Santos Silva: “Ter 70% da população adulta da UE vacinada até ao fim do verão continua a ser atingível”

António Cotrim / Lusa

O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou, esta quarta-feira, que continua a ser atingível ter 70% da população adulta na União Europeia vacinada até ao fim do verão.

Numa programa “Grande Entrevista”, da RTP3, Augusto Santos Silva admitiu que o processo de vacinação na União Europeia está a “decorrer com alguns percalços”, mas afastou o cenário de estar a ser um “fracasso”.

“Nós temos um objetivo, que é ter 70% da população adulta na União Europeia vacinada até ao fim do verão e não revimos esse objetivo. Esse objetivo continua a ser atingível“, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros.

“A AstraZeneca tem um problema grave de capacidade de produção, que tem resultado no facto de estar a atrasar as suas entregas e a dizer que vai fazer entregas substancialmente inferiores ao que está acordado. Nós estamos a exigir que o contrato seja cumprido e estamos a procurar que a capacidade de produção que existe na União Europeia seja toda mobilizada para que este atraso seja superado”, explicou.

O governante considerou que “não é admissível que as duas fábricas que a AstraZeneca tem no Reino Unido, que não têm nenhum problema de produção, estejam a ser usadas para vender apenas ao Reino Unido e não para compensar o problema de produção que tem na Bélgica”.

Para contornar esta quebra de fornecimento, Santos Silva explicou que o que se está a tentar fazer “a nível europeu é compensar com fornecimentos adicionais como, por exemplo, da Pfizer”.

“É isto que nos leva a dizer que ainda não está posto em causa o objetivo de chegar ao fim do verão com 70% da população adulta vacinada”, afirmou.

O ministro afirmou ainda que a atual suspensão da vacina não tem nada a ver com este problema de produção, considerando que isso não faz qualquer sentido.

“Então estamos a pressionar a AstraZeneca para cumprir o contrato e aumentar o fornecimento e, ao mesmo tempo, íamos suspender a administração das vacinas? Só se fôssemos masoquistas. Foi uma decisão de política pública“, declarou.

Questionado sobre a eventual utilização das vacinas russas e chinesas, o ministro que tutela a pasta dos Negócios Estrangeiros afirmou que não há nenhum problema com estas vacinas, a não ser que “não passem na EMA [Agência Europeia do Medicamento]”.

Sobre o facto de países como a Hungria ou a República Checa estarem já a adquirir estas vacinas, ao contrário do que foi acordado entre os Estados-membros, Santos Silva considera que esta decisão “põe em causa o princípio da unidade e segurança“.

“Nunca nos podemos esquecer que fazemos parte de um mercado com quatro grandes liberdades, uma delas que permite a liberdade de circulação de pessoas. As medidas que eu tomo devem ser coordenadas com outros porque eu tenho esse direito de circular e nós queremos repor essa liberdade de circulação o mais cedo possível”.

Falando sobre o passe verde de vacinação, que foi apresentado esta quarta-feira pela Comissão Europeia, Santos Silva disse que o Governo português apoia esta ideia, pelo facto de “facilitar imenso a circulação”.

O ministro assegura que não vai haver problemas de desigualdade, porque as pessoas vão poder continuar a entrar noutros países apresentando o teste PCR com resultado negativo. Ou seja, este passe “não é uma condição única”, há outras possibilidades.

Questionado sobre os polémicos gastos e ajustes diretos da presidência portuguesa da União Europeia,  Santos Silva afirmou que assistiu e participou em “mais de uma dezena de presidências”, salientando que, “em todas, menos numa, a alemã, se recorreu a patrocínios”.

“Há uma questão de poupança, mas sobretudo uma questão de promoção de produtos portugueses ou de setores portugueses. Isto não é uma coisa boa para Portugal? Não estamos a promover o nosso setor agroalimentar?”.

Filipa Mesquita Filipa Mesquita, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …

Maldivas ponderam oferecer vacinas aos turistas

As Maldivas estão a ponderar dar aos turistas a vacina contra covid-19 quando chegarem para férias, de modo a incentivar o turismo. As Maldivas estão prontas para enfrentar a concorrência acessa assim que o turismo reabrir …

SOS Racismo diz que SEF atentava contra direitos dos imigrantes e aplaude extinção

O Governo decidiu extinguir o SEF e substituí-lo pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo, com diferentes moldes de funcionamento. A associação SOS Racismo congratulou-se este sábado com a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras …

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …

Ensino à distância roubou a muitos universitários a licenciatura de que estavam à espera

A pandemia de covid-19 obrigou o ensino superior a reinventar-se e se alguns cursos conseguiram adotar o modelo online sem prejuízos, noutros casos o ensino a distância impediu aulas práticas, roubando aos estudantes a licenciatura …

Fernando Medina de pedra e cal em Lisboa. Carlos Moedas não ameaça socialista

Numa sondagem feita pela Intercampus para o jornal Novo, a coligação PSD-CDS surge mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista.  Fernando Medina poderá reforçar em cinco pontos percentuais a votação que teve em …

No Brasil, mais de 40 pessoas foram vacinadas por engano contra a covid-19

O caso está a gerar polémica no Brasil, uma vez que, entre o grupo vacinado, está uma grávida e crianças com idades entre os seis meses e seis anos. Um total de 46 pessoas que precisavam …

O último adeus ao príncipe Filipe, duque de Edimburgo

O funeral do príncipe Filipe, que faleceu há uma semana com 99 anos, esteve em preparação durante 18 anos. O próprio duque de Edimburgo esteve envolvido no seu último adeus, que se realizou este sábado …

Qual foi o dia "mais aborrecido" da História? Um cientista de computação respondeu

Qual foi o dia mais aborrecido da História? Em 2010, um cientista de computação decidiu investigar e chegou a uma resposta: 11 de abril de 1954. Em 2010, o cientista de computação William Tunstall-Pedoe decidiu usar …