5 asteróides perigosos passaram perto da Terra este domingo

Cinco asteróides potencialmente perigosos passaram este domingo perto da Terra. Têm entre 45 e 214 metros de diâmetro e deslocam-se a uma velocidade de 5.7 a 16.7 quilómetros por segundo.

Depois de no dia 17 um asteróide gigante ter passado de surpresa entre a Lua e a Terra, desta vez de nada menos do que 5 asteróides potencialmente perigosos passaram perto do nosso planeta.

Segundo adiantou o spaceweather.com, o mais próximo destes corpos celestes, com os nomes científicos de 2013 US3, 2018 GO4, 2018 GY1, 2018 FV4 e 2002 JR100, passou a 10.1 distâncias lunares, ou seja, 10 vezes a distância média da Terra à Lua.

Os cinco asteróides deslocam-se a velocidades entre os 5.7 e os 16.7 quilómetros por segundo. Segundo a NASA, a passagem do primeiro asteróide teve lugar às 10:29 da manhã deste domingo, e o último passou às 9:15 da noite.

Segundo astrónomos citados pelo jornal Daily Star, a passagem destes cinco asteróides deve ser tomada como um aviso aos habitantes do planeta para que tomem medidas de precaução antes de que o hipotético cenário do impacto de um corpo celeste na Terra se torne realidade.

Os cientistas da organização norte-americana B612 Foundation, que se dedica à prevenção de um próximo forte impacto de um asteróide, salienta o jornal britânico, estão “100% certos” de que um dia enormes rochas espaciais colidirão com a Terra.

Tal acontecerá porque, segundo diz o presidente da B612 Foundation, Danica Remy, os telescópios actualmente em uso só conseguem captar uma pequena parte dos  asteróides perigosos. “O ponto de observação é muito pequeno e o céu é muito grande.”

“Actualmente, podemos determinar com antecedência se um dos 18.000 asteróides que estamos a vigiar vai nos atingir”, explica Remy. Mas, acrescenta, “há vários milhões de asteróides que não observamos”.

O sistema solar está povoado com milhões de asteróides, que normalmente são encontrados na cintura de asteróides de Kuiper, entre Marte e Júpiter. “Temos 100% de certeza de que vamos ser atingidos, apenas não temos 100% de certeza quando“.

“Pode acontecer em qualquer sítio, na Austrália, no Japão ou no Ohio”, acrescenta ainda Remy. “Precisamos de um mapa completo com a localização, características e rotas de todos estes asteróides, para que possamos defender-nos. É um problema global“, conclui.

A maioria dos asteróides de grandes dimensões, como o asteróide que aniquilou os dinossauros, caiu na Terra há muitos milhões de anos. O último grande asteróide a “visitar” o nosso planeta caiu em fevereiro de 2013 na cidade russa de Chelyabinsk.

Este asteróide, com apenas 17 metros de diâmetro, atingiu inesperadamente a cidade russa, e fragmentou-se libertando uma energia equivalente a 500.000 toneladas de TNT, ou seja, entre 27 e 41 vezes a bomba atómica de Hiroshima.

ZAP // RT / NASA

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “…para que tomem medidas de precaução antes de que o hipotético cenário do impacto de um corpo celeste na Terra se torne realidade…” é por isso que eu fecho sempre as janelas !

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …