5 milhões depois, os McCann estão a ficar sem dinheiro para procurar Maddie

Mario Cruz / Lusa

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

O dinheiro recolhido por Kate e Gerry McCann para o fundo “Find Maddie”, que se tem dedicado à procura da filha do casal inglês, desaparecida no Algarve há 9 anos, está a esfumar-se e pode sofrer um rombo fatal no âmbito de um processo movido pelo ex-PJ Gonçalo Amaral.

O ex-coordenador da Polícia Judiciária Gonçalo Amaral processou os McCann por difamação e exige uma indemnização de meio milhão de euros.

Caso consiga que o juiz lhe dê razão, o casal poderá ver o saldo do fundo Find Maddie reduzido a apenas 72 mil euros, revela o Correio da Manhã.

O jornal apurou que este fundo, suportado por donativos e que tem pago os custos da investigação privada patrocinada pelo casal na procura da filha que desapareceu na Praia da Luz, no Algarve, a 3 de Maio de 2007, contará actualmente com um saldo de cerca de 572 mil euros.

O fundo terá recebido donativos da ordem dos 5 milhões de euros, que terão sido gastos “com viagens e pagamentos a empresas de detectives (como a espanhola Metodo 3)”, no intuito de encontrar Madeleine McCann.

Maddie tinha 4 anos quando desapareceu.

A semana passada, o jornal inglês The Sun noticiava que os McCann estão “desesperados por novas doações” para financiar a busca pela filha.

De acordo com os números deste diário, o fundo terá actualmente 569 mil euros e poderá ficar reduzido a 54 mil euros, perante uma possível indemnização de 515 mil euros a Gonçalo Amaral.

O jornal também reportava que o casal tinha dispensado o porta-voz Clarence Mitchell, numa tentativa de contenção de custos, e que contava apenas com “mais cinco semanas de fundos governamentais” para patrocinar a procura por Maddie.

Apesar disso, diz o The Sun, os McCann garantem que vão “continuar a fazer tudo” para “ajudar a encontrar” a filha. “A nossa esperança e determinação continuam”, garante o casal.

Waerfelu / Wikimedia

Maddie McCann

Maddie McCann

ZAP

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Uma vergonha, gostava que apresentassem tintim por tintim todas as despesas comprovadas onde gastaram o dinheiro, se calhar iria haver bastantes surpresas.

    • Concordo!
      Mas agora a minha solidariedade e apoio vai para o inspector Gonçalo Amaral. Conheço-o pessoalmente e considero-o uma pessoa séria, integra e competente.
      Parece-me que “esmagaram-no”, deram-lhe “cabo da vida” pessoal e profissional. Admiro-o, pois não se vergou a interesses “obscuros” em Portugal e na Inglaterra. Por cá, foi abandonado pelos politicos. Influências se movimentaram e…nada se esclareceu. Foi mais fácil darem-lhe cabo da vida! Bandidos!

  2. Acabando o dinheiro doado pelos palermas, as poucos, as coisas vão ficando mais claras…
    A “qualidade” da policia britânica que também ficou bem à vista, já que gastaram mais de 10 milhões de euros para NADA!!

  3. Assino por baixo de todos os comentários que li de João, Tretas e Ele-O Verdadeiro e ainda acrescento que o que me revolta é saber que os pais sabem perfeitamente o que aconteceu á filha, são responsáveis indiretos pela sua morte e montaram uma farsa monstruosa desde o primeiro dia para encobrir as suas culpas e não serem presos e lhes tirarem os outros dois filhos. Foi uma manipulação e espanta-me haver tanta gente “estupida”, “ignorante” e sem miolos que ainda dão donativos para esta causa. Abençoado Gonçalo Amaral, que os tens no sítio e soube enfrentar sem medo esta farsa. Eu fazia o mesmo, doesse a quem doesse.

  4. Concordo com todos os comentários. Na minha modesta opinião será que a criança não está enterrada na zona onde fizeram as obras perto da igreja? porque será que lhes foi dada a chave da igreja? Com tudo isto destruíram a vida do SENHOR GONÇALO AMARAL e puseram a nossa policia no ridículo.
    Tenho dito

    • Mas no ridículo mesmo ficou a policia e o governo britânico, cuja “investigação especial” custou mais de 10 milhões para NADA!!…

  5. Realmente todas as pistas levam ao casal McCann como responsáveis pelo desaparecimento de Madeleine, mas, por justiça não podemos nos precipitar se não houver provas bem conclusivas, porque, nesta semana, no EUA, encontraram os restos mortais de uma criança desaparecida há 27 anos. Estamos falando de 1 (um) país que se orgulha de sua tecnologia ao localizar estrelas e planetas distantes e, no entanto, não conseguiram localizar o corpo do menino

    • O sistema judicial americano é uma anedota (basta ver os casos de condenadas a pena perpetua ou à morte e que depois estão inocentes!) e, a qualidade das equipas forenses também deixa muito a desejar…
      Claro que na TV (CSI’s e companhia) é tudo muito bonito, mas depois, na realidade, até autopsias em garagens fazem (e por pessoas com pouca ou nenhuma formação par tal)!…
      Depois não é de admirar que muitos desgraçados estejam preso inocentemente…
      O facto de muitas prisões serem privadas, também “ajuda à festa”….

      • Mas é que não tenha duvida amigo “Ele-o verdadeiro”.
        A escandaleira com as prisões privadas nos EUA é de tal forma indisfarçavel, que o próprio governo americano vai acabar gradualmente com elas. Li há dias isso e penso (não tenho a certeza do numero correcto) que o artigo que li falava em 75 prisões, só no imediato.

  6. Não se preocupem, eles que peçam mais uns milharzitos os seus amigos Maçons e companhia que eles cobrem. Aliás, eles nao passam a vida a cobrirem-se uns aos outros?

RESPONDER

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …