Abutre-preto volta ao Alentejo 40 anos depois

habitatlinceabutre / Facebook

Campo de Alimentação para Aves Necrófagas criado pelo projecto LIFE Habitat Lince Abutre

Dois casais de abutre-preto nidificaram na Herdade da Contenda, no concelho de Moura, em ninhos artificiais instalados pelo projeto LIFE “Habitat Lince Abutre”.

Um destes casais incubou com sucesso um ovo, de onde eclodiu a primeira cria de abutre-preto de que há registo no Alentejo desde há mais de 40 anos.

Este nascimento confirma o tão aguardado início do restabelecimento de um núcleo reprodutor desta ave no Sul de Portugal.

Deste o início de 2012 o projeto LIFE – Natureza “Habitat Lince Abutre” instalou um total de 12 ninhos artificiais para abutre-preto na Herdade da Contenda, localizada no concelho de Moura e propriedade deste município, com vista a melhorar as condições para o estabelecimento e reprodução desta ave na região.

Na sequência da monitorização efectuada pela Liga para a Protecção Natureza dos dois casais reprodutores de abutre-preto detectados no passado mês de Março em plataformas artificiais de nidificação instaladas no âmbito do projecto LIFE, foi recentemente confirmado o nascimento de uma cria de abutre-preto na Herdade da Contenda, no concelho de Moura.

LPN/LIFE

Instalação de um ninho artificial para abutre-preto

Instalação de um ninho artificial para abutre-preto

A reprodução desta espécie Criticamente em Perigo de extinção, nesta região, foi possível em resultado das medidas implementadas no âmbito desse projecto e da indispensável colaboração da Herdade da Contenda, Empresa Municipal (E. M.), assim como da adequada gestão da área promovida por esta entidade.

Após mais de quarenta anos sem reprodução confirmada a sul do Rio Tejo em Portugal, o nascimento desta cria representa um sucesso das medidas implementadas no âmbito do projecto LIFE “Habitat Lince Abutre” e marca o início do restabelecimento de um núcleo reprodutor da espécie no Alentejo, fundamental para a recuperação do abutre-preto em território nacional.

Recorde-se que o abutre-preto regressou como reprodutor a Portugal em 2010 (na região do Tejo Internacional) e que atualmente se encontra a nidificar apenas no Tejo Internacional (cerca de 12 casais) e no Douro Internacional (1 casal), correspondendo a presente reprodução ao estabelecimento do terceiro núcleo reprodutor da espécie no país.

O projecto LIFE visa contribuir para a melhoria das condições de sobrevivência e reprodução do lince-ibérico e do abutre-preto, duas espécies Criticamente em Perigo e com importantes funções no ecossistema no Sudeste de Portugal, beneficiando ainda outras espécies ameaçadas de extinção.

ZAP / Ciência Hoje

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE