41 países comprometem-se com iniciativa “Clima e Qualidade do Ar”

UN Geneva / Flickr

O Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres

A iniciativa “Clima e Qualidade do Ar”, apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações climáticas e a contaminação da atmosfera.

Uma coligação de 41 países apresentou esta segunda-feira um acordo para definir a saúde como motor político de uma maior ambição em matéria de alterações climáticas, para alcançar níveis de qualidade do ar saudáveis em 2030.

O anúncio – feito pelo enviado especial do Secretário-Geral da ONU, António Guterres, para a Cimeira da Ação Climática, embaixador Luis Alfonso de Alba, após dois dias de reuniões com representantes de governos, empresas e sociedade civil – serviu para apresentar o compromisso de 41 países e 71 governos regionais e cidades para combater as alterações climáticas.

A iniciativa “Clima e Qualidade do Ar”, que foi apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, convocada para segunda-feira por António Guterres, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações climáticas e a contaminação da atmosfera.

Com este objetivo, a estratégia estabelece que os países e entidades subscritoras implementem política de qualidade do ar e de ação climática que permitam alcançar os valores das diretrizes de qualidade do ar ambiental definidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mais ambiciosas do que as atualmente em vigor para os Estados-membros da União Europeia.

Convida também os países a ativarem políticas que promovam a mobilidade elétrica e sustentável e ações com o objetivo de provocar mudanças decisivas na redução de emissões dos transportes rodoviários.

Governos de todos os níveis podem aderir à iniciativa do Ar Limpo comprometendo-se com ações específicas, incluindo implementar políticas de qualidade do ar e mudança climática que atinjam os valores da Diretriz de Qualidade do Ar Ambiental da OMS.

Segundo a OMS, a poluição do ar causa anualmente sete milhões de mortes prematuras, das quais 600.000 são crianças. De acordo com o Banco Mundial, a poluição do ar custa à economia global 4,63 biliões de euros em prejuízos sociais e, nos 15 países com as maiores emissões de gases com efeito estufa, estima-se que os impactos da poluição do ar na saúde custem mais de 4% do PIB.

O cumprimento do Acordo de Paris sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa, no entanto, poderia salvar mais de um milhão de vidas por ano até 2050 e gerar benefícios de saúde no valor de 49,08 biliões de euros – cerca do dobro dos custos de mitigação – apenas com a redução da poluição do ar.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …