Afinal, os teóricos da conspiração podem ser apenas solitários

Se tivesse que descrever um teórico da conspiração, provavelmente pensaria numa pessoa maluca, que “não bate bem da cabeça”, certo? Errado.

Segundo um estudo recentemente publicado no Journal of Experimental Social Psychology, os teóricos da conspiração podem apenas ser solitários.

Diferentes experiências científicas mostraram que a exclusão social cria um sentimento de “falta de sentido da vida“, e essa busca por sentido leva as pessoas a reconhecerem padrões onde eles não existem, ou seja, na aleatoriedade.

O novo estudo, realizado por cientistas da Universidade de Princeton, nos EUA, liga os pontos, relatando que o ostracismo aumenta a superstição e a crença em conspirações.

Numa das experiências realizadas pelos autores do estudo, os participantes escreveram as suas percepções sobre uma recente interacção desagradável que tiveram com amigos.

A seguir, avaliaram os seus sentimentos de exclusão, a sua busca por propósito na vida, a sua crença em duas conspirações – que o governo usa mensagens subliminares e que as companhias farmacêuticas ocultam curas que já existem – e sua fé na actividade paranormal no Triângulo das Bermudas.

Quanto mais excluídas as pessoas se sentiam, maior era o seu desejo de ver significado na vida e mais provável era que acreditassem em conspirações.

Numa segunda experiência, dois grupos de estudantes universitários foram levados a sentirem-se excluídos ou incluídos pelos seus pares. A seguir, foram-lhes dados a ler dois cenários sugestivos de conspirações (a fixação de preços e a sabotagem num escritório) e um cenário sobre um ritual de boa sorte (bater os pés no chão antes de um encontro).

Os estudantes que foram levados a sentir-se excluídos relataram maior ligação entre comportamento e resultado nas conspirações, em comparação com os que foram incluídos – o que significa que viram padrões aleatórios baseados em crenças supersticiosas.

Segundo o autor principal do estudo, o psicólogo Alin Coman, investigador da Universidade de Princeton, embora pensemos nos teóricos da conspiração como “pessoas estranhas”, até mesmo estudantes universitários de uma instituição de prestígio podem ter tais opiniões.

Qualquer pessoa pode enraizar esse tipo de pensamento – basta que surjam as circunstâncias certas”, acrescenta Coman.

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Simplesmente ridículo .
    Será que esse teóricos não recebem informações de pessoas que estão dentro das organizações ou governos ?

    É que por norma , estas organizações ou governos negam tudo e chamam-lhe teoria da conspiração porque lhes é conveniente , isto até essa suposta teoria sem comprovada ser afinal a verdade .
    Das 100% das supostas teorias da conspiração , 87% são verdadeiras , enquanto 13% foram exageradas no seu conteúdo .

  2. Sem comentários .
    Talvez quem tenha uma mente pequena talvez seja você pelo fato de pensar que neste universo infinito nós somos únicos .
    Veja este link :
    http://www.bbc.com/news/world-us-canada-38663522

    E só pus este link porque me chamou alienado !!!!

    Infelizmente não irei continuar mais esta conversa pelo fato de todos os comentário necessitarem autorização do ZAP .

  3. Mais uma para juntar à lista de estereótipos dos teóricos da conspiração LOL
    E ao Pedro, não dê crédito a quem não interessa. Vozes de burro não chegam ao céu.

RESPONDER

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …