Alemanha acusa secretária de campo nazi de cumplicidade em 10 mil assassinatos

Promotores alemães informaram esta sexta-feira que acusaram uma ex-secretária de um campo de concentração nazi de cumplicidade no assassinato de 10 mil pessoas, o primeiro caso contra uma mulher nos últimos anos.

De acordo com a agência France Presse (AFP), a mulher, atualmente com 95 anos, trabalhou no campo de Stutthof, perto de Danzig (agora Gdansk), na Polónia. O seu nome não foi divulgado, mas a emissora regional NDR identificou-a como Irmgard F., residindo agora num lar para idosos no norte de Hamburgo.

A ré “é acusada de ter ajudado os responsáveis ​​no campo no assassinato sistemático de prisioneiros judeus, guerrilheiros polacos e prisioneiros de guerra soviéticos na sua função de estenógrafa e secretária do comandante”, entre junho de 1943 e abril de 1945, indicaram os promotores em comunicado.

A mulher, que era menor na época dos supostos crimes, é acusada de “auxílio e cumplicidade em homicídio em mais de 10 mil casos”, bem como de cumplicidade em tentativa de homicídio.

Os investigadores realizaram uma investigação “muito elaborada”, incluindo entrevistas com testemunhas que vivem nos Estados Unidos (EUA) e em Israel. Os historiadores também foram encarregados de avaliar o trabalho da acusada no campo, já que uma questão-chave é a “responsabilidade concreta” que teve nas mortes.

Devido à sua idade na época dos crimes, será julgada num tribunal de menores.

A Alemanha tem levado à justiça os sobreviventes da equipa nazi após a condenação, em 2011, do ex-guarda John Demjanjuk. O tesoureiro Oskar Groening e o ex-guarda da SS no mesmo campo, Reinhold Hanning, foram também condenados por cumplicidade em assassinato em massa. Ambos tinham 94 anos e morreram antes de serem presos.

No veredicto mais recente, o ex-guarda da SS Bruno Dey foi considerado culpado, aos 93 anos, e recebeu uma pena suspensa de dois anos. Este trabalhava no mesmo campo de Stutthof, criado em 1939, utilizado inicialmente para deter prisioneiros políticos polacos. Cerca de 65 mil pessoas morreram no campo.

Os promotores ainda estão a analisar mais uma dúzia de casos contra ex-nazis ou funcionários da SS que trabalharam nos campos de Buchenwald, Sachsenhausen, Neuengamme ou Mauthausen. Em julho, foi aberto um caso contra outro ex-guarda em Stutthof, por cumplicidade no assassinato de várias centenas de pessoas.

  Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Num momento único, astrónomos viram uma anã branca a "ligar e desligar"

Pela primeira vez, uma equipa de astrónomos usou o Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS) para ver uma anã branca a desligar e ligar abruptamente.  Em astronomia, uma anã branca é um remanescente estelar composto principalmente por …

Pela primeira vez, o Princípio da Equivalência de Einstein foi verificado em quasares

Investigadores conseguiram medir o desvio para o vermelho gravitacional em quasares e assim estender o teste a regiões muito distantes de onde a luz foi emitida quando o nosso Universo era jovem. De acordo com a …

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …