A colisão que originou a Lua pode ter tirado à Terra metade da atmosfera

A Terra poderia ter perdido entre 10 e 60% da sua atmosfera na colisão que se acredita ter formado a Lua, sugere uma nova investigação.

Um novo estudo, publicado no Astrophysical Journal Letters e levado a cabo por cientistas da Universidade de Durham, no Reino Unido, mostra que a Terra pode ter perdido entre 10% e 60% da sua atmosfera na colisão que terá dado origem à Lua.

A equipa realizou mais de 300 simulações em supercomputadores para chegar a esta hipótese. As simulações mostram também as consequências dos diferentes impactos entre corpos rochosos nas suas camadas de gases.

Segundo o EurekAlert, dependendo do tipo de choque, também é possível que um dos objetos espaciais acabe por ganhar atmosfera em vez de perder, principalmente se o encontro for lento e envolver planetas jovens.

As simulações sugerem que um impacto “de raspão” em baixa velocidade causa menor perda de atmosfera do que uma colisão direta e em alta velocidade. No fundo, o modelo dos cientistas britânicos tem o potencial de dar pistas sobre o surgimento do nosso satélite natural, além de auxiliar análises relacionadas com outros eventos astronómicos.

“Elaboramos centenas de cenários para muitos planetas em choque, mostrando os impactos e efeitos variáveis na atmosfera de um planeta dependendo de uma série de fatores, como o ângulo, a velocidade e o tamanho dos objetos”, explicou Jacob Kegerreis, do Instituto de Cosmologia Computacional.

“Apesar de estas simulações não nos dizerem exatamente como surgiu a Lua, os efeitos na atmosfera terrestre podem ser usados para delimitar as diferentes maneiras como o satélite teria sido formado, deixando-nos mais perto de compreender a origem do nosso vizinho celestial mais próximo”, acrescentou.

Os cientistas acreditam que a Lua nasceu há 4,5 mil milhões de anos, após um choque entre a Terra primitiva e um gigante chamado Theia, do tamanho de Marte.

As novas simulações permitiram descobrir que os efeitos sobre a atmosfera dos corpos espaciais dependem diretamente dos detalhes considerados, assim como as mudanças dos objetos em si, que podem ser completamente destruídos no processo.

“Este grande conjunto de simulações planetárias também lança luz sobre o papel dos impactos na evolução de exoplanetas semelhantes à Terra”, acrescentou Luís Teodoro, da Escola de Física e Astronomia da Universidade de Glasgow.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …

Líder do PAN faz queixa no Ministério Público depois de ser ameaçada de morte

A deputada mostrou no Twitter o tipo de insultos e ameaças que tem recebido e avisa que não se vai calar ou permitir que o desrespeito continue. Inês Sousa Real foi insultada e ameaçada nas redes …

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

A dimensão do buraco na camada de ozono no hemisfério sul ultrapassou o tamanho da Antártida, continente com cerca de 14 milhões de quilómetros quadrados, anunciou hoje o serviço europeu Copernicus, de monitorização da atmosfera. “O …

Políticos e especialistas querem legalizar canábis (com impostos para prevenir o consumo)

Um grupo de 65 personalidades, entre especialistas médicos e ex-ministros, apela à legalização da canábis, considerando que é a melhor forma de prevenir o consumo desta droga, nomeadamente através dos impostos aplicados ao sector. Esta carta …

Mais 1062 casos e seis mortes por covid-19. Internamentos continuam em queda

Há actualmente 497 doentes internados, menos 30 pessoas do que no último balanço. Mais seis pessoas morreram de covid-19 nas últimas 24 horas. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais seis mortes e mais 1062 casos …