63 mil venezuelanos foram à Colômbia comprar alimentos e medicamentos

Gabriel Barrero / EPA

Venezuelanos atravessam a fronteira com a Colômbia para comprar comida e medicamentos

Venezuelanos atravessam a fronteira com a Colômbia para comprar comida e medicamentos

Mais de 63 mil venezuelanos foram até aos distritos colombianos de Norte de Santander e Arauca comprar produtos básicos e medicamentos, no segundo domingo de abertura pedonal temporária da fronteira entre a Colômbia e a Venezuela.

O número de venezuelanos que foram este domingo fazer compras a território colombiano foi confirmado, através de um comunicado, pelo Ministério de Relações Exteriores da Colômbia, MRE.

“Em completa normalidade e ordem, avança o dispositivo que tem permitido que mais de 63 mil cidadãos provenientes da Venezuela, cruzem a fronteira com a Colômbia, pelos departamentos de Norte de Santander e Arauca, para adquirir produtos de primeira necessidade e medicamentos“, lê-se no documento.

Segundo o MRE, “61.500 venezuelanos” foram até a Colômbia usando as pontes internacionais Simón Bolívar e Francisco de Paula Santander e outros 1.600 cidadãos pela ponte fronteiriça José António Páez, em Arauca.

“A medida foi implementada este domingo desde as 06:00 da manhã (10:30 em Lisboa) prolongando-se, para o ingresso em território colombiano, até às 17:00 horas”, explica.

Segundo as autoridades colombianas, foi entretanto prorrogado o encerramento da fronteira das 20:00 para as 23:00 horas locais (das 00:30 horas de segunda-feira para as 03:30 de segunda-feira em Lisboa), para permitir o regresso dos venezuelanos ao seu país.

No último dia 10 de julho, num período de 12 horas, mais de 35 mil venezuelanos cruzaram a fronteira até à Colômbia, que estava encerrada desde agosto de 2015, para comprar alimentos e medicamentos, naquela que foi a primeira reabertura parcial pedonal.

Entretanto, este sábado a fronteira entre os dois países esteve aberta, um dia antes do anunciado pelas autoridades de ambos países, permitindo que outros milhares de venezuelanos fizessem compras na Colômbia.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas da população para conseguir produtos básicos alimentares e outros, que escasseiam no mercado local.

Milhares de venezuelanos têm cruzado as fronteiras com a Colômbia e o Brasil à procura de bens de primeira necessidade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …