800 portugueses querem ser cidadãos da Liberlândia, o país onde não há impostos

BBC

Vit Jedlicka é o presidente da República Livre de Liberland

A Liberlândia, a auto-proclamada nação que se apresenta como o país mais livre do mundo e onde não há impostos, já tem 118 mil cidadãos e meio milhão de candidatos em lista de espera, entre os quais 800 portugueses.

Estes dados são divulgados ao Diário de Notícias (DN) pelo presidente da República Livre da Liberlândia, Vít Jedlicka, que fundou o país em 2015, depois de, numa busca pela Wikipedia, ter encontrado um pedaço de terra de sete quilómetros quadrados, entre a Croácia e a Sérvia, que não pertence a ninguém.

Ali, Jedlicka estabeleceu o que define como o país mais livre do mundo, onde não há impostos e cada cidadão pode “contribuir livremente”, como explica ao DN, em entrevista no âmbito da sua participação nas conferências Horasis, em Cascais.

Quem contribui com dinheiro ou com o seu esforço ganha méritos, ao contrário do que acontece nos outros países, onde não se recebe nada em troca”, salienta Jedlicka, notando que “os méritos contribuem para a reputação dos cidadãos”.

Actualmente, o país tem “118 mil cidadãos elegíveis” e “meio milhão de pessoas à espera de cidadania”, entre os quais mais de 800 pedidos de portugueses, frisa o DN.

“São pessoas em busca de uma nova identidade, que não se sentem bem com os actuais modelos de governo que dominam o mundo”, explica Jedlicka sobre estes candidatos a cidadãos de Liberlândia, lembrando que “as pessoas vivem sujeitas a demasiados impostos e demasiadas regras“.

Para se ser cidadão de Liberlândia basta acumular “cinco mil méritos”, aponta Jedlicka, esclarecendo que se podem “ganhar méritos, através de propostas que beneficiem o país”.

Os cidadãos de Liberlândia vivem actualmente “em barcos-casa”, mas Jedlicka planeia construir diversas infraestruturas no país, no sentido de poder acolher até 340 mil habitantes. E também promete que já neste ano, o auto-proclamado país vai ter uma moeda virtual.

Entretanto, Jedlicka tem enfrentado alguns problemas com os países vizinhos da Liberlândia, nomeadamente com a Croácia que em 2016, decidiu prendar e multar quem tentasse entrar na auto-proclamada nação. E foi isso que aconteceu com o próprio presidente de Liberlândia, impedido de entrar no país que criou.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Eu também quero…gosto especialmente da parte em que as “contribuições” são voluntárias…espero que haja muitos otários a contribuírem por mim para que haja os serviços normalmente fornecidos por um estado (com base nos tais impostos dos que não se recebe nada em troca)…

RESPONDER

Liveblog ZAP. Costa: "Seguramente não foi a minha última campanha eleitoral"

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Arqueólogos desenterram (acidentalmente) ossadas com 800 anos no Peru

Os restos mortais de oito pessoas, com aproximadamente 800 anos de idade e enterrados com alimentos e instrumentos musicais na mesma câmara funerária, foram encontrados ao sul de Lima, no Peru, durante a instalação de …

Marcelo apela ao voto "por memória deste ano e meio que não esqueceremos"

O Presidente da República considerou que votar nas eleições autárquicas é mais importante do que nunca para o país recomeçar a viver e a sair das crises sanitária, económica e social. Este apelo ao voto foi …

Onde e como? Um guia para votar nas eleições autárquicas

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem …

Ensino Superior: 33% dos candidatos ficaram de fora. Veja se ficou entre os colocados

Mais de 49 mil novos estudantes entraram agora para o ensino superior, tendo ficado sem colocação 33% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso, revelam dados divulgados hoje pelo Ministério do Ensino …

Pessoas mais pobres são vistas como menos suscetíveis à dor

Um novo estudo indica que os indivíduos de classe baixa são estereotipados como insensíveis à dor física, o que pode impactar os seus cuidados médicos. “As estatísticas de saúde indicam que as pessoas ricas recebem um …

As crianças têm dez vezes mais micro-plásticos nas fezes do que os adultos

Uma equipa de cientistas da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, usou espectrometria de massa para medir os níveis de micro-plásticos compostos de policarbonato (PC) e de polietileno tereftalato (PET) presentes nas fezes crianças …

MIT desenvolve mão robótica insuflável (que devolve o tato aos amputados)

Apesar de haver membros biónicos altamente articulados, concebidos para detetar os sinais musculares residuais e imitar roboticamente os seus movimentos pretendidos, a destreza de alta tecnologia tem um custo muito alto. Recentemente, engenheiros do Massachusetts Institute …

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …