Há muito poucas provas de que os xaropes para a tosse funcionem

4101

Os xaropes para a tosse são medicamentos obrigatórios na casa da maioria das pessoas mas, afinal, comprá-los é uma mera perda de dinheiro, já que não fazem melhor do que um simples placebo.

O alerta é dado pela Sociedade Americana de Química, ACS, através de um vídeo publicado no Youtube, que explica que o único benefício que os xaropes para a tosse podem trazer é causarem sonolência, ajudando assim os doentes a dormir.

A maioria dos estudos realizados até agora em torno desta matéria não encontrou provas de que estes xaropes funcionem mesmo, ou seja, suprimindo e fazendo parar a tosse.

O vídeo da ACS começa por salientar que os xaropes actuais têm ingredientes muito menos prejudiciais do que noutros tempos, em que se usavam substâncias como morfina, canábis, clorofórmio ou até heroína.

A maioria dos xaropes para a tosse que se vendem actualmente incluem substâncias anti-tússicas, como o Dextrometorfano (DXM), que bloqueiam o reflexo da tosse e que também causam sonolência – o que pode ser bom, se se estiver de cama e se precisar de dormir, ou muito mau, se se estiver a conduzir.

Substâncias típicas destes medicamentos são ainda os expectorantes, como a Guaifenesina, que soltam o muco dos pulmões e o tornam mais fino, fazendo com que seja mais fácil tossir.

Por seu lado, os descongestionantes, como a Efedrina, um bronco-dilatador, facilitam a abertura das vias respiratórias; e os anti-histamínicos como, por exemplo, a Loratadina, reduzem o inchaço no nariz e na garganta, diminuindo a quantidade de muco “pegajoso” nos pulmões.

O que é certo é que nenhum destes componentes pode “curar” a tosse e há, de resto, “muito poucas provas de que os xaropes para a tosse funcionem”, destaca a ACS. A Sociedade norte-americana refere que “15 de 19 estudos analisados concluíram que estes medicamentos não têm qualquer efeito“.

Remédios caseiros

Do mesmo modo, também os remédios caseiros não têm potencial para acabar com a tosse, embora possam aliviar o mal-estar que lhe está associado.

Assim, a ACS repete as tradicionais recomendações das nossas avós e aconselha as pessoas a beber muitos líquidos, a recorrer a um humidificador ou a tomar um banho de vapor, e a chupar rebuçados contra a tosse – ou um rebuçado qualquer que faz o mesmo efeito, ajudando a saliva a fluir e a aliviar a garganta irritada.

Ingerir mel ou beber sumo de limão pode também ajudar a aliviar os sintomas associados à tosse.

Mas, se mesmo depois disto tudo, não se quiser livrar do xarope para a tosse que tem no seu armário, tenha cuidado para nunca tomar mais do que a dose recomendada, pois enfrentará problemas graves, como tonturas, convulsões e até a morte, avisa a ACS.

SV, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A tosse só por si não é uma doença mas um mecanismo de defesa do aparelho respiratório para a eliminação de excesso de muco. Neste caso fluidificando este muco não haverá necessidade de tossir muito, mas a tosse seca irritativa sim é um problema não deixando os doentes descansar e então deve se usar os calmantes da tosse, acima descritos.
    Mesmo as mesinhas caseiras devem ser usadas com cuidados pois podem ser utilizadas em situação não própria

RESPONDER

-

PJ desmantelou organização criminosa ligada ao tráfico de drogas por via áerea

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou uma organização criminosa, sediada na região de Lisboa, dedicada ao tráfico internacional de estupefacientes por via aérea que decorria há dois anos e durante a qual foram detidas várias pessoas. A …

O papa Francisco

Visita do Papa abre excepção para gastos até 5 milhões por ajuste directo

O governo criou uma excepção à medida no âmbito da visita do Papa a Fátima, permitindo a contratualização de despesas por ajuste directo até um montante máximo de 5,1 milhões de euros. O novo decreto-lei publicado …

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

Ricardo Salgado constituído arguido na Operação Marquês

O ex-presidente do BES Ricardo Salgado está a ser interrogado pelo Ministério Público depois de ter sido constituído arguido, esta quarta-feira, no âmbito da Operação Marquês, o processo que envolve José Sócrates. De acordo com a …

O ministro das Finanças, Mário Centeno, no debate do OE 2017

Centeno exalta-se com as críticas do PSD. "Não faz ideia do que é um banco!"

Mário Centeno zangou-se no Parlamento com as críticas do deputado do PSD António Leitão Amaro e aumentou o tom para lhe responder, durante a audição sobre a Caixa Geral de Depósitos. "Não faz a menor ideia …

-

Atentado suicida contra forças governamentais faz dezenas de mortos no Mali

Um bombista suicida matou esta quarta-feira pelo menos 37 ex-rebeldes e membros de grupos armados pró-governamentais na cidade de Gao, no norte do Mali, indicou uma fonte militar. Fontes médicas falam em mais de 60 mortos. "Um …

José Manuel Silva, bastonário da Ordem dos Médicos

Bastonário da Ordem dos Médicos alerta para o "negócio milionário" da Saúde 24

Um dia antes das eleições que vão escolher o seu sucessor, José Manuel Silva denuncia a linha de apoio como sendo um "negócio milionário" e um "desperdício", comparando com a situação no SNS, onde "quase …

Apanha da azeitona

Autarca denuncia trabalho escravo no Alentejo

Há trabalhadores imigrantes que vivem em condições deploráveis no Alentejo, uma situação de verdadeiro "trabalho escravo" que é "uma vergonha" para o país. A denúncia é feita por um autarca em plena campanha da apanha …

-

Infarmed alerta para riscos de automedicação com omeprazol

O Infarmed vai alertar a população para os riscos da automedicação com omeprazol, um fármaco para a úlcera gástrica e a doença do refluxo gastro esofágico, cuja utilização prolongada sem indicação clínica tem "efeitos adversos …

-

Autor do ataque em Istambul planeou massacre na praça de Taksim

O autor confesso do atentado perpetrado numa discoteca na noite de passagem de ano em Istambul declarou que o plano inicial era cometer um massacre na praça Taksim, no centro da cidade turca, informa o …

Manuel Valls, primeiro-ministro da França

Manuel Valls agredido com um estalo durante campanha em França

O ex-primeiro-ministro de França e candidato às presidenciais francesas, Manuel Valls, foi recebido com um estalo de um jovem, esta terça-feira, quando saía do edifício camarário de Lamballe, na região da Bretanha. Enquanto cumprimentava a população, …