Alcoolímetro fora do prazo iliba condutora apanhada com excesso de álcool

Uma auxiliar de acção médica aposentada foi absolvida do crime de condução em estado de embriaguez, após ter acusado 2,23 gramas de álcool por litro de sangue, porque o prazo de validade da aprovação do alcoolímetro usado pela PSP tinha expirado.

O Tribunal de Aveiro absolveu uma condutora de 60 anos de um crime de condução em estado de embriaguez, por o prazo de validade da aprovação do alcoolímetro usado pela PSP ter expirado, segundo um acórdão consultado pela Lusa.

Em causa está, no entender da juíza, o facto de a utilização do alcoolímetro da marca Drager, modelo 7110 MKIII P, ter sido aprovada pelo Instituto Português da Qualidade (IPQ) por dez anos, prazo que expirou a 6 de Junho de 2017, antes da data do crime.

Contactada pela Lusa, a PSP refere, porém, que os aparelhos em utilização estão “totalmente válidos”, uma vez que respeitam os “necessários critérios de verificação”, de acordo com a legislação em vigor.

A condutora foi mandada parar pela PSP no dia 8 de Outubro, pelas 18h00, quando conduzia uma viatura ligeira na freguesia de Santa Joana, em Aveiro.

Submetida ao teste de alcoolemia, a mulher acusou uma taxa de 2,23 gramas de álcool por litro de sangue, quase o dobro do valor a partir do qual é considerado crime, refere a sentença datada de 3 de Novembro.

Durante o julgamento, a arguida confessou ter ingerido bebidas alcoólicas, mas acabou absolvida por o tribunal considerar que o talão emitido pelo analisador não podia ser considerado válido como meio de prova.

Apesar de o alcoolímetro em causa ter sido submetido a verificação periódica do IPQ em Maio passado, a juíza diz que isso é diferente da homologação, que consiste numa “exaustiva análise de conformidade metrológica do modelo do aparelho, pressuposto da sua aptidão para a realização dos testes”.

O tribunal considerou ainda “irrelevante” que a arguida se tenha conformado com a taxa e prescindido da contraprova, uma vez que ficou por provar a concreta taxa de alcoolemia que a mesma apresentava.

Numa nota enviada à Lusa, o Gabinete de Imprensa e Relações Públicas da PSP sublinha que os alcoolímetros Drager, modelo 7110 MKIII P, estão “totalmente válidos”.

A Polícia baseia-se no decreto-lei n.º 291/90, de 20 de Setembro, que refere que “os instrumentos de medição em utilização cuja aprovação de modelo não seja renovada ou tenha sido revogada podem permanecer em utilização desde que satisfaçam as operações de verificação aplicáveis”.

“Este entendimento é partilhado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e IPQ, sendo este último organismo o responsável por assegurar a qualidade metrológica dos instrumentos em uso”, refere a mesma nota.

A Lusa contactou ainda a ANSR, a GNR e o Governo, mas não obteve qualquer resposta. A decisão do Tribunal de Aveiro ainda é passível de recurso por parte do Ministério Público.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pela fotografia, já estamos colonizados pelos estados unidos, é que o policia da foto é americano. Quanto à questão de fundo, parece que existe um erro flagrante na reportagem, a verificação que o IPQ, tem que fazer é ao aparelho, se este está conforme, outra coisa é a validade do aparelho.

    • Americano?!
      Parece que andas é “colonizado” pela distracção!…
      Além de, na legenda da foto estar: “West Midlands Police/Wikimedia”, observando a foto vê-se perfeitamente (além do tipo de uniforme), que o símbolo no chapéu do policia tem a coroa britânica!
      Portanto, só alg
      .
      Em relação à noticia, a reportagem não tem nenhum erro; o problema é a decisão do tribunal!
      Não faz qualquer sentido esta decisão, pois se o aparelho foi aprovado e está verificado, não há qualquer razão para o resultado do teste não ser válido!!
      Tal como refere a PSP, mesmo que a aprovação modelo não seja renovada, desde que verificado, o equipamento pode continuar a ser usado!
      Parace-me que esse veredicto será facilmente anulado num recurso e que esses juízes precisam de um curso de metrologia!

RESPONDER

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …

Mais verde e mais barato. Suécia segue a Alemanha e instala a primeira turbina eólica de madeira

A Suécia instalou uma nova e interessante turbina eólica: uma torre construída em madeira. A Alemanha também já tem esta nova tecnologia. Construída a partir de materiais de fontes sustentáveis e que oferecem desempenho comparável às …

Já não mostra só as filas do supermercado. App "Posso ir?" também diz se pode ir à praia

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia. Agora, a aplicação "Posso ir?" vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar …

Discurso xenófobo. Na Áustria, "a islamofobia tornou-se uma forma dominante de racismo"

A Áustria regista um aumento preocupante do discurso xenofóbico, em particular em relação aos muçulmanos e refugiados, alerta um relatório do Conselho da Europa. A Comissão do Conselho da Europa contra o Racismo e a Intolerância …

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia é uma invenção

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia de coronavírus é uma invenção, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Economia de Moscou (HSE). Segundo avançou o site de notícias RBC, citado …

"Botellón" está de volta a Lisboa. Ajuntamentos sem controle podem estar a espalhar o vírus

Há cada vez mais ajuntamentos de jovens em Lisboa, nomeadamente nos bairros típicos, mas também em locais como bombas de gasolina, para o convívio e o consumo de álcool. Um tipo de comportamento que está …

Trump negou ter-se abrigado num bunker da Casa Branca por causa dos protestos

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, negou esta quarta-feira ter sido escoltado para um 'bunker' na Casa Branca, devido aos protestos pela morte de George Floyd, alegando ter ido lá apenas para inspecionar …

Itália. Manifestantes desviam as máscaras e protestam contra medidas para conter pandemia

Centenas de manifestantes se reuniram em Roma, desviando as suas máscaras dos rostos, para protestar contra as medidas do Governo italiano para impedir a propagação do coronavírus. Segundo avançou na terça-feira a Time, os manifestantes, que …

Brasil pagou anúncios em sites investigados por publicar notícias falsas, avança O Globo

O Governo brasileiro publicou milhões de anúncios oficiais em sites investigados por divulgar notícias falsas, avança o jornal O Globo. O Governo do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, publicou milhões de anúncios oficiais em sites investigados por …