Cientistas conseguiram manter tecido cerebral de cobaias vivo durante semanas

Cientistas japoneses conseguiram manter partes de tecido cerebral de cobaias vivas e viáveis durante 25 dias, isoladas numa cultura, graças a um novo método.

De acordo com o Science Alert, a chave para o sucesso foi um novo método para manter o tecido cerebral vivo, que envolveu a combinação de um tipo especial de membrana com um dispositivo microfluídico modificado.

O dispositivo consiste num canal microfluídico semi-permeável, cercado por uma membrana artificial permeável e paredes sólidas. Essas paredes sólidas são feitas de polidimetilsiloxano (PDMS), um polímero de organossilício geralmente utilizado em dispositivos microfluídicos.

Logo, o fluido circulava pelo canal e passava pela membrana permeável para manter o tecido húmido enquanto ainda permitia a troca de gases entre as células. Embora pareça “simples” — para os mais entendidos claro —, os investigadores afirmam que não foi assim tão fácil de concretizar.

“Controlar o fluxo médio foi difícil porque o micro canal formado entre as paredes do PDMS e a membrana porosa era incomum. No entanto, tivemos sucesso depois de modificações por tentativa e erro na membrana porosa e ajustes nas taxas de fluxo de entrada/saída”, explica o bioquímico Nobutoshi Ota, do RIKEN BDR, no Japão, e um dos autores do estudo agora publicado na revista científica Analytical Sciences.

A equipa usou um pequeno pedaço do cérebro chamado núcleo supraquiasmático (SCN), responsável nos mamíferos pela manutenção do ritmo circadiano e dos ritmos biológicos. As células neuronais no SCN trocam e sincronizam informações de fase movendo peptídeos e pequenas moléculas entre as células, o que o torna ideal para o estudo das interações celulares.

As cobaias das quais os cientistas colheram esses SCNs foram geneticamente editados, de modo a que a atividade do ritmo circadiano no cérebro estivesse ligada à produção de uma proteína fluorescente: se tudo estivesse a funcionar como deveria, o tecido também ficava fluorescente.

E foi exatamente isso que aconteceu, durante 25 dias, só porque esse foi o tempo limite estipulado para o experimento. Na verdade, os investigadores esperavam que pudesse durar mais de 100 dias.

É precisamente esse período que tencionam testar da próxima vez. A equipa acredita que o método poderia ser usado para todos os tecidos dos órgãos, não apenas do cérebro. E também há potencial para órgãos humanos criados em laboratório.

“Este método pode ser usado para mais do que tecidos ex plantados de animais. Também melhorará a pesquisa sobre organogênese através da cultura e observação a longo prazo, necessárias para o crescimento de tecidos e órgãos”, conclui Ota.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas captam imagens extremamente raras de um peixe a devorar um tubarão inteiro

https://vimeo.com/374136378 Os tubarões são dos animais mais temidos nos oceanos, mas naquela que é uma verdadeira troca de papéis, um tubarão foi devorado por completo por um peixe das profundezas do mar. Um vídeo publicado pela US …

Há uma nova maneira de medir a gravidade da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova forma única de medir a gravidade da Terra. O método anterior envolvia medir a influência da gravidade nos átomos, rastreando a rapidez com que os átomos caíam. O problema …

Detetado pela primeira vez vapor de água na Europa, a lua de Júpiter

Uma equipa internacional de cientistas confirmou a presença de vapor de água na superfície de Europa, um dos quatro satélites naturais de Júpiter, revelou a agência espacial norte-americana (NASA). "Os elementos químicos essenciais (carbono, hidrogénio, …

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …