SEF descobriu 773 patrões a usar imigrantes ilegais nas empresas

Mário Cruz / Lusa

Durante as suas ações de fiscalização, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) apanhou 773 patrões a usar imigrantes ilegais nas suas empresas. Agricultura, hotelaria e restauração são os setores mais comuns onde se verifica este problema.

Entre janeiro de 2018 e julho de 2019, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras descobriu 773 patrões a usar imigrantes ilegais nas suas empresas. Estes queixam-se de que trabalham mais, mas recebem muito menos do que os portugueses.

Os trabalhadores raramente denunciam a situação, com medo de represálias e pelo facto de estarem ilegais no país, razão pela qual se calcula que sejam muitos mais nesta situação. Os 773 patrões descobertos advêm apenas das ações de fiscalização do SEF.

“O país é maravilhoso, o problema foi ter acreditado na palavra de uma pessoa. Vim para Portugal em busca de uma vida melhor, tive logo duas propostas de trabalho, numa delas disseram que me dariam um contrato, e foi a que escolhi, fui para um restaurante. Prometeram que ia receber 650 euros por mês por oito horas de trabalho diário, mas trabalhava 14 a 16 horas e recebia 400 euros o fim do mês“, disse Marcelo de Paula, em declarações ao Diário de Notícias.

O brasileiro Marcelo de Paula diz que foi trabalhar para a Casa do Benfica, em Alcácer do Sal. Começou em part-time, mas o patrão viria a propor que passasse a tempo inteiro. Marcelo confidencia que lhe foi proposta trabalhar das 09:00 à meia-noite – com uma hora para almoço e sem folgas – a troco do salário mínimo nacional.

“O pessoal no Brasil vendeu tudo o que se possa imaginar para vir para Portugal. Chegaram e ele não quis o meu irmão, e a minha mãe e minha esposa começaram logo a trabalhar, mas estiveram uma semana à experiência, trabalho que não foi pago“, alertou Marcelo.

Terá começado a trabalhar a tempo inteiro em junho e, nesse mês, só recebeu 300 euros, com a justificação de que teria de esperar pelo contrato de trabalho. “Nunca pagou os valores que prometeu. E o contrato, nunca o vi“, explicou.

O seu patrão, António Carvalho, confrontado pelo DN, começou por dizer que não sabia quem era Marcelo e negou quaisquer dívidas ao brasileiro. “O Marcelo trabalhou pouco tempo aqui, esteve cerca de 40 dias em fase experimental, depois ficou a tempo inteiro e abandonou o local de trabalho”, garantiu.

De acordo com os dados do SEF, o número de casos está a aumentar. No ano passado, foram apanhadas ao todo 434 empresas com imigrantes ilegais. Este ano, nos valores recolhidos até julho, o número de patrões descobertos já ia nos 339.

Nas situações em que as empresas são apanhadas com imigrantes ilegais, devem proceder a provar que esses trabalhadores estão em vias de legalização. O problema é que, na maioria dos casos, esta não faz parte das suas intenções. A agricultura, a hotelaria e a restauração são os setores onde mais se verifica o uso de mão-de-obra ilegal.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Jamais era pra eu ter confiado em um brasileiro. Esse patrão era brasileiro, eu trabalhava das 8horas as 01 da madrugada, cerca de 17horas por dia, e ele nunca pagou o que o devia.

RESPONDER

"Morri no Paralelo79N". Diário revela as últimas horas de um explorador que morreu sozinho na Gronelândia

Os investigadores analisaram a última entrada do diário de explorador polar do século XX, Jørgen Brønlund, incluindo uma curiosa mancha negra, escrita antes de morrer sozinho no nordeste da Gronelândia, descobrindo o que lhe aconteceu …

Cybershoes. O problema de andar em Realidade Virtual pode já ter uma solução

Um dos problemas com os jogos de Realidade Virtual é que, normalmente, as experiências são definidas numa escala maior do que uma sala de estar. Assim, o jogador acaba por ter de ficar numa parte …

"Um tsunami de dívidas". O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis. A pandemia de covid-19 não só está a …

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …

Hackers expõem na cloud dados que roubaram de utilizadores do Spotify. Foi um acidente

Um grupo de piratas informáticos compilou uma base de dados com cerca de 250.000 palavras-passe do Spotify e armazenaram os dados na cloud. No entanto, esqueceram-se de proteger o armazenamento com uma palavra-passe. De acordo com …