5 asteróides perigosos passaram perto da Terra este domingo

Cinco asteróides potencialmente perigosos passaram este domingo perto da Terra. Têm entre 45 e 214 metros de diâmetro e deslocam-se a uma velocidade de 5.7 a 16.7 quilómetros por segundo.

Depois de no dia 17 um asteróide gigante ter passado de surpresa entre a Lua e a Terra, desta vez de nada menos do que 5 asteróides potencialmente perigosos passaram perto do nosso planeta.

Segundo adiantou o spaceweather.com, o mais próximo destes corpos celestes, com os nomes científicos de 2013 US3, 2018 GO4, 2018 GY1, 2018 FV4 e 2002 JR100, passou a 10.1 distâncias lunares, ou seja, 10 vezes a distância média da Terra à Lua.

Os cinco asteróides deslocam-se a velocidades entre os 5.7 e os 16.7 quilómetros por segundo. Segundo a NASA, a passagem do primeiro asteróide teve lugar às 10:29 da manhã deste domingo, e o último passou às 9:15 da noite.

Segundo astrónomos citados pelo jornal Daily Star, a passagem destes cinco asteróides deve ser tomada como um aviso aos habitantes do planeta para que tomem medidas de precaução antes de que o hipotético cenário do impacto de um corpo celeste na Terra se torne realidade.

Os cientistas da organização norte-americana B612 Foundation, que se dedica à prevenção de um próximo forte impacto de um asteróide, salienta o jornal britânico, estão “100% certos” de que um dia enormes rochas espaciais colidirão com a Terra.

Tal acontecerá porque, segundo diz o presidente da B612 Foundation, Danica Remy, os telescópios actualmente em uso só conseguem captar uma pequena parte dos  asteróides perigosos. “O ponto de observação é muito pequeno e o céu é muito grande.”

“Actualmente, podemos determinar com antecedência se um dos 18.000 asteróides que estamos a vigiar vai nos atingir”, explica Remy. Mas, acrescenta, “há vários milhões de asteróides que não observamos”.

O sistema solar está povoado com milhões de asteróides, que normalmente são encontrados na cintura de asteróides de Kuiper, entre Marte e Júpiter. “Temos 100% de certeza de que vamos ser atingidos, apenas não temos 100% de certeza quando“.

“Pode acontecer em qualquer sítio, na Austrália, no Japão ou no Ohio”, acrescenta ainda Remy. “Precisamos de um mapa completo com a localização, características e rotas de todos estes asteróides, para que possamos defender-nos. É um problema global“, conclui.

A maioria dos asteróides de grandes dimensões, como o asteróide que aniquilou os dinossauros, caiu na Terra há muitos milhões de anos. O último grande asteróide a “visitar” o nosso planeta caiu em fevereiro de 2013 na cidade russa de Chelyabinsk.

Este asteróide, com apenas 17 metros de diâmetro, atingiu inesperadamente a cidade russa, e fragmentou-se libertando uma energia equivalente a 500.000 toneladas de TNT, ou seja, entre 27 e 41 vezes a bomba atómica de Hiroshima.

ZAP // RT / NASA

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “…para que tomem medidas de precaução antes de que o hipotético cenário do impacto de um corpo celeste na Terra se torne realidade…” é por isso que eu fecho sempre as janelas !

RESPONDER

A escritora Paulina Chiziane

Escritora moçambicana Paulina Chiziane vence Prémio Camões

A escritora moçambicana Paulina Chiziane é a vencedora do Prémio Camões 2021, numa escolha feita por unanimidade, anunciou a ministra da Cultura, esta quarta-feira. "No seguimento da reunião do júri da 33.ª edição do Prémio Camões, …

Costa promete apresentar medidas para conter preço dos combustíveis esta semana

O primeiro-ministro garantiu, esta quarta-feira, que o Governo vai apresentar até ao final da semana um conjunto de medidas para enfrentar a crise dos combustíveis. Num debate na Assembleia da República sobre a reunião do Conselho …

Fesap junta-se à Frente Comum e anuncia greve para 12 de novembro

A Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), da UGT, anunciou, esta quarta-feira, que vai avançar para a greve no dia 12 de novembro, fazendo coincidir o protesto com a paralisação nacional já marcada pela …

Patrões acusam Governo de usar a concertação social para viabilizar o Orçamento

Os patrões veem as alterações à lei laboral como uma estratégia do Governo para aprovar o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), enquanto as centrais sindicais consideraram estas mudanças insuficientes. As alterações à legislação laboral não …

Um rato

Nova Iorque alvo de aumento recorde de casos de doença rara transmitida por ratos

Uma doença bacteriana rara, espalhada através da urina de rato, está a assolar a cidade de Nova Iorque. Este ano, pelo menos 15 pessoas terão contraído a doença. Destas, 13 foram hospitalizadas e uma morreu. A …

Portugal regista mais três mortes e 927 casos de covid-19

Portugal registou, esta quarta-feira, mais três mortes e 927 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 927 novos …

Festejos do Sporting. IGAI garante que "não omitiu informação ou branqueou factos"

A inspetora-geral da Administração Interna garantiu no Parlamento, esta quarta-feira, que a IGAI "não omitiu informação ou branqueou factos" no relatório sobre os festejos do Sporting, sustentando que tudo o que foi investigado consta do …

PAN só viabiliza OE "se houver compromisso do Governo em alterar" a proposta

A porta-voz do PAN afirmou, esta quarta-feira, que o partido só poderá viabilizar o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) se o Governo se comprometer com alterações à proposta na especialidade. Inês Sousa Real falava aos …

Colômbia condenada por não ter investigado agressões "verbais, físicas e sexuais" a jornalista

De acordo com a sentença, o Estado colombiano não investigou devidamente o caso de sequestro, tortura e violação da jornalista Jinedth Bedoya, que estava a trabalhar numa reportagem sobre a guerra civil em 2000. O Tribunal …

Rio diz ter "obrigação" de avançar com recandidatura à liderança do PSD

O presidente do PSD justificou a sua recandidatura à liderança, esta quarta-feira, pela "obrigação" de colocar o interesse do país e do partido à frente da sua vida pessoal. No final de uma audiência com o …