Afinal, a Via Láctea não é um disco plano e estável

Chao Liu/National Astronomical Observatories, Chinese Academy of Sciences

Afinal, o disco estelar da nossa galáxia é tudo menos estável e plano. Pelo contrário: torna-se cada vez mais “deformado” e desviado do coração da Via Láctea. Esta é a conclusão dos astrónomos dos Observatórios Astronómicos Nacionais da Academia Chinesa de Ciências (NAOC).  

A uma grande distância, a galáxia pareceria um disco fino de estrelas que orbitam uma vez a cada poucas centenas de milhões de anos em torno da sua região central, onde centenas de milhares de milhões de estrelas, juntamente com uma grande massa de matéria escura, fornecem a “cola gravitacional” para manter toda a matéria junta – formando o disco.

Contudo, a força da gravidade enfraquece-se nas regiões internas da Via Láctea. No distante disco externo da galáxia, os átomos de hidrogénio que compõem a maior parte do disco de gás da Via Láctea já não estão confinados a um plano fino, dando antes ao disco uma forma em S distorcida.

“É notoriamente difícil determinar as distâncias do Sol a partes do disco de gás externo da Via Láctea sem ter uma ideia clara de como este disco se parece”, explicou o investigador do NAOC, Chen Xiaodian, autor principal do artigo esta semana publicado na revista especializada Nature Astronomy.

Cefeidas, as estrelas variáveis

“No entanto, publicamos recentemente um novo catálogo de estrelas variáveis de comportamento correto conhecido como cefeidas clássicas, para as quais é possível determinar as distâncias precisas de 3 a 5 por cento”, acrescentou. E foi a partir deste banco de dados que a equipa conseguiu desenvolver a primeira imagem tridimensional precisa da Vida Láctea nas suas regiões mais remotas.

As cefeidas clássicas são estrelas jovens quatro a 20 vezes mais massivas do que o Sol e até 100.000 vezes mais brilhantes do que o nosso astro. Estas altas massas estelares indicam que cefeidas clássicas vivem velozes e morrem jovens, queimando o seu combustível nuclear muito rapidamente, às vezes em alguns milhões de anos. Estas estrelas mostram pulsações de um dia para o outro, que são observadas como mudanças no seu brilho. Combinando com o brilho observado de uma Cefeida, o período de pulsação pode ser utilizado para obter uma distância altamente confiável.

“Para nossa surpresa, descobrimos que através do modelo 3D que a nossa coleção de 1.339 estrelas cefeidas e o disco de gás da Via Láctea são observados de perto”, explicou o professor e co-autor do estudo Richard de Grijs, da Macquarie University, na Austrália.

“Talvez mais importante, nas regiões externas da Via Láctea, descobrimos que o disco estelar do tipo S é deformado num padrão espiral progressivamente torcido “.

“Esta nova morfologia fornece um mapa atualizado e crucial para estudos dos movimentos estelares da nossa galáxia e as origens do disco da Via Láctea”, rematou Deng Licai, investigador do NAOC e co-autor do artigo agora publicado.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “centenas de mil milhões de estrelas”

    A expressão correcta seria “centenas de milhares de milhões de estrelas”.

RESPONDER

Há três datas prováveis para o Apocalipse. Duas das quais ainda este século

A humanidade corre o risco de ser extinta devido à colisão da Terra com um corpo celeste, a uma catástrofe natural ou até tecnológica. Este cenário não é uma fantasia saída dos filmes de Hollywood, …

Tondela vs Porto | Dragões garantem vantagem para o Clássico

O FC Porto fez o que lhe competia para garantir que chegava ao “clássico” do próximo sábado, com o Benfica, no primeiro lugar do campeonato. Na visita ao Tondela, os “dragões” não deram grandes veleidades …

Enfermeiras suspeitas de sabotar hospital com baratas. Queriam emprego melhor

Enfermeiras das emergências de um hospital italiano terão, alegadamente, libertado baratas no seu departamento. O objetivo era conseguirem uma transferência para outro hospital. As autoridades sanitárias da região de Nápoles abriram uma investigação a um caso …

Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo - mas pode ser extinto até 2100. No ano passado, o diretor-geral …

Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos. A empresa norte-americana …

O alpinista sem pernas que chegou ao cume do Everest foi premiado com o "Momento do Ano"

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste em maio de 2018. A perseverança de Xia Boyu valeu-lhe nesta semana um prémio.  Em 1975, Xia Boyu …

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …