“Não é o arguido que decide ter Alzheimer.” Advogado de Salgado critica recusa em suspender o processo

3

Mário Cruz / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Depois de o juiz que está a julgar o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), no âmbito da Operação Marquês, ter recusado suspender o julgamento, Francisco Proença de Carvalho critica a decisão. O julgamento continua esta sexta-feira.

Francisco Proença de Carvalho, advogado de defesa de Ricardo Salgado, criticou o coletivo de juízes pela recusa em suspender o processo devido ao diagnóstico de Alzheimer do antigo banqueiro.

“Não foi o Dr. Ricardo Salgado que decidiu ter esta doença”, afirmou o advogado, citado pelo Observador, pedindo aos Tribunais que “não julguem como se estivessem numa rede social, como se estivessem numa caixa de comentários de um tablóide”.

“Peço respeito por isso. O Dr. Ricardo Salgado, ao longo dos últimos sete anos, batalhou e tem batalhado pela sua defesa. Infelizmente neste momento aconteceu o que aconteceu, está demonstrado, é inequívoco”, acrescentou, garantindo que a defesa vai “batalhar” pela “demonstração da verdade” e pela “preservação da dignidade humana”.

Após cerca de um mês de interrupção, a retoma do julgamento de Ricardo Salgado está agendada para esta sexta-feira, 22 de outubro, com as audições das últimas testemunhas (Jean-Luc Schneider, Alain Rukavina e Ricardo Gaspar Rosado de Carvalho), sendo que para o mesmo dia estão já previstas as alegações finais.

Salgado responde neste julgamento por três crimes de abuso de confiança, devido a transferências de mais de 10 milhões de euros no âmbito da Operação Marquês, do qual este processo foi separado.

  ZAP //

3 Comments

  1. Não tinha Alzheimer quando roubou, nem quando foi de férias não sei para onde, este ano…
    Isto é treta da Defesa, que quer o coitadinho livre de culpas.

  2. Se não foi o arguido que decidiu ter Alzheimer, devem ter sido os advogados (ou o padre que hoje apareceu na TV sem qualquer vergonha a defender o “coitadinho” do Salgado)!…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.