17 mil alunos ainda esperam para saber se têm bolsa de estudo

UGL_UIUC / Flickr

Nas vésperas do arranque do segundo semestre, ainda há quase 17 mil estudantes (16.920) de universidades e institutos politécnico portugueses que não sabem se têm direito a bolsa de estudo, avança o Diário de Notícias.

De acordo com os dados da Direção-Geral do Ensino Superior, a que o matutino teve acesso, foram pagas até dezembro 50.502 bolsas de estudo (valor inferior a registado em igual período homólogo, altura em que foram pagas 54.874 bolsas).

Segundo os mesmos números, existem ainda 12 mil candidaturas (13% da totalidade) nos serviços sociais das universidades à espera de uma decisão. A estas somam-se mais cinco mil que ainda não avançaram por falta de informação.

Em causa estão problemas informáticos nos sistemas das Finanças e da Segurança Social e os dos Serviços de Ação Social. “Sabemos que existem serviços, das Finanças e da Segurança Social, que deviam enviar informação e que não enviam, sabemos que o atraso não é só da Universidade de Évora”, afirmou ao Diário de Notícias Ana Rita Silva, presidente da Associação Académica da Universidade de Évora, cuja universidade é das mais atrasadas na análise das candidaturas.

Os atrasos na atribuição das bolsas de estudo devido a falhas informáticas tinham já sido denunciados pelos alunos em meados de setembro, altura em que o Executivo garantiu que o processo decorria com normalidade.

Um estudante carenciado pode receber até 1.286 euros mensais. No ano passado, quase 65 mil alunos do ensino superior tiveram direito a bolsa, cerca de 40% das quais terão sido apenas para pagar o valor das propinas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …