segunda-feira, que "não necessita de fazer uma pausa", após deixar o comando técnico do Tottenham, e frisou estar "sempre no futebol". Embora não se tenha alongado muito, José Mourinho falou pela …

Regime sírio acusado de crimes contra a humanidade na Suécia

Quatro organizações não-governamentais apresentaram uma queixa junto da polícia da Suécia contra altos responsáveis do regime sírio por crimes contra a humanidade pelos ataques com armas químicas na Síria, em 2013 e 2017. A queixa foi …

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países da UE sem 5G

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países na União Europeia (UE) que ainda não têm qualquer oferta comercial de 5G, revelou o último relatório trimestral do Observatório Europeu do 5G, um organismo da Comissão …

Jair Bolsonaro diz que quem votar em Lula da Silva "merece sofrer"

No mês passado, o Supremo Tribunal Federal decidiu que Lula da Silva pode voltar a candidatar-se à presidência do Brasil e Jair Bolsonaro, o atual presidente do país, considera que quem votar em Lula "merece …

Covid-19. Plano Nacional inclui testes em centros comerciais ou empresas

O Plano Nacional para a Testagem Massiva prevê a realização generalizada de testes para deteção precoce do coronavírus, passando a estar disponível em centros comerciais, estações de transportes públicos ou empresas, e podendo pode ser …

Seul vai aceitar descarga de água radioativa de Fukushima (se o Japão cumprir certas condições)

A Coreia do Sul aceitará, caso sejam cumpridas algumas condições, o plano do Governo japonês para despejar gradualmente no mar águas tratadas, mas ainda radioativas, da central nuclear destruída de Fukushima, segundo o Governo sul-coreano. O …

CDS vai apresentar projeto sobre enriquecimento ilícito. PSD só apoia medida que seja "eficaz e constitucional"

O CDS-PP vai apresentar no Parlamento um projeto sobre o enriquecimento ilícito, anunciou o presidente do partido esta terça-feira, antecipando que a iniciativa se debruçará sobre o poder político, o poder judicial e o funcionamento …

Deputada Cristina Rodrigues propõe campanha contra pirataria de jornais

A deputada não inscrita Cristina Rodrigues recomendou, esta segunda-feira, ao Governo a divulgação de uma campanha nacional que promova o combate à pirataria de jornais e revistas e que aumente a fiscalização relativa ao crime …

Fuga a notificações judiciais deixa 15 mil pessoas à margem da lei

A Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ) divulgou uma lista com 15.178 nomes de cidadãos e gerentes de empresas procurados por não prestarem contas dos crimes cometidos. Dessa lista, 7900 são homens, 1401 mulheres, 5665 pessoas …