Mais de 300 mil deslocados na Somália devido às secas severas e à violência

Pelo menos 302 mil pessoas foram forçadas a deixar as suas casas este ano na Somália, devido à violência e às secas severas, anunciou na terça-feira a organização não-governamental do Conselho Norueguês para Refugiados (NRC, na sigla em inglês).

De acordo com dados do NRC e da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a violência e a insegurança foram responsáveis por 158 mil dessas deslocações, enquanto a seca expulsou mais 126 mil pessoas, noticiou a agência Lusa.

O maior número de deslocações ocorreu em julho, com cerca de 52 mil pessoas a chegarem aos campos de refugiados em busca de alimentos e abrigo após o fim de uma época de colheitas muito negativa e um aumento acentuado do preço dos cereais.

“O efeito esmagador da seca tem despojado as comunidades rurais dos seus cultivos, gado e fontes de água, enquanto o conflito armado se aproxima das suas casas. É provável que 2,1 milhões de somalis sofram de fome a partir de dezembro “, advertiu Victor Moses, diretor do NRC na Somália, em comunicado.

De acordo com dados das Nações Unidas, o sul do país registou a sua pior colheita sazonal desde 1995 e sofre secas regulares desde 2015.

“Esta população precisa de ajuda. Mas quando a insegurança nos impede de agir, muitas pessoas são forçadas a deixar áreas afetadas por conflitos em busca de ajuda”, disse Victor Moses, referindo que muitas pessoas deslocadas deixam as áreas rurais e acabam em acampamentos perto das áreas urbanas.

No total, 2,6 milhões de somalis estão atualmente deslocados, num país afetado pela violência durante quase três décadas. A Somália vive num estado de guerra e caos desde 1991, quando o ditador Mohamed Siad Barre foi derrubado, deixando o país sem um governo eficaz e nas mãos de milícias islâmicas radicais, senhores da guerra e bandos criminosos armados.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …

Tal como nos humanos, a cafeína ajuda as abelhas a aumentar o foco e a eficácia

Um novo estudo indica que, tal como em muitos humanos, uma injeção de cafeína ajuda as abelhas a manterem-se mais concentradas e a realizarem o trabalho com mais eficiência. Uma equipa da Universidade de Greenwich percebeu …

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …

E se a Terra parasse subitamente de girar?

O nosso planeta demora 23 horas e 56 minutos a completar uma volta em torno do seu eixo, movendo-se a cerca de 1.770 quilómetros por hora. Aprendemos estes pormenores sobre o planeta azul na escola, …

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …