Vítimas de violação no Reino Unido têm de dar acesso ao telemóvel para investigação não parar

Uma nova medida implementada em Inglaterra e no País de Gales permite que as autoridades solicitem o acesso aos telemóveis, e-mails, mensagens e fotografias às vítimas de variados crimes. Caso não os facultem, a investigação ou o processo podem não ter seguimento.

Segundo avançou o Expresso, na segunda-feira, a medida faz parte das orientações de atuação levadas a cabo pelas autoridades e abrange as vítimas dos mais variados crimes, incluindo violação.

Como explicou a BBC, o pedido de consentimento às vítimas para aceder às informações digitais pode ser um recurso de qualquer investigação, embora o mais provável é que seja usado em casos de violação e de agressão sexual, sobretudo quando estas conhecem o suspeito, situação em que qualquer comunicação entre ambos pode esconder uma prova.

Caso a vítima não dê o seu consentimento, terá a possibilidade de explicar porque não o fez. No entanto, “é possível que a investigação ou o processo não prossigam”.

As medidas não são do agrado das associações de apoio à vítima. As mesmas alegaram que podem tornar-se um entrave para as vítimas, que deixam de denunciar as agressões. Além disso, os mais críticos alertaram para a dificuldade em equilibrar o direito à privacidade e a necessidade de recolha de provas.

O pedido de consentimento é uma medida que surgiu após vários casos terem sido desconstruídos já na reta final – o que tem abalado também a confiança no sistema judicial. Exemplo disso foi o caso de Liam Allan, 22 anos, acusado de violação. No final, surgiram novas provas que viriam a dá-lo como inocente. A polícia de Londres chegou mesmo pedir desculpa pela acusação, admitindo um erro na investigação.

As tais provas de última hora eram as mensagens trocadas entre Liam Allan e a alegada vítima, em que esta dizia o quanto estava apaixonada por ele e sobre fantasias de violação.

TP, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A acusação de violação passou a ser mais uma arma de arremesso contra os homens nesta sociedade misandrica, até pode ser sexo consentido, mas se a mulher se lembrar por algum motivo de se fazer de vítima tem todo o apoio do estado e lá vai um inocente para um calvário!.. As falsas acusações deviam ser severamente punidas, tanto nos casos de assédio, violação, e todas as artimanhas usadas para perseguir o homem! Punindo severamente as falsas acusações protegem se as verdadeiras vítimas, pois não haveriam tantos casos e dar se ia muito mais valor ao depoimento das vítimas de verdade e não se pensaria mais uma mentirosa! Dizem que 90% das acusações de violência doméstica são falsas! Com um número destes como se pode defender e saber quem é realmente vítima? Tem de se arranjar um equilíbrio e proteger as vítimas e os inocentes e o único caminho é punir quem anda a usar a justiça para outros meios que normalmente são de aproveitamento ou de vingança!

RESPONDER

Facebook teme sair da Europa caso não possa transferir dados para os EUA

A Comissão de Proteção de Dados irlandesa propôs que os dados dos cidadãos europeus não possam sair do continente. O Facebook diz que não sabe como poderá continuar a prestar os seus serviços na Europa …

O guarda-redes do Chelsea é o melhor em quê? "Em cometer erros"

Kepa alvo de críticas fortes. Frank Lampard confirmou a chegada de mais um guarda-redes, proveniente de França. O Chelsea volta a ser notícia por causa do mercado e volta a ser notícia por causa de um …

Promotores assumem pela primeira vez que Trump pode ser investigado por fraude fiscal

O gabinete do procurador do distrito de Manhattan, que tem travado uma batalha legal com o Presidente dos Estados Unidos (EUA) para obter as suas declarações de impostos, sugeriu na segunda-feira, pela primeira vez, que podia …

Revelada causa da morte de 300 elefantes no Botsuana

O Governo do Botsuana anunciou, esta segunda-feira, que uma cianobactéria foi a causa da misteriosa morte de cerca de 300 elefantes no Botsuana em meados deste ano. A causa da morte dos paquidermes foi determinada após …

Cavani: brasileiros com milhões... mas pessimistas

O Grémio estabelece quatro parcerias para contratar o uruguaio. No entanto, a direção do clube não acredita que Cavani se vai mudar para Porto Alegre. "Na vida, se não conversas, nada sabes. Até pode surgir uma …

Ministério da Saúde indiano sem dados sobre médicos que morreram de covid-19. Associação fala em 382 óbitos

Depois de o Ministério da Saúde indiano ter afirmado esta semana que o não dispõe dos dados sobre os profissionais de saúde que morreram devido à covid-19, a Associação Médica do país publicou uma lista …

Chega apresenta proposta que prevê castração química para pedófilos

O projeto de revisão constitucional do Chega, entregue hoje no parlamento, prevê a remoção dos órgãos genitais a criminosos condenados por violação de menores, algo que em si mesmo encerra dúvidas de conformidade com a …

Fluminense: as derrotas pós-Evanilson e as quatro ausências de Fred

O reforço do FC Porto deixou a equipa brasileira que, desde essa transferência, contabiliza mais derrotas do que vitórias. A instabilidade de Fred não ajuda. Portugal continua mais atento ao Flamengo do que ao Fluminense, mesmo …

MP suíço pede 28 meses de prisão para presidente do PSG e 3 anos para Valcke

O Ministério Público suíço pediu, esta terça-feira, uma pena de 28 meses de prisão para Nasser Al-Khelaïfi, presidente do Paris Saint-Germain, e de três anos para Jérôme Valcke, antigo número dois da FIFA. Trata-se dos primeiros …

Empresa japonesa cria lâmpada UV inócua para humanos que inativa coronavírus

Uma empresa japonesa desenvolveu uma lâmpada de radiação ultravioleta que inativa o novo coronavírus, recorrendo a um comprimento de onda que um estudo científico diz ser inócuo para os seres humanos. A lâmpada Care 222 foi …