Com 10 jogadores infetados, Benfica tentou adiar o jogo. Nacional recusou

José Coelho / Lusa

O treinador do Benfica, Jorge Jesus

O Benfica revelou que, face ao elevado número de casos covid-19 no seu plantel, tentou adiar o jogo da 15.ª jornada da Liga de futebol com o Nacional, que se disputa esta segunda-feira, mas a pretensão foi negada pelo clube madeirense.

“O Sport Lisboa e Benfica esclarece que, em face do elevado número de casos de covid na sua estrutura profissional, consultou a Liga e o Clube Desportivo Nacional quanto à possibilidade de adiar a partida da 15.ª jornada”, lê-se no comunicado das ‘águias’.

O clube da Luz diz que esta iniciativa se justificava “pela infeção de 10 jogadores do seu plantel e de 17 elementos do staff”. “O Clube Desportivo Nacional entendeu, no seu pleno direito, mostrar-se indisponível para adiar”, acrescentam, em comunicado.

O jogo decorre assim como previsto, nesta segunda-feira, às às 17:00, no Estádio da Luz.

“Confrontado com a decisão e perante a imposição da Liga para que, na ausência de um acordo entre as partes, se cumpram os regulamentos, o Benfica deu continuidade a todos os mecanismos de preparação da partida, mormente no que toca à determinação e ambição de vitória que pautam a sua postura em qualquer competição. Um espírito de união reforçado, ainda mais, pelo atual momento desafiante que a equipa atravessa”.

Face ao desenlace desta situação, o clube lisboeta entende que “doravante, com exceção dos motivos regulamentares previstos, não haverá justificação admissível que suporte uma decisão de adiamento de quaisquer outros jogos das provas disputadas sob a tutela da Liga”, admitindo somente a “exceção por motivos regularmente previstos”.

“Em concreto, sempre que os pressupostos constantes do plano específico para o futebol profissional – que reforça a aplicabilidade da Lei 3 das Leis de Jogo – se encontrem salvaguardados. Ou seja, um mínimo de sete jogadores disponíveis”, especificam.

A equipa liderada por Jorge Jesus é terceira classificada da Liga, com os mesmos 32 pontos do FC Porto, no segundo lugar, ambos a quatro pontos do líder Sporting, enquanto o Nacional é 14.º com 13 pontos, apenas um acima da linha de água.

Neste domingo, recorde-se, o guarda-redes Odysseas Vlachodimos e o extremo Everton tiveram testes positivos para o novo coronavírus, aumentando para 10 o número de casos de infeção no plantel de futebol do Benfica. O guarda-redes grego, de 26 anos, é o habitual titular da baliza do Benfica, enquanto o extremo brasileiro Everton, de 24, também costuma fazer parte das opções iniciais do técnico Jorge Jesus.

Os dois jogadores aumentam assim o número de infetados com o novo coronavírus no plantel, que provoca a covid-19, juntando-se a Otamendi, Nuno Tavares, Vertonghen, Diogo Gonçalves, Grimaldo, Gilberto, Waldschmidt e Helton Leite.

Nesta altura, Mile Svilar é o único guarda-redes do plantel principal que o técnico tem disponível. O belga ainda não tem qualquer minuto somado esta época na equipa de Jorge Jesus, mas já jogou ao serviço da equipa B.

FC Porto joga com o Farense

O FC Porto também joga nesta segunda-feira, procurando vencer o Farense de forma a se aproximar, ainda que provisoriamente, do Sporting.

Os dragões, que não perdem há oito rondas – sete vitórias e um empate -, mas não ganharam os últimos dois jogos (1-1 com o Benfica para o campeonato e 1-2 com Sporting nas meias-finais da Taça da Liga), tentam colocar-se a um ponto da frente.

Pela frente, vão ter o Farense, que viu o seu jogo da jornada passada com o Vitória de Guimarães ser adiado, e está no 16.ª lugar do campeonato, com 12 pontos. O jogo está agendado para as 20:15 no estádio S. Luís, com arbitragem de Manuel Mota, de Braga.

Os dragões contam com o regresso de Otávio, mas não poderão contar com Sérgio Oliveira, Luís Díaz, Evanilson, Nanu e Romário Baró, todos ausentes da lista dos 22 que rumaram a Faro, alegadamente por testes positivos ao novo coronavírus.

Portugal registou este domingo 275 mortes relacionadas com a covid-19, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, e 11.721 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), que contabiliza 10.469 óbitos desde o início da pandemia, em março de 2020.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não admira que andem tantos infectados. Continuam a festejar golos e a cumprimentar-se de murrinho como se nada fosse, depois de terem coçado o nariz etc. Povo português é pouco dado a higiene e o resultado está à vista. No Japão, com uma população de 125 milhões, só há 379 mil casos e 5452 mortes. Em Portugal, com 10,29 milhões de habitantes, há 685.383 casos de Covid-19 e 11.608 mortes. Motivo desta enorme diferença: falta de higiene e laxismo no cumprimento de regras por parte dos portugueses.

RESPONDER

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …