Afinal, os ursos polares podem sobreviver ao degelo

Jon Aars / Norwegian Polar Institute

Há estudos que vaticinam que os ursos polares vão desaparecer do planeta daqui a 50 anos, extintos pela fome, por causa do degelo no Ártico, mas uma nova investigação dá esperança à espécie graças a uma nova dieta alimentar.

As focas são o prato preferido dos ursos polares, cuja sobrevivência tem sido posta em causa por causa do degelo que está a terminar com alguns dos seus territórios privilegiados de caça.

No entanto, uma equipa de investigadores apurou que estes grandes carnívoros já estão a mudar a sua alimentação, nomeadamente virando-se para as renas e para os gansos de neve. Embora não estejam especialmente adaptados para a caça em terra, esta mudança pode, afinal, garantir-lhes a vitória contra a extinção.

“Os ursos polares são oportunistas e está documentado que consomem vários tipos e combinações de alimentos com base em terra nos registos mais antigos da história natural”, refere o investigador Robert Rockwell, do Museu Americano de História Natural, à Europa Press.

Robert Rockwell estuda a ecologia do Ártico na Baía Hudson há quase 50 anos e assina, juntamente com Linda Gormezano, também do Museu Americano de História Natural, um estudo publicado em junho na revista PLoS ONE que inclui novos dados que dão sinais de que os ursos polares podem sobreviver ao degelo.

A análise dos dois investigadores baseia-se em cálculos com a energia calórica fornecida por alimentos terrestres e as contas indicam que as estadias prolongadas dos ursos em terra podem não ser, afinal, tão negativas para o seu futuro e para a sua sobrevivência, como se pensava.

“Análises às fezes dos ursos polares e observações em primeira mão mostraram-nos que os ursos polares sub-adultos, grupos familiares, e inclusivé alguns adultos já estão a comer plantas e os animais durante o período livre de gelo”, nota Robert Rockwell citado pelo Europa Press.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …