Alexandria, a imigrante latina que pode vir a ser a pessoa mais jovem no Congresso dos EUA

@josealvarado / Alexandria Ocasio-Cortez / Facebook

Alexandria Ocasio-Cortez acabou de derrotar nas primárias do partido democrata um dos políticos mais influentes dos EUA

Alexandria Ocasio-Cortez derrotou, esta terça-feira, nas primárias do partido democrata um dos políticos mais influentes dos EUA. Caso vença as eleições intercalares de novembro, será a candidata mais jovem a chegar ao Congresso.

Filha de uma empregada de limpeza porto-riquenha e de um pequeno comerciante do bairro nova-iorquino do Bronx, há uns tempos, Alexandria Ocasio-Cortez poderia não imaginar a volta que a sua vida ia dar.

Esta terça-feira, a “nova sensação democrata” conseguiu derrotar nas primárias do partido Joe Crowley, um dos democratas e políticos mais influentes dos EUA e que estava há dez mandatos na Câmara dos Representantes, escreve a Renascença.

Formada em Economia e Relações Internacionais pela Universidade de Boston, a democrata de 28 anos chegou a trabalhar como empregada de um bar em Manhattan para evitar que a mãe fosse despejada.

Segundo a rádio, o “bichinho da política” apareceu cedo, tendo feito parte da equipa do senador Ted Kennedy e tendo participado na campanha presidencial de Bernie Sanders. Agora, mais concretamente em novembro, Alexandria vai concorrer nas eleições intercalares para o Congresso. Se vencer, será a candidata mais jovem a lá chegar.

“Não é suposto mulheres como eu concorrerem ao Governo”, afirmou a democrata aos jornalistas, depois de se recompor da surpresa dos resultados da noite eleitoral – venceu com mais de 57% dos votos.

Em entrevista à CNN, Alexandria considera que venceu porque tinha uma mensagem muito clara: “fomos bater a portas que nunca tinham sido batidas, falámos com comunidades que são habitualmente desvalorizadas e essas pessoas responderam“.

Em declarações à MSNBC, a norte-americana recordou que começou a corrida eleitoral há “nove meses apenas com um saco de papel com panfletos”. “Concorri porque achei que a nossa mensagem podia ser melhor, o nosso partido podia ser melhor, o nosso país pode ser melhor”, cita a Renascença.

De acordo com o Expresso, depois da morte do pai, Alexandria via a mãe limpar casas, enquanto conduzia autocarros escolares, para sustentar a família. “Entendo bem o sofrimento dos americanos das classes mais baixas porque foi aí que cresci”, afirmou.

Durante a campanha, Alexandria reivindicou um serviço nacional de saúde alargado, uma escola pública para todos, defendeu a política do “emprego universal”, que prevê que o Governo federal encontre um emprego para cada cidadão, e pediu o fim da Agência de Controlo de Imigração (ICE), bastante criticada pela forma como trata os imigrantes.

Questionada sobre a forma como o seu partido atua atualmente, a jovem considera que, se quiser vencer as intercalares de novembro e as Presidenciais de 2020, “tem de chegar aos jovens, a pessoas que não votam, a zonas maioritariamente de cor, onde o inglês é a segunda língua, a pessoas que têm dois empregos”, cita a rádio.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …