Primeiro tratamento com vírus geneticamente modificado salva jovem às portas da morte

Pela primeira vez no mundo, um vírus geneticamente modificado foi usado como tratamento para salvar a vida de uma jovem. A britânica contraiu uma infeção resistente a antibióticos após um transplante de pulmões.

Aos 17 anos de idade, Isabelle Holdaway foi a primeira paciente a ser tratada com um vírus geneticamente modificado e não podia ter corrido de melhor maneira. A jovem conseguiu recuperar de uma infeção resistente a antibióticos que contraiu após um transplante de pulmões.

Depois de passar nove meses no hospital de Great Ormond Street, em Londres, a jovem regressou a casa para receber cuidados paliativos. Contudo, Isabelle conseguiu recuperar depois do seu médico juntar forças com um laboratório americano para desenvolver uma terapia experimental.

“É uma ciência médica incrível. Foi um milagre“, disse a mãe de Isabelle, que foi a primeira a sugerir o tratamento aos médicos após ter lido sobre o assunto na internet.

Os cientistas por detrás deste avanço científico dizem que estes vírus geneticamente alterados capazes de matar as bactérias — conhecidos como fagos — têm o potencial de serem usados como um tratamento alternativo para combater a resistência aos antibióticos cada vez mais comum.

Isabelle foi submetida a um transplante de pulmões, uma vez que sofre de fibrose cística, uma doença genética que, segundo o The Guardian, resulta em infeções frequentes que entopem os pulmões com muco. No verão de 2017, os seus pulmões estavam apenas com um terço do seu desempenho normal. Os médicos decidiram então que fazer um transplante de pulmões era a melhor opção.

Depois do transplante, Isabelle contraiu uma infeção semelhante à tuberculose e que poderia ser fatal. “Ela perdeu muito peso. Estava literalmente um esqueleto“, disse a mãe. “Não havia nada que pudessem fazer para deixá-la confortável. Foi horrível”, acrescentou.

O tratamento recorre a fagos, que infetam as células bacterianas e matam-nas. “A ideia é usá-los como antibióticos — como algo que poderíamos usar para matar as bactérias que causam infeções”, disse Graham Hatfull, o cientista americano que colaborou com o hospital britânico.

Em junho do ano passado, Isabelle tomou um cocktail de fagos e, passadas seis semanas, um exame ao fígado revelou que a infeção tinha essencialmente desaparecido. “Nunca achamos que chegaríamos a um ponto que se usasse esses fagos terapeuticamente. É um resultado brilhante”, disse Hatfull.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Donald Tusk vai presidir o Partido Popular Europeu

O presidente do Conselho da União Europeia (UE) é o único candidato à presidência do Partido Popular Europeu (PPE) e vai suceder no cargo ao francês Joseph Daul. Esta será a primeira vez que um europeu …

EUA. Casal vegan vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses

Um casal americano, que segue uma alimentação vegan, vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses, por malnutrição. Ambos vão permanecer detidos até à data do julgamento, em dezembro. Segundo noticiou …

Carrinha com 52 migrantes entra em Ceuta após derrubar barreiras fronteiriças

Uma carrinha com 52 migrantes rompeu, esta madrugada, as barreiras fronteiriças entre Marrocos e Espanha para entrar no enclave espanhol de Ceuta, incidente que a Guarda Civil espanhola já está a investigar. A carrinha lançou-se a toda …

Chef que renunciou à estrela Michelin espera sair do Guia em 2020

O chef Henrique Leis, que em julho renunciou à estrela Michelin que o seu restaurante detinha há 19 anos, afirma que o seu "compromisso com a Michelin acabou" e espera não ver renovada a distinção …

Morreu a fadista Argentina Santos

A fadista portuguesa morreu, esta segunda-feira, aos 95 anos de idade. As exéquias realizam-se, a partir das 17h00, na Basílica da Estrela, em Lisboa. A fadista Argentina Santos, que esta segunda-feira morreu aos 95 anos, despediu-se …

Governo apresenta queixa no Ministério Público contra 21 pedreiras

O ministro do Ambiente e da Ação Climática anunciou que 21 pedreiras, de um universo de 185, estão em incumprimento por falta de vedações, exigidas pelo levantamento do Governo, tendo sido apresentada queixa ao Ministério …

Adeus EDP Universal. Vem aí a SU Eletricidade, mas os preços não mudam

A EDP Serviço Universal vai deixar de existir a partir de 15 de Janeiro de 2020. Em seu lugar vai nascer a SU Eletricidade, a nova marca do universo EDP que vai abranger os clientes …

Mais de 41 mil idosos vivem sozinhos ou isolados em Portugal

A Guarda Nacional Republicana (GNR) sinalizou 41.868 idosos a viverem sozinhos ou isolados em todo o país em outubro no âmbito da operação "Censos Sénior", anunciou esta segunda-feira a guarda. Em comunicado, a GNR adiantou ter …

Vai nascer um Pavilhão de Gelo em Lisboa (com apoio do Governo e de fundos públicos)

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, está certo de que, ainda nesta legislatura, vai nascer um Pavilhão do Gelo para a prática de desportos em Lisboa, com apoio de …

Sudão. Crimes contra a humanidade em ataques que mataram 120 manifestantes

Os ataques que em junho mataram pelo menos 120 manifestantes no Sudão podem configurar crimes contra a humanidade, revelou um relatório divulgado pela organização Human Rights Watch (HRW), que pede justiça para as vítimas e …