Em 1816 não houve verão. A culpa foi de um vulcão na Indonésia

Em 1815, o vulcão Monte Tambora, na Indonésia, explodiu – e terá sido a maior erupção nos últimos 1.500 anos. Há muito que se suspeita que o evento causou o chamado “ano sem verão” na Europa.

Nesse ano, cinzas e dióxido de enxofre bloqueou a luz do Sol. No entanto, cientistas atmosféricos não sabem em que medida a explosão contribuiu para as condições frias e húmidas do ano seguinte. Mas, agora, modelos climáticos estão a ser usados para mostrar que o Monte Tambora causou o frio recorde e possivelmente a humidade.

Para o povo na Indonésia, a enorme erupção no dia 10 de abril refletiu-se num tsunami que matou entre 40 e 60 mil pessoas.

As temperaturas médias em todo o mundo em 1816 foram 0,4º-0,7ºC mais baixas do que nos anos anteriores. Andrew Schurer, da Universidade de Edimburgo, modelou como teria sido o ano de 1816 sem o vulcão, usando o que sabemos das condições anteriores à erupção e da entrada solar.

No artigo publicado este mês na revista especializada Environmental Research Letters, o investigador escreveu que, com erupção ou sem erupção, em 1816, a Europa podia ter experimentado um ano estranhamente chuvoso, mas foi o vulcão que o tornou tão frio.

“A inclusão de forças vulcânicas nos modelos climáticos pode ser responsável pelo arrefecimento e estimamos que aumenta a probabilidade de temperaturas extremamente baixas em até cem vezes“, afirmou Schurer em comunicado, divulgado pelo EurekAlert. “Sem forças vulcânicas, é menos provável que tenha sido tão húmido e altamente improvável que tenha sido tão frio”.

Durante o ano sem verão, as pessoas não tinham ideia das causas. A possibilidade de um vulcão do outro lado do mundo afetar o clima só foi discutida após um arrefecimento semelhante causado pela erupção de Krakatoa em 1883.

Tambora foi conectado pela primeira vez ao ano sem verão em 1913. No entanto, também foi observado que 1816 estava no final de um período de atividade solar invulgarmente baixa, causando um debate sobre se Tambora representava toda a história. Só agora, com modelos climáticos globais avançados, que podemos responder a esta questão com mais detalhes.

A erupção do Monte Tambora ocorreu quando o suprimento de alimentos era invulgarmente vulnerável devido a uma combinação da rutura das guerras napoleónicas e vários verões arrefecidos por erupções menores. Centenas de milhares de pessoas morreram nas fomes subsequentes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …