Wendell a caminho do FC Porto (mas ainda não acalma Sérgio Conceição que quer afastar empresário)

1

José Coelho / Lusa

O lateral-esquerdo brasileiro Wendell deverá assinar pelo FC Porto nas próximas horas. O jogador do Bayer Leverkusen esteve nas cogitações do Benfica e pode ser anunciado como reforço portista nas próximas horas.

O “negócio está fechado”, assegura a TSF, salientando que “o defesa esquerdo do Bayer Leverkusen chega esta terça-feira ao Porto” para assinar contrato “ainda hoje”.

Wendell, de 28 anos, chegou a ser associado ao Benfica, mas o seu futuro passará, afinal, pelo FC Porto que “fez muita força” para o contratar, segundo a TSF.

A Rádio salienta que Emerson Palmieri, do Chelsea, “era a preferência do FC Porto, mas era muito caro”.

Já Wendell é mais acessível e deverá custar ao clube português entre 3 e 4 milhões de euros, como nota a revista alemã Kicker.

Sérgio Conceição revoltado com comissões de Pinho

A contratação de Wendell é uma boa notícia para Sérgio Conceição que queria mais opções para a lateral esquerda da sua equipa.

No jogo com o Famalicão, ficou vincado o desconforto do treinador com o erro de Zaidu na jogada que deu origem ao golo dos rivais, entretanto anulado pelo vídeo-árbitro.

Nesse lance, Sérgio Conceição apontou o dedo para o administrador da SAD, Luís Gonçalves, no que foi interpretado como uma crítica pela não contratação de mais um lateral.

Contudo, o Correio da Manhã (CM) avança que “na origem da tensão entre Sérgio Conceição e Luís Gonçalves” estarão “as elevadas comissões recebidas por Pedro Pinho” em vários negócios envolvendo jogadores do FC Porto.

O jornal refere que o treinador vincou já por várias vezes o seu “desagrado” com a “importância ganha pelo empresário Pedro Pinho na SAD azul-e-branca”.

Assim, Sérgio Conceição “quer que a proximidade entre o empresário que está a ser investigado pelo Ministério Público e os dirigentes do seu clube termine”, salienta o CM.

O técnico considera que Pinho tem acesso a “informação privilegiada”, nomeadamente sabendo “antecipadamente quais são os interesses do treinador relativos à aquisição de jogadores”, o que o favorece nas negociações, como sustenta ainda o mesmo diário.

Note-se que Pedro Pinho está a ser investigado pelo Ministério Público, tal como o empresário Bruno Macedo, por suspeitas relativamente às relações com FC Porto e Benfica.

Essas suspeitas giram em torno de comissões avultadas e da possibilidade de dirigentes portistas e benfiquistas terem recebido “luvas”.

  ZAP //

1 Comment

  1. Este treinador está a mostrar nervosismo, face à possibilidade de também “lerpar” este ano. Está a ver os seus dois rivais “fortes” e o medo começa a perturbá-lo, visto que lhe falta categoria como treinar e só poderá conseguir dissipar isso, contratando mais jogadores.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE