Com 10 jogadores infetados, Benfica tentou adiar o jogo. Nacional recusou

José Coelho / Lusa

O treinador do Benfica, Jorge Jesus

O Benfica revelou que, face ao elevado número de casos covid-19 no seu plantel, tentou adiar o jogo da 15.ª jornada da Liga de futebol com o Nacional, que se disputa esta segunda-feira, mas a pretensão foi negada pelo clube madeirense.

“O Sport Lisboa e Benfica esclarece que, em face do elevado número de casos de covid na sua estrutura profissional, consultou a Liga e o Clube Desportivo Nacional quanto à possibilidade de adiar a partida da 15.ª jornada”, lê-se no comunicado das ‘águias’.

O clube da Luz diz que esta iniciativa se justificava “pela infeção de 10 jogadores do seu plantel e de 17 elementos do staff”. “O Clube Desportivo Nacional entendeu, no seu pleno direito, mostrar-se indisponível para adiar”, acrescentam, em comunicado.

O jogo decorre assim como previsto, nesta segunda-feira, às às 17:00, no Estádio da Luz.

“Confrontado com a decisão e perante a imposição da Liga para que, na ausência de um acordo entre as partes, se cumpram os regulamentos, o Benfica deu continuidade a todos os mecanismos de preparação da partida, mormente no que toca à determinação e ambição de vitória que pautam a sua postura em qualquer competição. Um espírito de união reforçado, ainda mais, pelo atual momento desafiante que a equipa atravessa”.

Face ao desenlace desta situação, o clube lisboeta entende que “doravante, com exceção dos motivos regulamentares previstos, não haverá justificação admissível que suporte uma decisão de adiamento de quaisquer outros jogos das provas disputadas sob a tutela da Liga”, admitindo somente a “exceção por motivos regularmente previstos”.

“Em concreto, sempre que os pressupostos constantes do plano específico para o futebol profissional – que reforça a aplicabilidade da Lei 3 das Leis de Jogo – se encontrem salvaguardados. Ou seja, um mínimo de sete jogadores disponíveis”, especificam.

A equipa liderada por Jorge Jesus é terceira classificada da Liga, com os mesmos 32 pontos do FC Porto, no segundo lugar, ambos a quatro pontos do líder Sporting, enquanto o Nacional é 14.º com 13 pontos, apenas um acima da linha de água.

Neste domingo, recorde-se, o guarda-redes Odysseas Vlachodimos e o extremo Everton tiveram testes positivos para o novo coronavírus, aumentando para 10 o número de casos de infeção no plantel de futebol do Benfica. O guarda-redes grego, de 26 anos, é o habitual titular da baliza do Benfica, enquanto o extremo brasileiro Everton, de 24, também costuma fazer parte das opções iniciais do técnico Jorge Jesus.

Os dois jogadores aumentam assim o número de infetados com o novo coronavírus no plantel, que provoca a covid-19, juntando-se a Otamendi, Nuno Tavares, Vertonghen, Diogo Gonçalves, Grimaldo, Gilberto, Waldschmidt e Helton Leite.

Nesta altura, Mile Svilar é o único guarda-redes do plantel principal que o técnico tem disponível. O belga ainda não tem qualquer minuto somado esta época na equipa de Jorge Jesus, mas já jogou ao serviço da equipa B.

FC Porto joga com o Farense

O FC Porto também joga nesta segunda-feira, procurando vencer o Farense de forma a se aproximar, ainda que provisoriamente, do Sporting.

Os dragões, que não perdem há oito rondas – sete vitórias e um empate -, mas não ganharam os últimos dois jogos (1-1 com o Benfica para o campeonato e 1-2 com Sporting nas meias-finais da Taça da Liga), tentam colocar-se a um ponto da frente.

Pela frente, vão ter o Farense, que viu o seu jogo da jornada passada com o Vitória de Guimarães ser adiado, e está no 16.ª lugar do campeonato, com 12 pontos. O jogo está agendado para as 20:15 no estádio S. Luís, com arbitragem de Manuel Mota, de Braga.

Os dragões contam com o regresso de Otávio, mas não poderão contar com Sérgio Oliveira, Luís Díaz, Evanilson, Nanu e Romário Baró, todos ausentes da lista dos 22 que rumaram a Faro, alegadamente por testes positivos ao novo coronavírus.

Portugal registou este domingo 275 mortes relacionadas com a covid-19, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, e 11.721 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), que contabiliza 10.469 óbitos desde o início da pandemia, em março de 2020.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não admira que andem tantos infectados. Continuam a festejar golos e a cumprimentar-se de murrinho como se nada fosse, depois de terem coçado o nariz etc. Povo português é pouco dado a higiene e o resultado está à vista. No Japão, com uma população de 125 milhões, só há 379 mil casos e 5452 mortes. Em Portugal, com 10,29 milhões de habitantes, há 685.383 casos de Covid-19 e 11.608 mortes. Motivo desta enorme diferença: falta de higiene e laxismo no cumprimento de regras por parte dos portugueses.

RESPONDER

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …