Aeroporto de Cabul sob “ameaça elevada de ataque terrorista”

Stringer / EPA

Pessoas tentam entrar no Aeroporto Internacional Hamid Karzai, para fugir do país, em Cabul, Afeganistão

O aeroporto de Cabul está sob “ameaça elevada de ataque terrorista”. O aviso é dos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália.

Estados Unidos, Reino Unido e Austrália apelaram aos cidadãos para saírem do aeroporto de Cabul devido a “ameaças terroristas“, quando milhares de pessoas continuam a chegar ao aeroporto para tentar fugir do país. Os três países emitiram avisos simultâneos, muito específicos e quase idênticos na quarta-feira à noite.

As pessoas que se encontram no aeroporto sobretudo “nas entradas leste e norte devem sair imediatamente”, disse o Departamento de Estado norte-americano, citando “ameaças à segurança”.



A diplomacia australiana alertou para uma “ameaça muito elevada de ataque terrorista”, enquanto Londres emitiu um aviso semelhante. “Se estiver na área do aeroporto, deixe-o para um lugar seguro e aguarde instruções adicionais. Se for capaz de sair do Afeganistão em segurança por outros meios, faça-o imediatamente”, indicou o Governo britânico.

Estes avisos surgiram depois de o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, ter dito que os rebeldes talibãs se tinham comprometido a deixar partir cidadãos dos Estados Unidos, e afegãos em risco e ainda no país após 31 de agosto.

“Os talibãs comprometeram-se publicamente e em privado a proporcionar e permitir a passagem segura de americanos, outros estrangeiros e afegãos em situação de risco no futuro, após 31 de agosto“, afirmou o responsável, sem especificar como será organizada qualquer saída, uma vez que as forças norte-americanas deverão deixar o país até ao final do mês, prazo confirmado na terça-feira pelo Presidente dos EUA, Joe Biden.

Também a Alemanha disse, na quarta-feira, ter recebido garantias dos talibãs de que os afegãos podiam deixar o país em voos comerciais, após a retirada final das tropas norte-americanas naquela data.

O chefe adjunto do gabinete político dos talibãs no Qatar, Sher Abbas Stanekzai, “garantiu que os afegãos com documentos válidos continuarão a poder viajar em voos comerciais após 31 de agosto”, escreveu, no Twitter, Markus Potzel, um diplomata alemão que está a negociar com fundamentalistas islâmicos afegãos, no final de uma reunião no emirado.

A Bélgica anunciou que a retirada de cidadãos e afegãos, sob proteção belga, terminou na quarta-feira à noite, e França avisou que o transporte aéreo vai terminar esta noite.

Na terça-feira, numa cimeira virtual com outros líderes do G7, Biden excluiu o alargamento da presença militar norte-americana em Cabul além de 31 de agosto, citando um “sério e crescente risco de ataque” do grupo extremista Estado Islâmico (EI) ao aeroporto.

Talibãs com 85 mil milhões de dólares em armamento dos EUA

Os Estados Unidos deixaram muito equipamento militar às forças afegãs e, segundo a RTP, os talibãs estão a pavonear-se nas redes sociais e nas ruas de Cabul: uniformes e botas de combate, balaclavas e coletes de proteção, M4 e M16 norte-americanas e óculos de visão noturna e miras avançadas são alguns dos equipamentos que empunham.

“Quando um grupo armado apanha armas norte-americanas, é uma espécie de símbolo de estatuto. É uma vitória psicológica”, explicou Elias Yousif, vice-diretor do Centro para a Monitorização Internacional de Políticas de Segurança.

“Devido à negligência desta Administração e à retirada do Afeganistão feita às pressas, deixaram equipamento no valor de 85 mil milhões de dólares nas mãos do nosso inimigo, os talibãs”, acrescentou Jim Banks, representante republicano no Congresso e ex-oficial que em 2014 foi colocado no Afeganistão integrado na Marinha norte-americana.

As armas são preocupantes, mas a tecnologia norte-americana deixada nas mãos dos talibãs será “devastadora” para os afegãos que trabalharam com as forças ocidentais.

“Têm óculos de visão noturna, armaduras corporais e, incrivelmente, os equipamentos biométricos que incluem as impressões digitais, impressões de retina e informação biográfica de todos os afegãos que nos ajudaram e estiveram ao nosso lado nos últimos 20 anos”, justificou.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Isto está cada vez melhor… Os Talibãs estão como querem e são uns mentirosões de todo o tamanho. Não se pode confiar neles em nada. Mas essa de 3 países alertarem ao mesmo tempo para ameaça terrorista cheira-me a truque para tentar dispersar a malta dali.

    Então quer dizer… Ou os serviços secretos dos 3 países combinaram todos descobrir esta do terrorismo ao mesmo tempo – durante o G7 – ou não sei. É muita coincidência e ainda por cima dá-lhes jeito que os afegãos fujam dali.

RESPONDER

"Nunca tive tanto medo na minha vida". Ruth estava a dormir quando meteorito lhe caiu na cama

A mulher ficou assustada com o incidente, mas acabou por sair ilesa. Agora, pretende recuperar dos danos causados e admite que quer conservar a pedra. Parece ficção, mas a história aconteceu na cidade de Golden, no …

Corrida ao peru de Natal. Britânicos temem não ter a iguaria na mesa - e a culpa é do Brexit

No Reino Unido, há falta de mão de obra na agricultura e a criação de perus está a ser uma das áreas mais afetadas. Procura da iguaria natalícia já aumentou. Na quinta "Flower Farm", no coração …

Paulo Rangel vai candidatar-se à liderança do PSD "independentemente de qualquer calendário"

O eurodeputado Paulo Rangel vai anunciar que se candidata à liderança do PSD numa intervenção no perante os conselheiros esta noite. Paulo Rangel quer candidatar-se à liderança do PSD, segundo avançaram o Observador e a TVI. …

México venceu, apesar de não deixarem os jogadores dormir

Adeptos de El Salvador acrescentaram um episódio à rivalidade com o México. Corona começou no banco mas entrou logo aos 20 minutos. O México continua o seu percurso vitorioso rumo à fase final do Mundial 2022. …

“Esqueceram-se de nós". Bombeiros fazem greve de dois dias em novembro devido ao OE

Os bombeiros profissionais marcaram greve para os dias 11 e 12 novembro para contestarem a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que "se esqueceu completamente" da classe, anunciaram hoje a associação e o sindicato …

Professores deixam as salas de aula para se tornarem fabricantes de caixões low-cost

Quando a covid-19 obrigou ao encerramento das escolas no Uganda, Livingstone Musaala abriu mão do seu trabalho como professor de matemática para se dedicar à construção de caixões de valor acessível - numa altura em …

Casos de covid-19 entre os alunos mais novos não aumentaram no primeiro mês de aulas

Um mês depois do início do ano letivo, não se registou um aumento de casos de covid-19 entre os alunos mais novos. De acordo com o jornal Público, o regresso ao ensino presencial não se refletiu …

Imagem procurava mostrar que "Portugal e Espanha são mais fortes quando estão juntos", disse Vox a Ventura

O líder do Chega afirmou hoje que o Vox lhe transmitiu que, ao partilhar uma imagem da dinastia filipina onde mostra Portugal anexado por Espanha, pretendia mostrar que os dois países “são mais fortes quando …

Em La Palma, empresas usam drones para alimentar animais isolados pela lava

Duas empresas espanholas utilizam drones para alimentar os animais que estão encurralados no meio da lava lançada pelo vulcão de La Palma. Numa altura em que a lava se estende pela ilha a um ritmo muito …

CDS acusa Governo de comprar voto do PAN no OE com medida sobre as touradas

A deputada do CDS-PP Cecília Meireles acusou esta quinta-feira o Governo de estar a comprar o voto do PAN no Orçamento do Estado para 2022 com a proibição das touradas para menores de 16 anos. Na …