20 minutos ao Sol produz vitamina D para o ano todo

Nick Kenrick / Flickr

-

Uma pessoa que exponha braços e pernas ao sol durante 20 minutos por dia, entre abril e setembro, obtém a vitamina D de que precisa para o ano inteiro.

“Ninguém deve expor-se ao sol ao ponto de ficar queimado”, mas tem a possibilidade de obter a “dose simples” necessária, disse à agência Lusa o reumatologista Pereira da Silva, docente da Universidade de Coimbra e organizador de uma conferência sobre a carência e os efeitos da vitamina D na população portuguesa.

Duzentos médicos de diversas especialidades, oriundos de todo o país, já se inscreveram no primeiro Fórum D, que vai decorrer este sábado no auditório do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

A “dose simples” a que se refere o professor de Reumatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) pode ser assegurada, nos meses mais soalheiros do ano, entre as 10h e as 16h.

“A grande fonte desta vitamina é o sol, que transforma colesterol em vitamina D“, explicou.

Pereira da Silva salientou que “os portugueses têm muito sol, mas em geral fogem dele ou cobrem-se com protetor solar”, tal como acontece com os habitantes do Norte de África e do Médio Oriente, que envergam roupas pretas, “por hábito ou razões culturais”.

Dedicado à discussão científica do “papel da vitamina D na manutenção do bem-estar e envelhecimento saudável”, este encontro nacional visa debater as necessidades diárias da vitamina no organismo humano, “bem como as estratégias de combate à carência” desta substância.

Além dos benefícios esqueléticos e musculares, a vitamina D é indispensável para combater diversos tipos de cancro, hipertensão, infeções e doença de Alzheimer, entre outras enfermidades.

“Praticamente todas as células do organismo falam com a vitamina D”, afirmou o professor.

O défice de vitamina D é um problema que afeta cerca de mil milhões de pessoas em todo o mundo.

Num universo de 123 doentes idosos, internados no Serviço de Reumatologia do CHUC, 67,5% revelava “carência grave” de vitamina D, segundo um estudo recente citado por Pereira da Silva.

O estudo, da autoria de Tânia Santiago e outros investigadores, indicou 25% dos doentes com “carência moderada” e apenas 7% com “níveis normais” dessa vitamina.

Peixes gordos, como sardinha, salmão ou sargo, estão entre os alimentos mais ricos em vitamina D.

Durante o Fórum D, organizado pela Clínica Universitária de Reumatologia da FMUC, será apresentado o primeiro sítio em Portugal dedicado exclusivamente ao tema.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PJ acredita ter detido homem que ateou fogo que matou animais em canil de Santo Tirso

A Polícia Judiciária (PJ) está "convencida" de que o autor do fogo que teve origem em Valongo e se estendeu a Santo Tirso, onde dezenas de animais morreram, é um eletricista que foi esta quarta-feira …

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …