/

Afinal, talvez não tenham sido os Ocidentais a descobrir a Antártida

2

Um novo estudo sugere que os primeiros humanos a descobrir a Antártida não foram marinheiros ocidentais, mas sim Polinésios, que descobriram o continente há 1300 anos.

De acordo com a maioria dos livros de História, a Antártida foi descoberta em 1820, embora não seja claro quem foi o responsável por este feito. Pode ter sido um oficial da Marinha Imperial Russa, um oficial da Marinha Real Britânica ou um capitão norte-americano.

No entanto, conta o site Live Science, um novo estudo, publicado a 6 de junho na revista científica Journal of the Royal Society of New Zealand, sugere que qualquer um destes Ocidentais chegou atrasado, pois terá sido um explorador polinésio a chegar lá primeiro.

Os investigadores escreveram na sua pesquisa que histórias com 1300 anos de diferentes grupos Maori contam que o explorador polinésio Hui Te Rangiora (também conhecido como Ūi Te Rangiora) e a sua tripulação viajaram para as águas da Antártida a bordo do navio Te Ivi o Atea.

“Em algumas narrativas, Hui Te Rangiora e a sua tripulação continuaram para sul. Um longo caminho para sul. Ao fazê-lo, foram provavelmente os primeiros humanos a colocar os olhos nas águas da Antártida e talvez no continente”, pode ler-se no estudo.

Segundo o mesmo site, se esta data do início dos anos 600 estiver correta, os exploradores indígenas encontraram a Antártida antes mesmo de os Maori terem chegado à Nova Zelândia entre 1200 e 1300, observou a equipa. Naquela época, os seus ancestrais viviam na Polinésia.

Estes cientistas encontraram evidências que apoiam esta teoria ao olhar para o nome Maori “Te tai-uka-a-pia”. “Tai” refere-se a “mar”, “uka” significa “gelo” e “a-pia” significa “como o araruta”, uma forma de amido que se parece com neve quando raspada, de acordo com um relatório de 1899 do etnólogo S. Percy Smith.

Neste relatório, Smith escreveu como os Maori queriam ver os pontos notáveis que os viajantes a bordo do Te Ivi o Atea relataram ter visto e que, segundo a sua perspetiva, seria muito provavelmente a Antártida.

  ZAP //

2 Comments

  1. Tão certo quanto os fenícios terem chegado à América centenas de anos a. C. Isto é, não se sabe porque não há provas, apenas conjeturas. O mesmo serve para os vikings, apesar da propaganda escandinava. Em resumo, todos queriam ter sido portugueses mas só os portugueses o conseguiram.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE