Alemanha lança megaoperação antiterrorista contra grupo islâmico

A polícia alemã tem em marcha uma operação antiterrorista que envolve centenas de agentes e visa 200 locais em dez estados do país relacionados com um grupo islamita, revelaram as autoridades locais esta terça-feira.

O grupo Die wahre Religion (“a verdadeira religião”) foi também proibido pelo ministro do Interior, Thomas de Maiziere, a partir de hoje, informou uma porta-voz do ministério.

Segundo a mesma porta-voz, estão em curso buscas, desde a madrugada, em dez estados da Alemanha.

O grupo é suspeito de propagar o ódio, e esteve em contacto com várias pessoas que viajaram para a Síria, acrescentou.

O Die wahre Religion é também conhecido por um programa de distribuição de cópias do Corão na Alemanha.

“Não toleramos fanáticos que tentam radicalizar jovens”, disse, por seu turno, Peter Beuth, ministro do Interior de Hesse, um dos estados onde decorrem buscas.

“Com a proibição desta organização, uma grande fonte de radicalização foi erradicada do país. Aqueles que espalham mensagens de ódio não podem esconder-se atrás da liberdade religiosa”, acrescentou.

Segundo os meios de comunicação social alemães, estão a decorrer buscas em apartamentos e mesquitas.

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Finalmente começam a abrir os olhos… O islamismo não tem lugar nos países de maioria cristã, da mesma forma que o cristianismo não tem lugar nos países de maioria islâmica… E quem decide deixar o seu país de maioria islâmica para rumar a um país de maioria cristã deverá aceitar a religião existente no país de destino e fazer as suas orações islâmicas entre as quatro paredes de sua casa (assim como o contrário num caso de um cristão rumar a um país islâmico)… Agora não podem exigir a construção de mesquitas, quando a construção de igrejas católicas nos seus países também não é permitido… Os facilitismos (de deixarem construir mesquitas para serem considerados tolerantes) dão sempre mau resultado, tal como acontece com um filho, que, quando os pais deixam-no fazer tudo o que lhe apetece, vira um rebelde e contra os seus próprios pais, maltratando-os sem qualquer respeito por eles…

  2. A Merkel abriu-lhes as portas descaradamente sem nenhum controlo, agora andam aflitos. Aguentem-se, tivessem pensado nesses terroristas antes de abrir portas.

  3. Vejam como o governo australiano resolveu o assunto: (podem vir, mas este é um país Cristão, Não é um país Islâmico, nas nossas escolas existem símbolos Cristãos, se não gostam, não são bem vindos, mas se vierem, tem de respeitar as nossas crenças.)
    Foi mais ou menos assim, e é precisamente o que eu defendo, porque o Cristão num pais Islamico não pode praticar a sua crença porque na grande maioria dos casos, é preseguido e morto, e os governantes europeus nada fazem.
    Portanto, eles se querem vir, então respeitem, senão fiquem por lá.

  4. O islao devia ser proibido universalmente pelas UN, pois é um regime nazi para com todos aqueles que felizmente nao sao islamicos e que rejeitam e rejeitarao sempre o falso profeta o suino maomé porcino e macacoide. O falso corão ou falso quran é o mein kampf do nazi islamo-fascismo.

RESPONDER

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …

Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

Richard Moore pediu desculpa " pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados", tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6. O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino …

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou o Ministério da Saúde este sábado. Num comunicado de balanço do processo de …