Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação.

O algoritmo recorre ao chamado machine learning, ou aprendizagem de máquina, que é o campo de estudo que dá aos computadores a habilidade de aprender sem serem explicitamente programados para tal.

“Normalmente, na Física, fazemos observações, criamos uma teoria com base nessas observações e, de seguida, usamos essa teoria para prever novas observações. O que eu estou a fazer é substituir este processo por um tipo de caixa negra que pode produzir previsões precisas sem usar uma teoria ou lei tradicional”, disse em comunicado Hong Qin, autor do artigo publicado na revista Scientific Reports.

“Essencialmente, ignorei todos os ingredientes fundamentais da Física. Vou diretamente de dados em dados. Não há lei da Física no meio”, acrescentou, citado pelo EurekAlert.

Qin desenvolveu este algoritmo para prever as órbitas dos planetas no Sistema Solar, treinando-o com os dados das órbitas de Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Ceres e Júpiter. O investigador está agora a adaptar o algoritmo para prever e até mesmo controlar outros comportamentos.

O autor inspirou-se no trabalho do filósofo sueco Nick Bostrom, que argumentou que o mundo em que vivemos pode ser uma simulação. Com o seu novo algoritmo, Qin acredita ter conseguido oferecer um exemplo de trabalho de uma tecnologia subjacente que poderia suportar a simulação.

Se realmente vivêssemos numa simulação, então as leis fundamentais da Física deveriam revelar que o Universo consiste em pedaços de espaço-tempo, como pixeis num videojogo.

A resultante visão pixelizada do mundo, semelhante à que é retratada no filme Matrix, é conhecida como uma teoria de campo discreto, que vê o Universo como composto de bits individuais e difere das teorias que as pessoas normalmente criam.

“Qual é o algoritmo em execução no computador do Universo? Se tal algoritmo existe, eu diria que deveria ser simples, definido na rede discreta do espaço-tempo. A complexidade e a riqueza do Universo vêm do enorme tamanho da memória e do poder da CPU do computador, mas o algoritmo em si pode ser simples”, explicou Qin em declarações ao portal Big Think.

Contudo, um algoritmo que deriva previsões significativas de eventos naturais a partir de dados ainda não significa que nós mesmos tenhamos a capacidade de simular toda existência. Qin acredita que estamos provavelmente “muitas gerações” longe de sermos capazes de realizar tal feito.

As teorias de campo discretas vão contra o método mais popular de estudar física hoje em dia, que vê o espaço-tempo como um contínuo.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas é claro que vivemos em um mundo, que simula a Real Realidade. A Realidade, não é a que se vive na Terra, mas sim, uma imagem primaria dessa Realidade. Nessa medida, aquilo a que os humanos chamam realidade, não passa de um palco, onde se ensaiam peças da Real Realidade. A Realidade, está para além humana.

  2. Dose!! Então os sportinguistas vão ser campeões quando na realidade o não serão??!
    Até aqui andamos todos enganados; Agora é que vem com esta “descoberta”?!?
    É conluio para os desprestigiar!!
    Só pode…

RESPONDER

Farense 0-1 Sporting | Beto e Adán gigantes em noite de recorde leonino

O Sporting sofreu bastante para levar os três pontos na visita ao Farense. O líder do campeonato marcou um golo, por Pedro Gonçalves, dominou durante a primeira parte, mas na segunda deixou os algarvios criarem …

Uma simples mudança está a evitar a morte de um macaco em vias de extinção

Cientistas conseguiram dar uma tábua de salvação a uma espécie de macaco em risco de extinção, cujos espécimes são frequentemente atropelados por automóveis nas estradas de um parque nacional em Zanzibar. De acordo com a Lista …

Antigo rito sagrado "entre irmãos" pode ter sido, na verdade, o casamento homossexual

A adelfopoiese era uma cerimónia praticada historicamente na tradição cristã para unir duas pessoas do mesmo sexo - normalmente homens - num relacionamento reconhecido pela igreja, análogo ao irmão. Segundo documentos históricos, com 20 anos, Simeão …

Talin fechou uma estrada para que sapos e rãs possam atravessar em segurança

A capital da Estónia fechou uma estrada movimentada, durante as noites do mês de abril, para garantir que milhares de sapos e rãs conseguem atravessar em segurança para o local onde se vão reproduzir. Geralmente, são …

Organizador do White Lives Matter está a formar um novo grupo fascista (que quer uma guerra racial)

Organizador do White Lives Matter está a formar um novo grupo fascista, que procura agradar à opinião pública e quer ver uma guerra racial nos Estados Unidos. O organizador do abortado comício White Lives Matter, em …

Bezos nega que funcionários sejam vistos como "robôs". Mas Amazon deve tratá-los "melhor"

O ainda presidente executivo da Amazon, Jeff Bezos, enviou uma última carta aos acionistas da empresa, negando que os funcionários sejam "tratados como robôs", conforme alegaram alguns trabalhadores e críticos da empresa. Segundo Bezos - que …

A imponência do Titanic pode ter acelerado o fim da sua história

Com quase 269 metros de comprimento, o tamanho do Titanic - considerado o maior navio do mundo em 1912 - pode mesmo ter acelerado o fim da sua história. O Titanic media quase 269 metros de …

Pogba diz que a sua relação com Mourinho "mudou da noite para o dia"

O futebolista francês recordou a relação "muito boa" que tinha com o treinador português quando este era treinador do Manchester United, mas que acabou por mudar, segundo as suas palavras, "da noite para o dia". Numa …

Empreiteiros, cuidado. Vem aí o Baubot, um robô para a construção civil

A startup austríaca Printstones, que desenvolve robôs de impressão 3D desde 2017, revelou o seu mais recente protótipo: Baubot, um robô para a construção civil. A principal missão do Baubot é auxiliar e automatizar a indústria …

Oito meses depois da explosão em Beirute, o Líbano ainda é um pesadelo tóxico

A explosão em Beirute foi apenas mais uma página no longo e sombrio livro da má gestão de resíduos tóxicos no Líbano. Ainda há produtos químicos perigosos no porto de Beirute. Já lá vão oito meses …