Afinal, os ursos polares podem sobreviver ao degelo

Jon Aars / Norwegian Polar Institute

Há estudos que vaticinam que os ursos polares vão desaparecer do planeta daqui a 50 anos, extintos pela fome, por causa do degelo no Ártico, mas uma nova investigação dá esperança à espécie graças a uma nova dieta alimentar.

As focas são o prato preferido dos ursos polares, cuja sobrevivência tem sido posta em causa por causa do degelo que está a terminar com alguns dos seus territórios privilegiados de caça.

No entanto, uma equipa de investigadores apurou que estes grandes carnívoros já estão a mudar a sua alimentação, nomeadamente virando-se para as renas e para os gansos de neve. Embora não estejam especialmente adaptados para a caça em terra, esta mudança pode, afinal, garantir-lhes a vitória contra a extinção.

“Os ursos polares são oportunistas e está documentado que consomem vários tipos e combinações de alimentos com base em terra nos registos mais antigos da história natural”, refere o investigador Robert Rockwell, do Museu Americano de História Natural, à Europa Press.

Robert Rockwell estuda a ecologia do Ártico na Baía Hudson há quase 50 anos e assina, juntamente com Linda Gormezano, também do Museu Americano de História Natural, um estudo publicado em junho na revista PLoS ONE que inclui novos dados que dão sinais de que os ursos polares podem sobreviver ao degelo.

A análise dos dois investigadores baseia-se em cálculos com a energia calórica fornecida por alimentos terrestres e as contas indicam que as estadias prolongadas dos ursos em terra podem não ser, afinal, tão negativas para o seu futuro e para a sua sobrevivência, como se pensava.

“Análises às fezes dos ursos polares e observações em primeira mão mostraram-nos que os ursos polares sub-adultos, grupos familiares, e inclusivé alguns adultos já estão a comer plantas e os animais durante o período livre de gelo”, nota Robert Rockwell citado pelo Europa Press.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …