Alberto João Jardim “não passa deste mandato”

PSD Madeira / Flickr

Alberto João Jardim

Alberto João Jardim

Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim, que cumpre esta segunda-feira 36 anos de exercício de funções como presidente do Governo Regional da Madeira, assegura que pretende manter o plano de abandonar as funções e a liderança do PSD-M.

“Mas, agora, não passa deste mandato e não concorro mais à Direção do partido”, asseverou Jardim numa entrevista à agência Lusa.

O líder madeirense sublinha que o seu objetivo é sair da governação em janeiro de 2015, após a aclamação, em congresso, do novo presidente do PSD-Madeira, eleito nas eleições internas de dezembro deste ano.

“Espero que sim, a não ser que se crie uma situação do Presidente da República querer fazer eleições antecipadas por não aceitar, antes do fim do meu mandato, que é em outubro de 2015, outro presidente do Governo e, então, se o partido assim entender, não tenho outro remédio senão fazer até ao final o mandato”, reconhece.

Concorrência

Em vésperas de sair da vida governativa e após ter delineado o seu plano de retirada que tem merecido alguma resistência no interior do partido, existem quatro candidaturas assumidas à liderança do PSD-Madeira.

Até agora são candidatos à sucessão o ex-presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Albuquerque, que já o defrontou nas últimas directas, o ex-eurodeputado Sérgio Marques, o ex-vice-presidente do Governo Regional e seu par na Comissão Política Regional, Miguel de Sousa, e o secretário do Ambiente e Recursos Naturais, Manuel António Correia, que é a sua aposta para o suceder.

“Há pessoas que me perguntam se eu estou ou não magoado com isso [as críticas de que tem sido alvo por parte dos seus próprios companheiros de partido], eu respondo que não, pelo contrário, porque, com as atitudes ordinárias que eu vi por aí, eu sinto-me feliz por não ser igual a eles”, afirma.

Memórias

Recordando o seu dia 17 de março há 36 anos, diz: “Lembro-me, fui cortar o cabelo e, a seguir, fui tomar posse”.

Ao longo de quase quatro décadas o líder madeirense somou 46 vitórias eleitorais consecutivas dando sempre o “peito” pelos seus candidatos, facto que lhe mereceu inúmeras críticas por parte da oposição. “O mais difícil foi aturar o feitio complicado de algumas pessoas, muito influenciado pelo meio, que tem dois defeitos enormes – a bilhardice e a inveja”, afirma.

Há 36 anos, na tomada de posse, Jardim dizia que “a Madeira será o que os madeirenses quiserem”.

Volvido este tempo, o chefe do executivo regional adverte: “no dia em que os madeirenses caírem na asneira de se entregar nas mãos dos interesses que antes os humilharam e os exploraram, a Madeira está desgraçada, mas a culpa foi também dos madeirenses que aceitaram isso. Eu tenho sempre razão, a Madeira será aquilo que os madeirenses quiserem“.

Legado

Confrontado se os madeirenses não poderão estar “magoados” com a sua governação que levou a Madeira a uma dívida pública de 6,3 mil milhões de euros, o governante madeirense responde que “não havia outra solução”.

“A política é saber aproveitar as oportunidades no tempo certo e enquanto foi possível, porque havia massa financeira disponível, aproveitar as oportunidades, mesmo recorrendo a dívida pública, fez-se tudo o que se podia fazer”, declara, assegurando que “se não se tivesse feito, hoje não se podia fazer, hoje o madeirense não tinha a qualidade de vida que tem”.

Alberto João Jardim argumenta que “quando falta liquidez na banca, falta automaticamente também para quem faz uma política recorrendo à dívida pública” e, daí, quando foi assinado o Programa de Assistência Financeira a Portugal por parte do Banco Central Europeu, do Fundo Monetário Internacional e da União Europeia, o Governo Regional decidiu igualmente recorrer a um Programa de Assistência para “consolidar” as suas finanças.

“Tudo natural”, declara.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …

Processos com acórdãos a meias entre Rangel e Galante estão em risco

Durante dez anos, centenas de acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa foram feitos a meias entre Rui Rangel e Fátima Galante. Agora, esses processos estão em risco. A Procuradoria-Geral da República anunciou esta sexta-feira a …