Águias migraram repentinamente para o Irão (e quase levaram cientistas russos à falência)

Não é fácil estudar aves. Na Sibéria, por exemplo, águias equipadas com emissores de GPS que estavam a ser estudas por cientistas russos decidiram voar para fora do alcance, ativando tarifas de roaming de dados e esgotando os fundos dos investigadores.

O projeto da Rede Russa de Pesquisa e Conservação de Aves de Rapina está a monitorizar 13 aves da espécie águia-de-estepe em vias de extinção para perceber melhor as ameaças que enfrentam durante a migração.

As aves estão equipadas com sistemas de GPS ligados a um cartão de telemóvel, que marca a localização do animal doze vezes por dia e envia as coordenadas para os contactos dos investigadores em quatro mensagens. Se a ave estiver fora de cobertura móvel, armazena os dados em texto assim que volta ao alcance.

Porém, os cientistas que monitorizavam este grupo de águias ficaram sem dinheiro depois de as aves terem passado o verão fora de cobertura móvel, no Cazaquistão, tendo posteriormente voado para o Irão e para o Paquistão, esgotando os dados.

“Min ficou fora do alcance de cobertura móvel durante todo o verão no Cazaquistão e o sistema não conseguiu enviar nenhum dado até voltar ao alcance no início de outubro”, explicaram os investigadores numa publicação num blogue. “Esperávamos ouvir sobre Min do Cazaquistão, mas começou a transmitir todos os seus movimentos de verão do Irão”.

No Irão, as aves começaram a enviar mensagens de texto de dados de GPS, custando ao orçamento do programa cerca de 100 euros por dia. Cada mensagem de texto no Irão custa 0,69 euros, cerca de 25 vezes mais do que na Rússia, de acordo com o r.

“Algumas das outras águias do programa também ficaram quietas nos meses de verão antes de voltar com uma repentina inundação inesperada de cobranças e esses custos imediatamente consumiram o nosso escasso orçamento“, contaram.

O prejuízo levou mesmo a que os cientistas fossem obrigados a lançar uma campanha de financiamento coletivo, com o nome “Recarregue o telemóvel da águia”. Já foram doados mais de 3.500 euros, o suficiente para que a investigação possa continuar até ao final do ano.

As aves são águia-das-estepes, uma espécie de ave de rapina enorme com asas com envergadura de até dois metros, que se reproduzem em savanas abertas, desertos e estepes da Ásia Central. Quando não estão em temporada de acasalamento, as águias ficam no sul da Ásia e na África. As águias comem principalmente carniça e são uma espécie carismática da Ásia. Infelizmente, estão ameaçadas à medida que os países transformam os seus habitats nativos em terras agrícolas.

Segundo os investigadores, continuar a monitorizar os animais é importante para identificar como é que as espécies ameaçadas de extinção sofrem perigos nas suas rotas migratórias, como a caça ilegal e armadilhas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Possivelmente será por uma questão de religião, se aquelas acolá para o lado do Jardim Zoológico lhes dá na gana de tomarem o mesmo rumo, lá vamos ficar nós com um futebol menos barulhento.

RESPONDER

O detetive a bordo do rover da NASA Perseverance

Marte está muito longe da famosa 221 Baker Street, mas um dos detetives mais conhecidos da ficção estará representado no Planeta Vermelho quando o rover Perseverance da NASA pousar no dia 18 de fevereiro de …

Nem o mar profundo se safa das alterações climáticas

Um novo estudo mostra que as alterações climáticas já estão a bater à porta do mar profundo, e os seus habitantes poderão em breve estar em perigo. De acordo com o site IFLScience, a equipa de …

Príncipe belga pede desculpa por violar confinamento em festa ilegal em Espanha

O príncipe Joachim da Bélgica disse “lamentar profundamente” não ter respeitado “todas as medidas” do confinamento durante uma viagem a Espanha, onde participou numa festa ilegal em Córdoba que está a ser investigada pela polícia. Depois …

Politólogo que previu que Trump seria Presidente vaticina a sua reeleição

O politólogo que previu que Donald Trump seria Presidente dos Estados Unidos vaticina agora a sua reeleição em novembro de 2020. Helmut Norpoth, professor de ciências políticas da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, previu …

Índia regista mais de oito mil novos casos. Tem "uma longa batalha" pela frente

A Índia registou mais de oito mil novos casos de covid-19 num único dia, um novo recorde desde o início da pandemia no país, foi este domingo anunciado. O número de casos confirmados de covid-19 na …

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …