Acabaram-se os falsos pacotes “ilimitados” de Internet

pennstatenews / Flickr

-

A Direção-Geral do Consumidor (DGC) emitiu esta semana um comunicado a proibir as operadoras de telecomunicações de anunciarem pacotes de Internet, supostamente ilimitados, que afinal têm limite.

O comunicado, nota o semanário Sol, surge na sequência de queixas apresentadas na Associação de Defesa do Consumidor (DECO). A DGC adverte agora as operadoras de telecomunicações para que “se abstenham de utilizar a expressão ‘ilimitado’ sempre que esteja em causa produtos e serviços aos quais se apliquem restrições e/ou sobre os quais existam ‘políticas de utilização razoável’”.

Estas Políticas de Utilização Responsável, impostas pelas empresas, limitam a utilização de tráfego de dados – no caso referido pelo semanário, a 15 gigabytes por mês. No entanto, essa informação não é “transmitida e quantificada” corretamente nem de forma transparente pelas empresas, remetendo-as às letras pequenas e enquanto os anúncios ostentam o suposto caráter ilimitado dos seus tarifários.

“Tem aumentado o número de reclamações. Por isso, fizemos uma queixa à Direcção-Geral do Consumidor, alertando para o facto de estar a ser feita publicidade enganosa”, explicou ao Sol a jurista da DECO Ana Sofia Ferreira, que sublinha que “está em causa matéria contratual que pode até servir para rescindir contratos”.

Segundo dados da ANACOM, em 2012 houve 621 reclamações por causa de tarifários ‘ilimitados’ que afinal têm limites, e 29 em 2013. A agência reguladora afirma estar “em fase de preparação uma deliberação que visa reforçar os direitos dos consumidores e evitar práticas menos transparentes”.

As operadoras não revelaram o número de queixas recebidas por este motivo, mas a TMN assegurou à publicação que “cumpre essas obrigações e recorda que a informação sobre a ‘política de utilização responsável’ nos tarifários está no seu site“. Por outro lado, a APRITEL (representante das operadoras) afirma que é necessário impor limites para impedir uma “utilização abusiva” que possa “prejudicar a qualidade do serviço prestado à generalidade dos clientes”.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Isto é que é defender o consumidor!!!
    Em vez de obrigar as operadoras a respeitar a sua propaganda feita em letras garrafais exige que as mesmas disponibilizem o que querem escrito nas letras miudinhas.
    Vão-se catar!

  2. Se com o tráfego ilimitado não são capazes de prestar um serviço de qualidade, das duas uma, ou não o apregoam como tal, ou projectam as infra-estruturas de modo a que o possam proporcionar. Acho que é claro como água, mas infelizmente vivemos no reino da vigarice e não há a mínima regulação porque a ANA também COMe…

RESPONDER

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …

Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

Richard Moore pediu desculpa " pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados", tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6. O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino …

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou o Ministério da Saúde este sábado. Num comunicado de balanço do processo de …