PJ apreende mais de 400 mil euros em investigação na Câmara de Pedrógão Grande

Tiago Henrique Marques / Lusa

Foram apreendidos mais de 400 mil euros pela Polícia Judiciária na investigação que levou à detenção de um funcionário da Câmara de Pedrógão Grande, suspeito de crimes de peculato e de falsificação de documento.

Esta terça-feira, a Polícia Judiciária fez buscas na Câmara Municipal de Pedrógão Grande, devido a uma denúncia do presidente da câmara por “suspeitas de falsificação de documentos e desvio de dinheiro por parte de três funcionários do Departamento Contabilístico e Tesouraria”, avançou o autarca Valdemar Alves ao Observador.

A denúncia foi feita pelo próprio ao Ministério Público e à Polícia Judiciária. “Já andava desconfiado que algo de errado se passava naquele departamento”, disse. Quando pediu ao Revisor Oficial de Contas para analisar os documentos, o resultado não o surpreendeu. “Confirmou-se a minha suspeita de falsificação de documentos e desvio de dinheiro”.

A PJ apreendeu mais de 400 mil euros na investigação que levou à detenção de um chefe de divisão da Câmara de Pedrógão Grande, suspeito de vários crimes de peculato e de falsificação de documentos.

O caso envolve um chefe de divisão, uma contabilista e uma tesoureira da Câmara de Pedrógão Grande que estão suspeitos da prática de “vários crimes de peculato e de falsificação de documentos”, disse esta quarta-feira à Lusa fonte da PJ. O chefe de divisão foi detido e uma das funcionárias foi constituída arguida.

“Não temos ainda um valor final apurado, mas nas diligências de terça-feira apreendemos, em numerário, um valor superior a 80 mil euros”, sendo que, juntamente com o saldo bancário, foram apreendidos “mais de 400 mil euros”, acrescentou a mesma fonte.

De acordo com a PJ, a prática destes crimes terá decorrido ao longo de 2017 e início de 2018, mas há uma “suspeita forte de que esta atividade já vinha sendo praticada muito antes de 2017”.

A investigação arrancou no início deste ano. A mesma fonte referiu que o desvio de dinheiro da autarquia não está relacionado com fundos de donativos associados ao apoio pós-incêndio.

O suspeito alegadamente “elaborava ordens de pagamento, falsas ou falsificadas, aparentemente em benefício de terceiros, no todo ou em parte”, sendo que terá recolhido “as assinaturas de verificação e de autorização desses pagamentos, de que depois beneficiava pessoalmente, usando o fundo de maneio da autarquia, que mantinha acima dos valores legais”, refere a PJ, num comunicado enviado à Lusa.

Através da elaboração de ordens de pagamento falsas, o suspeito terá liquidado “diversas despesas particulares, recebendo em seguida o respetivo valor, fazendo constar que o pagamento de tais despesas era da responsabilidade da autarquia”, acrescenta a Diretoria do Centro.

O suspeito vai ser presente esta quarta-feira à tarde no Tribunal de Leiria, para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

 

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

John Cleese esgota três coliseus em 48 horas

John Cleese vai estar no Coliseu de Lisboa com “Last Time To See Me Before I Die” durante três dias. O humorista britânico esgotou as três datas em apenas 48 horas. Durante esta madrugada (10), a …

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …