O Abominável Homem das Neves é apenas um urso (ou um cão)

(CC0/PD) Bernell / pixabay

O abominável homem das neves…

Cientistas verificaram que amostras de ossos, dentes, pele, cabelo e fezes, até agora atribuídas a nove exemplares de yeti, o famoso Abominável Homem das Neves, eram afinal de ursos – e até de um cão.

Um novo estudo, publicado na Proceedings of the Royal Society, incidiu sobre o ADN de nove amostras de supostos yeti, nome pelo qual a espécie bípede também é conhecida. As amostras, recolhidas nos Himalaias – a mais alta cadeia montanhosa do mundo – e no planalto do Tibete, são provenientes de museus e coleções privadas.

A análise genética revelou que um dos yetis correspondia, afinal, a um cão, e os restantes oito a ursos-negros asiáticos, a ursos-pardos dos Himalaias e a ursos-pardos tibetanos. Cada uma destas espécies habita em diferentes lugares do mundo, e todas elas foram provavelmente confundidas com o Abominável Homem das Neves.

“Claramente, uma grande parte da lenda yeti tem a ver com os ursos“, sustenta a coordenadora do estudo, Charlotte Lindqvist, professora e bióloga da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos. “A ciência pode ser uma ferramenta útil para explorar as raízes dos mitos sobre as criaturas grandes e misteriosas”, explica.

yenpochou / Flickr

.. afinal era um urso-pardo tibetano.

A equipa de Lindqvist considera que este estudo genético é mais completo do que os outros feitos anteriormente em busca do presumível ADN do Abominável Homem das Neves. A bióloga defende, ainda, que poderá também ajudar aperceber como é que os ursos asiáticos evoluíram.

Os cientistas sequenciaram o ADN mitocondrial de 23 ursos asiáticos, incluindo os oito falsos yeti, e compararam os dados genéticos com os de outras espécies de ursos.

Das análises realizadas, a equipa concluiu que os ursos-pardos do Tibete partilham um antepassado comum próximo com os ursos da América do Norte, da Europa e da Ásia, enquanto os ursos-pardos dos Himalaias pertencem a uma linhagem evolutiva diferente.

De acordo com os investigadores, a divisão terá ocorrido há cerca de 650 mil anos, durante o período glacial.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Está visto então que há para aí muita gente que já viu um Yeti mas nunca viu um urso… Só dá para chegar a essa conclusão.

RESPONDER

Vítimas do franquismo pedem investigação à origem das jóias que a família Franco vai leiloar

A Associação para a Recuperação da Memória Histórica (ARMH), que inclui familiares das vítimas do franquismo, pediu ao Governo espanhol que investigue a origem das jóias que a família Franco vai leiloar. De acordo com …

"Sem dúvida". Montenegro diz que era capaz de derrotar Costa

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro, que é agora candidato à liderança do partido, afirmou, em entrevista ao jornal Público e à Rádio Renascença, que era capaz de derrotar António Costa.  "Acho que era …

Rússia quer legalizar comércio de 'diamantes de sangue' africanos

Os diamantes exportados da República Centro-Africana estão associados à corrupção, à violência, à guerra civil, a violações e assassinatos. Agora, Moscovo anunciou que quer o fim do embargo internacional, buscando legalizar na totalidade a sua …

Economia abrandou, mas ainda é possível cumprir meta de crescimento

O Produto Interno Bruto cresceu 0,3% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, metade do registado no segundo trimestre, mantendo o ritmo de crescimento, de 1,9%, na comparação com o mesmo período de 2018. Segundo …

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …