Vítima de agressões por taxista do Porto exige a sua expulsão da central

herr_schaft / Flickr

-

Uma jovem que diz ter sido agredida na semana passada por um taxista no Porto apresentou queixa contra o agressor à Raditáxis, exigindo que o motorista seja expulso da central.

Num comunicado, Sara Vasconcelos, de 28 anos, conta como na manhã do dia 8 de dezembro, depois de uma noite de trabalho, foi agredida a “socos e pontapés” por um taxista, acreditando que tal aconteceu porque, antes de entrar na viatura estacionada na Praça da República, beijou na boca uma amiga.

Na queixa que enviou à Raditáxis, a vítima relata os acontecimentos dessa manhã e solicita à central que identifique de imediato o motorista, bem como outros dois taxistas que também se encontravam naquela postura e assistiram ao sucedido “impávidos e serenos”.

A queixosa pretende que o taxista seja expulso da Raditáxis e que a central “envie a identificação do agressor e das duas testemunhas à justiça”.

Na sua edição de terça-feira, o Jornal Notícias noticiou que o taxista em causa admitiu a agressão, mas negou que tal se tenha tratado de um “ataque homofóbico”, acrescentando que o homem terá “perdido a cabeça depois de uma troca de injúrias”.

“Devido à gravidade da situação, e com o apoio dos movimentos LGBT, informo que se não tiver resposta cabal ao solicitado até ao dia 19, iremos realizar uma concentração de protesto junto à Raditáxis, exigindo sermos recebidos e esclarecidos sobre o que a administração pretende fazer relativamente a este caso e também para garantir que uma situação como esta não volta a acontecer”, lê-se na queixa.

A queixosa pretende ainda que o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) retire a licença ao taxista em causa.

Sara Vasconcelos afirma não ter quaisquer dúvidas de que a situação configura “pelo menos dois crimes”, designadamente um crime de ofensas corporais, “motivado pelo ódio e cometido pelo taxista”, e o crime de “omissão de auxílio, cometido pelos ouros dois taxistas que não acudiram” à situação.

O diretor da Raditáxis do Porto, Mário Ferreira, afirma que, assim que der entrada na central a queixa da jovem que diz ter sido vítima de agressão por um taxista no Porto, será aberto um inquérito disciplinar.

Até ao momento ainda não recebemos nada, mas vamos abrir um inquérito se a queixa chegar”, afirmou, em declarações à Lusa, Mário Ferreira.

Segundo o responsável pela central de táxis, na sequência da abertura do inquérito, o motorista poderá ser suspenso ou expulso das comunicações via rádio, mas “tudo depende do que tiver para contar“.

Entretanto, cerca de 60 moradores das ruas adjacentes do local onde ocorreu a agressão assinaram um documento em que condenam o sucedido e defendem que, nas ruas do Porto, “os direitos humanos são para cumprir”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acho pouco ambicioso querer que o grunho seja expulso. Ele e os outros anormais, que viram e não fizeram nada, têm que perder a carteira profissional e ir para a cadeia. Fim de conversa. Mas estamos na República das Bananas, ou quê?

RESPONDER

Chefe do Governo Hong Kong revela ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas

A chefe do Governo de Hong Kong, Carrie Lam, revelou esta semana ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas. Em declarações à International Business Channel, a líder do Executivo de Hong Kong …

António Mexia e Manso Neto vão deixar gestão da EDP

Os presidentes executivos da EDP e da EDP Renováveis, António Mexia e Manso Neto, ambos suspensos de funções, manifestaram-se indisponíveis para voltar a integrar os órgãos sociais do grupo num novo mandato. Em comunicado à Comissão …

João Ferreira desafia Marcelo a assumir candidatura "o quanto antes"

  João Ferreira, candidato comunista às presidenciais, acredita, como os "todos" os portugueses, que Marcelo Rebelo de Sousa será recandidato, mas desafiou-o esta segunda-feira a dizê-lo "quanto antes", por "uma questão de transparência". “Já todos perceberam o …

Irão. Líder Supremo pede punição pela morte de cientista que liderou programa nuclear

O líder supremo do Irão, o Ayatollah Ali Khamenei, exigiu no sábado punição pela morte do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que liderou o programa nuclear de Teerão, enquanto a República Islâmica culpa Israel pelo assassinato. Israel, há muito …

Portugal é o país da UE mais próximo de atingir metas climáticas para 2030

Portugal é o país da União Europeia (UE) mais perto de atingir as suas metas climáticas de redução de emissões até 2030, relativamente aos níveis de 2005, segundo um relatório esta segunda-feira publicado pela Comissão …

Novos casos aumentam mais de 50% em oito concelhos do Norte

O número de novos casos de infeção no Norte aumentou mais de 50% em oito concelhos da região, seis dos quais no distrito de Vila Real e dois em Bragança, segundo o relatório da Administração …

União Europeia convida Joe Biden para cimeira presencial durante presidência portuguesa em 2021

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, convidou o Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, para uma cimeira presencial no primeiro semestre de 2021, durante a presidência portuguesa da União Europeia. Fontes europeias informaram que …

Maior controlo nas fronteiras não foi eficaz para conter o vírus, diz Cabrita

O ministro da Administração Interna considerou esta segunda-feira que o maior controlo nas fronteiras internas do espaço Schengen, durante os primeiros meses da pandemia, não foi eficaz para conter o novo coronavírus. “Ao nível das fronteiras …

Hospitais de Coimbra estão "muito próximos" do limite de capacidade

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) está "muito próximo do limite de capacidade" de resposta à covid-19, devido à falta de recursos humanos, disse esta segunda-feira o presidente do conselho de administração da …

Médico de Maradona apresenta-se voluntariamente às autoridades judiciais

O médico Leopoldo Luque apresentou-se esta segunda-feira voluntariamente às autoridades judiciais para explicar as circunstâncias em que ocorreu a morte do ex-futebolista Diego Maradona, depois de a sua casa e o seu consultório terem sido …